Por Eder – Corinthians joga melhor, mas perde para o São Caetano no Pacaembu

Fonte : Agência CORINTHIANS

Na tarde em que o novo guerreiro da República Popular do Corinthians foi apresentado à massa alvinegra, o Timão perdeu para a equipe do São Caetano por 2 a 1 no penúltimo jogo da primeira fase do Campeonato Paulista. O time do Parque São Jorge segue com 35 pontos e ocupa a terceira colocação na tabela. Apesar da derrota, o Coringão tem a segunda melhor defesa e o terceiro melhor ataque do estadual, com 31 marcados e apenas 12 sofridos em 18 rodadas.

Antes da partida começar, o elenco e a torcida corinthiana prestaram uma homenagem às vítimas da tragédia da escola de Realengo, no Rio de Janeiro. Todos fizeram um minuto de silêncio e, logo após o apito inicial, os torcedores lançaram bexigas ao ar com cartazes contendo o nome de cada uma das vítimas. Além disso, na camisa dos jogadores do Timão também estavam escritos os nomes das crianças.

O Corinthians saiu atrás do placar depois de um pênalti. Aos 9 min, Leandro Castán derrubou Artur dentro da área e o atacante Leandro converteu para o Azulão. Dois minutos depois, Paulinho quase empatou após arriscar de fora da área. A bola passou com perigo perto da trave direita do goleiro Luiz. No lance seguinte, mais duas chances do Alvinegro. Fábio Santos cruzou para a área e, depois do goleiro adversário falhar, Ramírez pegou o rebote e só não marcou o gol porque foi travado em cima da hora pelo zagueiro do São Caetano. Na sobra, Moradei chutou com força, mas o goleiro defendeu com segurança.

E só dava Timão! Aos 16 min, Morais recebeu no ataque e passou para Willian. O atacante deixou para Paulinho, que chutou da entrada da área e tirou tinta da trave de Luiz. O Corinthians se movimentava bem e tinha maior posse de bola, mas pecava um pouco com o erro de passes no ataque.

O Alvinegro teve outra boa chance aos 34 min. Willian recebeu falta na entrada da área, mas o árbitro deu vantagem. A bola sobrou para Fábio Santos, que cruzou e contou com o cabeceio de Liedson. O goleiro Luiz subiu e agarrou com firmeza. Logo depois, o técnico Tite fez sua primeira substituição. Moradei saiu para a entrada de Moacir.

Aos 40 min, o Timão teve sua melhor chance de empate. Willian escapou pela esquerda, foi até a linha de fundo e cruzou para Ramírez. O peruano cabeceou da entrada da pequena área, mas a bola foi forte demais e passou um pouco acima do travessão adversário. Além do gol, o São Caetano chegou bem ao ataque e sem condições de impedimento apenas aos 45 min. Bruno cruzou da lateral para a área, mas Júlio César, bem posicionado, encaixou antes do atacante do Azulão chegar na bola.

O Corinthians voltou para a segunda etapa com uma alteração. Bruno César entrou no lugar de Ramírez. Em sua primeira chance, o meia chegou até a linha de fundo e cruzou com perigo. O goleiro Luiz precisou se esticar e dar um soco na bola para conseguir evitar o empate alvinegro.

O Timão dominava a partida, mas, aos 10 min, Eduardo conseguiu marcar um belo gol e ampliar o placar para o São Caetano. O atacante driblou dois marcadores corinthianos e chutou com categoria para o fundo do gol de Júlio César: 2 a 0. A equipe do Parque São Jorge chegou bem aos 14 min com Liedson. O atacante se desvencilhou do marcador e chutou de fora da área. A bola passou com perigo perto da trave de Luiz.

A chuva começou a cair com força no segundo tempo e, com o apoio da fiel torcida, o Alvinegro passou a pressionar a equipe do ABC Paulista com mais ímpeto ainda. Morais recebeu cruzamento da esquerda e chutou de primeira, a bola passou com muito perigo. No lance seguinte, após boa troca de passes, Willian lançou a bomba da entrada da área e o goleiro Luiz teve que se esforçar muito para evitar o empate. No rebote, Bruno César dividiu com o goleiro e por pouco não marcou. Aos 21 min, Tite fez sua última substituição. Danilo entrou no lugar de Morais.

