ICFUT – Cientistas projetam nuvem artificial para Copa do Catar

Fonte: folha.com

Cientistas da Universidade do Catar apresentaram o projeto de um aparelho que produziria uma nuvem artificial para amenizar o calor previsto nos jogos da Copa do Mundo de 2022, a ser realizada nesse país.

O calor do verão no Catar é uma das principais preocupações da Fifa e da organização do mundial.

Universidade do Catar

Nuvem artificial flutuaria no céu com a ajuda de gás hélio, bloqueando os raios solares e refrescando o estádio

Nuvem artificial flutuaria no céu com a ajuda de gás hélio, bloqueando os raios solares e refrescando o estádio

Os pesquisadores do Departamento de Engenharia Industrial da universidade criaram uma animação que mostra como funcionaria o aparelho, que seria comandado por controle remoto e construído com uma liga de carbono leve e resistente.

A nuvem flutuaria no céu com a ajuda de gás hélio, bloqueando os raios solares e refrescando o estádio onde se realiza o jogo.

O aparelho também seria programado para mudar de posição de acordo com o movimento do sol.

Calcula-se que construir o aparelho custaria algo em torno de US$ 500 mil (cerca de R$ 836 mil), mas o custo poderia ser menor se mais "nuvens" forem produzidas em grande escala.

ICFUT – Nilmar é vetado e está fora do amistoso da seleção contra a Escócia

Fonte: uol.com.br

nilmar-em-lance-de-brasil-3-x-0-ira-1286480475423_300x300

Nilmar sofreu estiramento muscular e foi vetado, mas pediu para continuar com a seleção brasileira

Nesta sexta-feira, foi confirmada a ausência de Nilmar no amistoso da seleção brasileira contra a Escócia. Lesionado, o atacante do Villarreal não se recuperará a tempo de participar do jogo deste domingo, no estádio Emirates, em Londres.

O jogador sofreu um estiramento muscular no último fim de semana, na partida entre Villarreal e Athletic Bilbao pelo Campeonato Espanhol. Com a ausência no amistoso, Nilmar foi desconvocado e deve se apresentar e breve ao clube espanhol para continuar seu tratamento. O atacante preferiria permanecer com o grupo em Londres.

"Examinado pelo médico Rodrigo Lasmar, com uma lesão muscular na coxa direita, o atacante Nilmar está desconvocado do amistoso de domingo contra a Escócia", informou a CBF em comunicado oficial.

Na quinta-feira, Nilmar se apresentou e foi examinado pela equipe médica da seleção, que confirmou a gravidade do problema. Hoje, o atacante permaneceu no hotel no qual a equipe está hospedada e seguiu uma rotina de tratamento.

Com a confirmação da ausência de Nilmar, Mano Menezes vê suas opções para o ataque se reduzirem. Alexandre Pato, que havia sido convocado pelo treinador, está com uma lesão no tornozelo e também não enfrenta a Escócia.

Para o duelo contra os escoceses, Mano terá à disposição os atacantes Jonas, Neymar e Leandro Damião – que foi chamado após os problemas físicos de Pato e Nilmar no fim de semana.

Brasil e Escócia se enfrentam às 10h (horário de Brasília), com transmissão ao vivo das TVs Globo e Sportv e acompanhamento do Placar UOL Esporte.

ICFUT – Atacante supera câncer e problema nas pernas para ser um dos destaques do Paulista

Fonte: uol.com.br

danielzinho-atacante-do-sao-bernardo-1300995565311_300x300

Jogador já marcou três gols neste Campeonato Paulista e é o destaque do São Bernardo

Em seu primeiro ano na elite do futebol paulista, o São Bernardo tem oscilado e ocupa atualmente posição intermediária, lutando ainda para evitar o rebaixamento. Apesar dessa campanha, um jogador tem se destacado. E, para brilhar, o atacante Danielzinho, de 23 anos, teve de superar não apenas a forte concorrência no esporte, mas também um câncer e até dificuldades para ficar de pé.

Os primeiros sintomas da doença começaram a surgir quando Danielzinho tinha apenas um ano. Mesmo sem saber do que se tratava, a mãe do agora destaque do São Bernardo percebeu que havia algo errado com o filho.

“Meus irmãos já andavam com um ano, e eu não. Comecei a ficar fraco e perder o cabelo. Fui então diagnosticado com leucemia e fiquei internado. Comecei a ter muitas feridas na pele, e minha mãe disse que não podia encostar em mim nem entrar no quarto sem máscara, pois poderia passar bactérias”, explicou o jogador ao UOL Esporte.

