ICFUT–Entrevista com Conca do Flu

Fonte: globo.com

Conca: ‘Nunca imaginei amar um clube do jeito que eu amo o Flu’

Meia conversa com internautas em sessão de Twitcam promovida pelo clube e diz crer na classificação na Libertadores: ‘A confiança parte do trabalho’

conca   fluminense twitcam (Foto: Reprodução/Twitter)Conca sorri ao responder uma pergunta
(Foto: Reprodução/Twitter)

Prestes a completar 200 jogos com a camisa do Fluminense (deve fazê-lo na quarta-feira, contra o Argentinos Juniors), o meia Conca conversou com os internautas em sessão de Twitcam promovida pelo Fluminense na noite deste sábado, direto da concentração (o time encara às 16h deste domingo o Nova Iguaçu, pela Taça Rio).

O argentino declarou amor incondicional ao Fluminense, disse por que confia na classificação na Libertadores e falou também sobre amenidades, como seus grandes parceiros no elenco e seu ídolo de infância.

Confira as principais partes da conversa de Conca que, em certo momento, deu mostra de humildade ao falar de si próprio: "Não me sinto craque".

Dos quase 200 jogos, qual mais o marcou?

O mais marcante foi em 2009, contra o Coritiba. Foi um dos jogos mais importantes, por tudo o que a gente passou naquele ano, foi o mais marcante.

Imaginou ser tão querido num clube como o Fluminense?

Nunca imaginei também amar um clube do jeito que eu amo o Fluminense. Agradeço o carinho, estou muito feliz, nunca imaginei viver o momento que estou vivendo no Flu.

Chance de sair?

Sempre falei que queria ficar aqui no Flu por muito tempo, não tenho vontade de sair. Quando vejo o esforço que fez o Fluminense, a Unimed, para que eu ficasse… Celso Barros foi muito importante para eu tomar a decisão de ficar, foi uma pessoa que me ajudou muito. Nos momentos difíceis aqui sempre esteve do meu lado. Por ele e por essa torcida maravilhosa não quero sair, não. Se fosse por mim, eu me aposentaria aqui. Não tenho intenção de sair, fiz contrato de cinco anos. Se escolhi cinco anos é porque estou feliz aqui.

Torcida do Flu

É uma torcida linda, que está sempre com a gente, seja no momento difícil, como na briga contra o rebaixamento, ou para ser campeão. A torcida está ao nosso lado, e isso não tem preço. A torcida do Fluminense é diferenciada.

Sonho no futebol

A gente sempre tem sonho, cada vez que começa um campeonato o sonho é ser campeao. Tenho esse desejo, esse sonho, independentemente de ser Carioca ou Libertadores. Cada jogo para mim é mais uma alegria.

Recuperação

É difícil. Eu não estou acostumado a ficar fora, agora tive que ficar fora e foi difícil para mim. A gente sabe que trabalhando e tendo paciência vou conseguir ter aquele ritmo que eu quero também. Tenho que ter tranquilidade para fazer meu trabalho.

Jogo contra o Argentinos Juniors

A expectativa é de fazer um grande jogo – ganhar é muito importante – e depois esperar o América também ganhar. Mas temos de pensar no nosso jogo, temos pela frente um grande time que vai lutar. A gente sabe que tem muita chance de classificar.

Por que confiar?

A confiança parte do trabalho. O grupo fez uma grande pré-temporda, sabe o que quer, luta e não desiste nunca das coiasas. Sempre falo: não importa como começa, mas como termina.

Time de craques

Não me sinto craque. Eu acho que o Fluminense conta com grandes jogadores. Fred, Emerson, Rafael Moura, Deco… são muitos grandes jogadores. Cada um deles está no Fluminense porque faz diferença, são grandes profissionais. Eu me sinto bem no grupo e espero continuar por muito tempo.

Fred

Sempre me dei muito bem com Fred, tanto nas brincadeiras como no campo. É uma grande pessoa, que ajuda muito Fluminense. O grupo tem uma admiração grande por ele, pela personalidade, porque ele a cada dia demonstra postura de líder. É nosso capitão e a gente o respeita muito. Temos uma grande amizade e espero que a gente fique junto por muito tempo.

Parceiros fora de campo

Eu sempre estou com Marquinho, com o Berna. O Marquinho, a gente vai junto aos treinos. A amizade com ele e o Berna é um pouco maior, mas me dou bem com todo mundo.

Sonho fora do futebol

Meu maior sonho é aproveitar minha mãe, ver minha mãe feliz. Faço tudo para minha família. O sonho deles é o meu também.

Hobby

Não tenho. Vou à praia, mas não tenho nada em especial.

Seleção argentina

Quem vai decidir vai ser o treinador. eu faço meu trabalho. Se a Argentina não me chamou, é porque ainda não está precisando de mim. Estou no Fluminense, feliz, é o que mais me importa.

Ídolo

O jogador que mais admirei e que melhor vi jogar foi Fernando Redondo, da Argentina. Ele era volante, eu sou meia… mas ele jogava no Real Madrid, no Milan, e sempre assistia aos jogos para vê-lo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s