Aos 22 min, mais duas chances incríveis do Timão. Fábio Santos cruzou para a área e Danilo cabeceou. O goleiro Luiz fez milagre e espalmou a bola. Logo depois, Bruno César recebeu passe no alto e chutou de primeira, num lindo voleio. A bola carimbou o travessão do São Caetano.

O Corinthians pressionava o adversário por todos os lados, mas o goleiro do Azulão estava em tarde inspirada e evitava os gols do Alvinegro. Aos 30 min, Willian recebeu dentro da área, girou e chutou rasteiro. Luiz encaixou com tranquilidade. Dois minutos depois, Chicão cobrou falta da entrada da área no alto do gol, mas, novamente, Luiz espalmou para escanteio.

Aos 35 min, o esforço e garra corinthiana trouxeram o gol alvinegro. Paulinho recebeu da entrada da área e chutou uma bomba para o gol. A bola desviou no marcador do Azulão e balançou a rede adversária: 2 a 1. O São Caetano quase aumentou a diferença aos 39 min. Aílton recebeu livre dentro da área, mas Júlio César saiu muito bem e mandou para escanteio.

A chuva apertou mais ainda nos minutos finais, mas a pressão corinthiana seguia forte. Moacir recebeu lançamento de Danilo aos 42 min e chutou. A bola foi um pouco mais forte do que o necessário e passou por cima do gol. Depois de uma falta aos 47 min, Leandro Castán recebeu o primeiro cartão amarelo do elenco corinthiano na partida. O Corinthians continuou pressionando de todas as formas, mas não conseguiu chegar ao empate.

O próximo confronto do Timão será no domingo (17), contra o Santo André. A última partida da primeira fase do Campeonato Paulista está marcada para às 16h, no estádio Bruno José Daniel. O Alvinegro já está classificado para as quartas de final e joga para definir seu adversário da próxima fase.

GAMES ICFUT–Notícias 10/04/11

  • Michael Jackson – The Experience: Edição de Colecionador
  • EA anuncia filme e anime de Mass Effect
  • Minecraft ~ Versão completa já tem data marcada
  • Portal 2: Rato de laboratório
  • Novo Ridge Racer parecido com Burnout
  • Vaza trailer com expansão Arcade Edition para Super Street Fighter IV
  • O que pode ser melhorado em FIFA 12?
  • Rise of Nightmares será o primeiro jogo de Kinect para maiores de 18 anos
  • Arnold Schwarzenegger planeja videogame baseado em sua vida como governador da Califórnia

Para ler as matérias, acesse: https://icfut.wordpress.com/games/

ICFUT – Jogos de hoje pelos Estaduais

CAMPEONATO PARANAENSE

ARAPONGAS x PARANAVAÍ
IRATY x RIO BRANCO-PR
ROMA x CASCAVEL
CIANORTE x ATLÉTICO-PR
CORITIBA x CORINTHIANS-PR

CAMPEONATO BRASILIENSE

FORMOSA x BRASILIENSE
BOTAFOGO-DF x GAMA

CAMPEONATO POTIGUAR

ABC x PALMEIRA
BARAÚNAS x SANTA CRUZ-RN
ASSU x CORINTIANS-RN
CENTENÁRIO x POTIGUAR DE MOSSORÓ
AMÉRICA-RN x ALECRIM

CAMPEONATO PAULISTA

CORINTHIANS x SÃO CAETANO
NOROESTE x SÃO PAULO
AMERICANA x SANTOS
OESTE x PONTE PRETA
LINENSE x BRAGANTINO

CAMPEONATO GAÚCHO

INTERNACIONAL x CANOAS
SANTA CRUZ-RS x GRÊMIO
CAXIAS x SÃO LUÍZ-RS
VERANÓPOLIS x JUVENTUDE
NOVO HAMBURGO x LAJEADENSE
SÃO JOSÉ-RS x YPIRANGA-RS
PELOTAS x CRUZEIRO-RS