A leucemia é um tipo de câncer que atinge o sangue. Os pacientes que sofrem da doença normalmente são submetidos a um tratamento e, em alguns casos, chegam a receber um transplante de medula óssea.

De família humilde, Danielzinho recebeu o tratamento adequado. Mas, para isso, seus pais (Raimundo e Marília) tiveram de fazer sacrifícios. Os poucos bens foram vendidos, incluindo um pequeno terreno em Santos e até utensílios do lar, como geladeira, fogão, entre outros. Mesmo assim, por pouco o esforço não foi em vão.

“Um dia os médicos chegaram para a minha mãe e disseram para ela desistir de mim e ir para casa, pois a doença estava em um estágio avançado e não havia mais nada que eles pudessem fazer”, relembrou Danielzinho.

Mesmo desacreditado pelos médicos, o jogador conseguiu se recuperar e, cerca de um ano depois do diagnóstico, se curou. Sua batalha por uma vida normal, no entanto, ainda teve outro capítulo. Mesmo livre da leucemia, o atleta ainda tinha dificuldades para se manter de pé, fato que obrigou sua família a recorrer a outro tratamento.

“Minha mãe teve de ir até a AACD e eles disponibilizaram uma bota ortopédica, pois minhas pernas eram muito tortas e, embora estivesse curado, não conseguia ficar de pé. Com ela, fui me endireitando e fiquei firme de novo”, disse o jogador.

Todo o esforço demonstrado na luta contra os problemas físicos começaram a dar frutos agora. Depois de disputar a reta final do Campeonato Brasileiro pelo Avaí, o jogador retornou ao São Bernardo e, atualmente, é o atleta que mais finaliza na competição, além de ser o terceiro que mais dribla (atrás apenas de Neymar e Lucas). Com três gols, o jogador também é o artilheiro do seu time, ao lado de Elionar Bombinha.

“Hoje dou graças a Deus por conseguir respirar, andar e jogar futebol. Um dia pretendo reembolsar meus pais por tudo que eles fizeram. Assim que der, será a primeira coisa que vou fazer”, completou Danielzinho.

OS FINALIZADORES

Danielzinho (São Bernardo)   4,2

Dagoberto (São Paulo)             4,1

Elano (Santos)                             3,9

Liedson (Corinthians)              3,9

OS DRIBLADORES

Neymar (Santos)                       7,6

Lucas (São Paulo)                      6,8

Danielzinho (São Bernardo) 4,8

Roger (Oeste)                             4,2

ICFUT – E agora, Tite? Chegada do Imperador obriga mudança de esquema

Fonte: lancenet

Ao lado de Liedson, no ataque, Adriano impõe modificação na tática do treinador, que deve sacar Dentinho

Adriano - (Foto: Cleber Mendes) A contratação de Adriano ao Corinthians traz um ‘problema’ tático para o técnico Tite (Foto: Cleber Mendes)

A chegada de Adriano ao Corinthians traz um ‘problema’ tático para o técnico Tite. O treinador começou 2011 decidido a apresentar o time na formação com três atacantes, com Jorge Henrique, Dentinho e Ronaldo. Após a eliminação na Libertadores, o técnico deu lugar a uma formação mais cautelosa, com dois homens na linha ofensiva de meio de campo e dois mais à frente. A modificação deu resultado, e, com Liedson, o Timão de Tite conseguiu resultados melhores. Agora, com o Imperador, o técnico se vê forçado a mudar seu esquema tático.

Para incluir Adriano entre os onze titulares, o mais provável é que Tite promova a saída de Dentinho. O técnico tem as funções de cada jogador bem definidas no esquema tático. A dificuldade em encaixar o Imperador se dá pelo fato do Corinthians atual já jogar com três atacantes de origem, apesar da função mais defensiva de Jorge Henrique.

Para que Adriano entre no time, um dos jogadores de frente terá de sair. Incluir o Imperador e manter Liedson, Dentinho e Jorge Henrique acarretaria na saída de um dos homens do meio de campo e tornaria a formação muito vulnerável. Com o artilheiro Liedson em ótima fase e Jorge Henrique desempenhando o papel da "sustentação", tão exaltado por Tite, o mais cotado para perder o lugar é Dentinho.

Por outro lado, caso Tite forme o Corinthians com Jorge Henrique, Liedson e Adriano, o Levezinho – artilheiro do time na temporada – terá de assumir função um pouco diferente da atual. Com o Imperador como referência na área, Liedson acaba se tornando um segundo atacante, de chegada, mas de mais movimentação fora da grande área.