CAMPEONATO CEARENSE

FERROVIÁRIO x CEARÁ
GUARANY DE SOBRAL x FORTALEZA
CRATO x ITAPIPOCA
LIMOEIRO x QUIXADÁ

CAMPEONATO GOIANO

CRAC x GOIÁS
ANAPOLINA x VILA NOVA-GO
GOIANÉSIA x SANTA HELENA
TRINDADE x MORRINHOS

CAMPEONATO PARAIBANO

BOTAFOGO-PB x AUTO ESPORTE
TREZE-PB x CAMPINENSE
DESPORTIVA-PB x SOUSA
ESPORTE x NACIONAL DE PATOS

CAMPEONATO PARAENSE

PAYSANDU x INDEPENDENTE
SÃO RAIMUNDO-PA x ÁGUIA DE MARABÁ

CAMPEONATO MINEIRO

CALDENSE x ATLÉTICO-MG
AMÉRICA-MG x DEMOCRATA-GV
IPATINGA x UBERABA
AMÉRICA-TEÓFILO OTONI x VILLA NOVA-MG
GUARANI-D x FUNORTE

CAMPEONATO PERNAMBUCANO

AMÉRICA-PE x NÁUTICO
SANTA CRUZ X VITÓRIA-PE
CENTRAL x YPIRANGA-PE
CABENSE x SALGUEIRO
PETROLINA x ARARIPINA

CAMPEONATO CARIOCA

DUQUE DE CAXIAS x RESENDE
AMERICANO x FLUMINENSE
BOTAFOGO x FLAMENGO

CAMPEONATO BAIANO

ATLÉTICO ALAGOINHAS x BAHIA
VITÓRIA DA CONQUISTA x BAHIA DE FEIRA
CAMAÇARI x FEIRENSE
FLUMINENSE-BA x JUAZEIRO
COLO COLO x IPITANGA

CAMPEONATO ALAGOANO

ASA x CORINTHIANS-AL

CAMPEONATO CATARINENSE

FIGUEIRENSE x CRICIÚMA
MARCÍLIO DIAS x AVAÍ
JOINVILLE x IMBITUBA
CONCÓRDIA x CHAPECOENSE
METROPOLITANO x BRUSQUE

ICFUT – Loco Abreu vai atuar no clássico com chuteira contra o racismo

Fonte: gazetaesportiva.net

O atacante uruguaio Loco Abreu irá atuar com uma chuteira de cor branca, outra de cor preta, no clássico contra o Flamengo, neste domingo, no Engenhão. A ideia é transmitir uma mensagem contra o racismo no futebol.

No clássico, Loco Abreu usará uma chuteira branca, outra preta, em ato contra o racismo no futebol

A ação do camisa 13 botafoguense vem como resposta aos atos de racismo que aconteceram recentemente, como no caso do atacante Neymar, no amistoso entre Brasil e Escócia, em Londres, além dos ataques a Roberto Carlos e Marcelo, feitos por torcedores do Zenit, da Rússia, e Atlético de Madri, respectivamente.

A partida entre Flamengo e Botafogo acontecerá às 18h30 (de Brasília), e é válida pela sétima rodada da Taça Rio. O rubro-negro tem 12 pontos e está na vice-liderança do Grupo A, que tem o Vasco como líder, com 16 pontos. O Botafogo está na segunda posição do Grupo B, três pontos atrás do Olaria, que, assim como o Vasco, já jogou nesta rodada.

ICFUT – Felipão avisa: Wellington Paulista será, no máximo, reserva na 4ª

Fonte: gazetaesportiva.net

t_22890_20110410085635

Centroavante já treina no Verdão desde quinta e deve estrear entrando no segundo tempo

Depois de passar toda a temporada de 2010 sem ver um camisa 9 como titular, ainda não será na próxima quarta-feira, no Estádio Bruno José Daniel, contra o Santo André, que o palmeirense assistirá à estreia de Wellington Paulista desde o início do jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O centroavante deve estrear entrando só no segundo tempo.

"Como vou pôr o Wellington Paulista como titular na quarta-feira se não o vi nem chutar uma bola?", indagou Luiz Felipe Scolari, que já conversou com o reforço e o acompanhou realizando somente atividades leves na quinta e sexta-feira nos campos da Academia de Futebol.

O futebol que o jogador praticava no Cruzeiro há menos de duas semanas valerá apenas a presença no banco de reservas. "Uma coisa é jogar no Cruzeiro com Pedro, Paulo, Juca e Mane, outra é jogar aqui com Manoel, Joãozinho e Pedrinho. Provavelmente ele possa até fazer parte do grupo e entrar no decorrer do jogo", justificou o treinador.

O atacante é apontado por Felipão como um atleta com características similares às de Kleber, e o próprio Wellington concorda com isso. O técnico já avisou que quer vê-los juntos em boa parte das partidas em 2011, mas, por enquanto, poderá usar o recém-contratado mais para dar descanso ao Gladiador durante os jogos. A não ser que o desempenho no treino da tarde desta segunda-feira seja surpreendente.

"Preciso dar um mini-coletivo, ver como ele se comporta sem bola, em que posição posso usá-lo com outro meia… Só com este tempo. A não ser que na segunda-feira eu veja vídeos do Santo André e depois de um trabalhinho achar que posso correr o risco de um desentrosamento", projetou Scolari.

Sem poder escalar Wellington Paulista no Campeonato Paulista porque o centroavante chegou depois das inscrições, o comandante do Verdão deseja, pelo menos, que o camisa 9 apareça no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF nesta segunda-feira para já poder escalá-lo na Copa do Brasil. "Espero pelo Wellington porque é começo de decisão", comentou.

ICFUT – Neymar mostra simplicidade em dia de ator em série da HBO

Fonte: uol.com.br

"Já sabem que roupa ele vai usar?" A pergunta do assistente de direção tinha ar de preocupação no set armado numa casa do Morumbi.

Todos esperavam Neymar, principal astro do futebol em território nacional, na manhã de quinta, apenas um dia depois da partida contra o Colo Colo, na qual o santista foi expulso após fazer um golaço e receber o segundo amarelo por usar uma máscara na comemoração.

Mastrangelo Reino/Folhapress

O atacante Neymar durante gravação da série "FDP" da HBO que irá ao ar em setembro

O atacante Neymar durante gravação da série "FDP" da HBO que irá ao ar em setembro

O atacante era aguardado para uma pequena participação numa série da HBO que retrata o universo do futebol.

Como ele, outros jogadores do presente e do passado e profissionais da área fizeram pontas na produção da Pródigo, prevista para estrear no segundo semestre.

Um membro da equipe mostrava apreensão após a partida da noite anterior, quando o astro deixou o campo desnorteado. "Estava torcendo tanto para dar tudo certo ontem", afirmava.

Já passava das 10h30 quando começou uma correria. Neymar chegara. Óculos escuros, boné dos Yankees e roupa estilosa, a estrela do dia parecia acabrunhada, talvez pela noite anterior, talvez pelo horário (enfrentou trânsito do litoral à capital).

Até técnicos santistas da equipe de filmagem esperavam o mau humor e a marra do craque, evidente em várias entrevistas pós-jogo.

No entanto, foi só se sentar na cadeira para maquiagem e o jovem atacante mudou –o humor, não o topete.

A roupa estava lá. Um jaleco azul. Seu papel? O de um trabalhador comum, chamado para arrumar um filtro.

Já habituado a comerciais, era a primeira vez que Neymar interpretava outro papel que não o dele mesmo. Tinha que vestir outra máscara. E não demonstrou dificuldade.

Na cena, um ator chegava esbaforido e invadia a cozinha à procura de alguém.

"O senhor ainda vai querer o seu copo d’água?", perguntou a mulher. "Água hoje não vai rolar, não. Só na autorizada", respondia o técnico Neymar, que era surpreendido em seguida: "Mas sem fazer firula, viu, rapaz!".

A resposta da atriz foi seguida pelo grito "Valeu, muito bom" e uma mistura de palmas e risos. A cena foi escrita na hora pelo diretor, tirando gargalhada até do atacante, já entrosado com todos no set. "Daqui a pouco, eu conserto de verdade", disse após nova tomada.

A cena, com duração de poucos segundos, precisou de quase uma hora para deixar a equipe satisfeita. Neste período, Neymar transparecia seus 19 anos em constantes caretas para a câmera _sem deixar de mascar o chiclete com o qual chegou.

Em nada Neymar parecia o jogador arrogante e mascarado em campo. Que não demonstra saber seu limite e que desafia quase que por capricho treinadores, juízes e rivais, o que lhe rendeu apelidos como Neymonstro.

Foi só o diretor liberar a equipe, e todos correram em direção ao ídolo para fotos e autógrafos, atendidos prontamente pelo craque. "É minha segunda profissão", dizia ele, sem lembrar a figura desequilibrada do dia anterior, sem máscara.

ICFUT–Internacional confirma acerto com Falcão: ‘Só falta formalizar’

Fonte: globo.com

Ex-jogador e ídolo do clube será anunciado oficialmente nesta segunda

Falcão durante lançamento de livro (Foto: VIPCOMM)Falcão (foto)deve ser mesmo o
substituto de Celso Roth (Foto: VIPCOMM)

Ainda não é oficial, mas Inter e Paulo Roberto Falcão chegaram a um acerto e o ex-jogador e ídolo do clube será o substituto de Celso Roth. Na manhã deste domingo, o vice-presidente de futebol colorado, Roberto Siegmann, confirmou que só falta a assinatura do contrato:

– Chegamos a um acerto. Só falta formalizar – disse, em entrevista por telefone ao clicRBS.

O dirigente não entrou em detalhes sobre o contrato, que deve ser de dois anos. E informou que o anúncio oficial deve acontecer nesta segunda-feira.

O nome de Falcão já era dado com certo pela imprensa no início da tarde de sexta-feira. Em entrevista à Rádio Gaúcha, o comentarista afirmou que estava satisfeito e que analisaria com muita calma uma proposta do Colorado, e avisou que não poderia dizer mais nada.

Ainda na noite de sexta, o presidente colorado, Giovanni Luigi, deu pistas de que Falcão poderia ser o novo treinador. Ao chegar ao Centro de Eventos do Beira-Rio, onde acontecia a festa pelos 102 anos do Inter, afirmou que o ex-jogador "era um grande nome" e que conhecia "o futebol gaúcho e o futebol brasileiro".

Julinho Camargo é o auxiliar

Falcão terá como auxiliar técnico na sua comissão Julinho Camargo, que comandou o Novo Hamburgo no Campeonato Gaúcho deste ano. Siegmann confirmou a contratação nesse sábado:

– Julinho é uma contratação do departamento de futebol, independente de quem seja o técnico – falou o dirigente.

Relação com o Inter

Falcão vestiu a camisa colorada por sete anos e conquistou três campeonatos brasileiros. Se transferiu para o Roma em 1980. Foi titular da Seleção Brasileira na Copa de 1982, enquanto ainda jogava na Europa. Depois retornou ao Brasil, para defender o São Paulo.

A primeira experiência como técnico foi na Seleção Brasileira. Assumiu em a equipe em 1990 e permaneceu no cargo até o final da Copa América de 1991. Sob seu comando, o Brasil disputou 17 jogos. Foram seis vitórias, sete empates e quatro derrotas.

Antes de retornar ao Inter como treinador, comandou o América do México. Na volta ao Beira-Rio, Falcão não experimentou o sucesso dos tempos de jogadores. Em 14 partidas em 1993, venceu cinco, perdeu cinco e empatou quatro — aproveitamento de 50%. Como naquela época as vitórias valiam dois pontos, de 24 disputados, Falcão conquistou 14.

ICFUT – Fla pode completar 20ª partida sem derrotas

Fonte: lancenet

Botafogo tenta quebrar série invicta do rival no clássico

Flamengo x Botafogo - Rodrigo Mancha (Foto: Bruno de Lima)Último clássico entre Botafogo e Flamengo terminou empatado em 1 a 1 (Foto: Bruno de Lima)

O Flamengo poderá completar a 20ª partida sem derrotas, neste domingo, contra o Botafogo. Único invicto ao lado do Coritiba entre os times que disputarão a Série em 2011, o Rubro-Negro, porém, terá um adversário que já derrubou uma outra série histórica. O Glorioso, em 1979, foi o responsável por determinar o fim de uma sequência de 52 partidas sem derrota do rival.

Mais do que interromper a marca considerável do Flamengo, o gol marcado por Renato Sá no triunfo por 1 a 0 impediu que o time rubro-negro, naquele ano, superasse o recorde de 52 jogos também conseguido pelo Alvinegro anteriormente, entre 1977 e 1978.

– Ninguém fica invicto para sempre. Chega uma hora que vai ter de perder. Espero que seja no domingo – disse o volante botafoguense Bruno.

CLASSIFICAÇÃO

Invencibilidade à parte, Botafogo e Flamengo dependem da vitória para encaminhar, na última rodada, suas classificações à fase final da Taça Rio. Caso um deles sai derrotados, poderá ser ultrapassado na tabela por concorrentes diretos, como Americano e Duque de Caxias. No Grupo B, o Botafogo tem a mesma pontuação do Fluminense, mas leva a vantagem no saldo. Já o Flamengo está só um ponto à frente do clube de Campos.

Por ICFUT – Brasil derrota Argentina e leva título sul-americano sub-17 pela 10ª vez

Com direito a golaço do vascaíno Guilherme, Seleção faz bela partida e conquista o caneco no Equador mais uma vez diante dos hermanos

Fonte – GLOBOESPORTE.COM Quito, Equador

Em sua melhor exibição no Sul-Americano sub-17, a Seleção Brasileira derrotou a arquirrival Argentina por 3 a 2, neste sábado, e assegurou o título da competição realizada no Equador pela décima vez na história. Os gols do triunfo no estádio Casablanca, em Quito, que ratificaram a freguesia dos hermanos diante do Brasil no torneio (com apenas duas conquistas, eles já haviam sido superados em outras cinco oportunidades pela equipe canarinho), foram anotados por Léo, Matheus e Guilherme, este último uma verdadeira pintura.

O resultado deixou o Brasil com 13 pontos no hexagonal final do torneio, quatro à frente do vice-campeão Uruguai e a seis dos hermanos. Além do caneco, o quarto conscutivo, e de solidificar sua hegemonia no continente, a equipe canarinho também está garantida no Mundial da categoria, que será realizado no México, em junho.

Comemoração da seleção sub 17 contra a Argentina (Foto: AFP)Brasil comemora vitória e título. E tudo isso diante da arquirrival Argentina

Para ser campeã, a Argentina entrou em campo precisando vencer o Brasil por 2 a 0 para tirar a diferença no saldo de gols e se sagrar campeã. Mas, apesar da vantagem de poder perder por até um gol de diferença, o Brasil começou pressionando, atacando em bloco e com apoio dos laterais. Aos quatro, o atacante Léo, que defende o Cruzeiro, fez bela jogada individual e tocou na medida para o meia-atacante Lucas Piazón. Já negociado com o Chelsea, o são-paulino chutou por cima do gol.

Os dez títulos do Brasil no Sul-Americano sub-17: 1988 1991, 1995, 1997, 1999, 2001, 2005, 2007, 2009 e 2011

Dois minutos depois, o vascaíno Guilherme tabelou com Adryan, atleta do Flamengo, e obrigou o goleiro Sequeira fazer grande defesa. O arqueiro dos hermanos voltou a trabalhar aos 12. Lucas Piazón recebeu do lado direito, cortou para o meio e chutou rasteiro no canto. Sequeira se esticou todo e espalmou a bola que ainda bateu na trave. Na sequência, Léo chutou cruzado e, por pouco, Marlon Bica, volante do Inter-RS, não marcou de carrinho.

Aos 20, a primeira chegada com perigo da Argentina. Após lançamento da defesa, Lucas Pugh recebeu sozinho na intermediária canarinho, penetrou na área, mas demorou na hora do arremate permitindo o corte do lateral Wallace, do Fluminense.

O lance despertou o rival que, aos 22, quase abriu o placar com um forte chute de Carreras de fora da área. Bem colocado, o goleiro Charles, do Cruzeiro, espalmou para escanteio.

Chuva de gols

As jogadas argentinas não causaram desespero no Brasil que, já debaixo de chuva, abriu o placar aos 28. Após passe de Lucas, Adryan recebeu na ponta esquerda e cruzou na medida para Léo, de cabeça, colocar no fundo das redes .

Pouco tempo depois, em um dos principais defeitos da Seleção Brasileira sub-17, a bola aérea, a Argentina igualou aos 31 com o capitão Baez subindo mais alto que a defesa canarinho e conferindo um escanteio cobrado pela direita.

No entanto, em uma resposta imediata no minuto seguinte, Guilherme recebeu na área, matou no peito e, de voleio, encobriu Sequeira colocando novamente o Brasil em vantagem.

Antes do término do primeiro tempo, Léo driblou dois marcadores, entre eles o goleiro adversário, e chutou. Para o azar do cruzeirense, a zaga argentina salvou em cima da linha e evitou um outro golaço aos 45.

Mudanças

Para a segunda etapa, o técnico Emerson Ávila, colocou o volante Hernani, do Atlético-PR, na vaga de Wallace, que havia recebido amarelo na etapa inicial. Com a mudança, o gremista Misael se deslocou para a lateral direita.

A substituição não atrapalhou o desempenho do Brasil, que seguiu controlando a partida sem sofrer muitos sustos. Aos 26, Léo quase ampliou após bela jogada do lateral Emerson, do Santos. No lance, o atacante, artilheiro da equipe na competição com quatro gols, sentiu um problema no joelho esquerdo e deu vaga a Pedro Paulo que, assim como Léo, defende a Raposa.

Zagueiro brasuca marca, mas vacila

Sem o goleador, o zagueiro Matheus, do Grêmio, fez as vezes de artilheiro e, aos 32, conferiu de cabeça um cruzamento da esquerda de Adryan para fazer terceiro (vídeo ao lado). No entanto, aos 26, o defensor cochilou atrás e permitiu que Andrada voltasse a deixar o placar apertado a favor do Brasil.

Nos minutos seguintes, a Argentina pressionou, mas os garotos do Brasil mostraram ter sangue de veteranos, garantiram o triunfo e celebraram o título no vazio, porém caloroso, estádio Casablanca. Sob os versos de “Sou Brasileiro, com muito orgulho e muito amor”, o capitão Marquinhos ergueu o troféu e fez a festa.

O técnico Emerson Ávila levou a campo a seguinte escalação neste sábado: Charles (Cruzeiro), Wallace (Fluminense), Matheus (Grêmio), Marquinhos (Corinthians) e Emerson (Santos); Marlon Bica (Inter-RS), Misael (Grêmio), Guilherme (Vasco), Adryan (Flamengo) e Lucas Piazon (São Paulo / Chelsea); Léo (Cruzeiro).

A CAMPANHA DO BRASIL
Primeira fase
Brasil 4 x 3 Venezuela
Brasil 2 x 1 Chile
Brasil 1 x 2 Paraguai
Brasil 5 x 1 Colômbia
Hexagonal final
Brasil 0 x 0 Uruguai
Brasil 1 x 0 Colômbia
Brasil 3 x 2 Equador
Brasil 3 x 1 Paraguai
Brasil 2 x 1 Argentina