No Flamengo de 2010, Adriano atuou ao lado de Vagner Love, no setor ofensivo. A função do atacante no clube carioca durante o ano passado é similar à que terá de desempenhar Liedson. Vagner Love, inclusive, não deixou de fazer gols por jogar mais distante do gol adversário, fora da área. No Campeonato Carioca, em 2010, ele marcou 15 gols, contra apenas 11 do Imperador.

Com um Corinthians remanejado taticamente, Tite terá de quebrar a cabeça de uma maneira que não gostaria. O técnico sempre ressaltou a importância da repetição, de se construir um padrão de jogo a partir da insistência no esquema tático. Adriano, de fato, é uma grande contratação para o Corinthians, mas trará a Tite uma grande dor de cabeça para desmontar o atual esquema tático.

ICFUT – Parabéns Atlético Mineiro pelos 103 anos !

Fonte: Site Oficial do Clube


História

Reconhecido como um clube de massa, o Atlético possui uma das histórias mais ricas do futebol brasileiro.

Em 25 de março de 1908, um grupo de estudantes se reuniu no coreto do Parque Municipal, em Belo Horizonte. Esse foi o acontecimento que marcou a criação do Clube Atlético Mineiro, que romperia as fronteiras de Minas Gerais e do Brasil para se tornar um dos maiores clubes do futebol mundial. Ao longo de sua existência, o Galo se caracterizou como time do povo, o que impulsionou, de forma avassaladora, o crescimento do Clube.

Como prenúncio da trajetória vitoriosa que viria a trilhar, o Atlético venceu o seu primeiro desafio. Em 21 de março de 1909, a equipe alvinegra derrotou o Sport Club Futebol por 3 a 0, na casa do adversário. O primeiro gol do Galo foi marcado por Aníbal Machado, que se tornaria um grande escritor brasileiro. O rival não se conformou com a derrota, pediu revanche e foi novamente superado, desta vez pelo placar de 2 a 0. Na terceira partida entre as equipes, o Atlético aplicou uma goleada por 4 a 0, resultado que causou a extinção do Sport.

Pioneirismo – Os 101 anos de história do Atlético são marcados pelo pioneirismo, dentro e fora de campo. Em 1908, foi o primeiro time mineiro a trocar as antigas bolas de meia pelas bolas de couro. Seis anos mais tarde, conquistou o primeiro torneio de futebol realizado em Minas Gerais, a Taça Bueno Brandão. Em 1915, venceu o primeiro campeonato oficial de futebol do Estado, organizado pela Liga Mineira de Esportes Terrestres, atual Federação Mineira de Futebol (FMF).

Em 1929, em nova página vanguardista, o Galo disputou o primeiro jogo internacional de uma equipe mineira, vencendo o então Campeão Português Victória de Setúbal, por 3 a 1. Os gols foram marcados por Mário de Castro (2) e Said. A partida foi disputada no estádio Antônio Carlos, que havia sido inaugurado em 30 de maio daquele ano e foi um dos primeiros do Brasil a instalar refletores. O jogo de inauguração do estádio, também conhecido como Estádio de Lourdes, foi contra o Corinthians e o Galo venceu por 4 a 2, gols de Mário de Castro (3) e Said. Em 17 de agosto do ano seguinte, o estádio recebeu a visita do então presidente da Fifa, Jules Rimet, que acompanhou, pela primeira vez, um jogo noturno.

Ainda em 1930, o Galo teve o primeiro jogador de fora do eixo Rio-São Paulo convocado para a Seleção Brasileira: o atacante Mário de Castro. O convite, no entanto, foi recusado pelo atleta. Na ocasião, ele alegou que não vestiria nenhuma camisa que não fosse a alvinegra, com a qual marcou 195 gols em apenas 100 jogos, provavelmente a maior média do futebol mundial.

Em janeiro de 1937, o Atlético se sagrou Campeão dos Campeões do Brasil, na primeira competição interestadual profissional realizada no País. O torneio foi organizado pela Federação Brasileira de Futebol (FBF) e reuniu as equipes vencedoras dos estaduais de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. Logo depois, a FBF se fundiu à Confederação Brasileira de Desportos (CBD), atual Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em 1950, o Galo realizou inédita excursão pela Europa. Entre 2 de novembro e 7 de dezembro daquele ano, o time disputou dez partidas contra equipes da Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e França. Foram seis vitórias, dois empates e apenas duas derrotas. A notável campanha nos frios gramados do Velho Continente, alguns cobertos de neve, rendeu ao Atlético o título simbólico de ‘Campeão do Gelo’ e abriu as portas da Europa para o futebol brasileiro.

Mais um feito inédito seria alcançado em 1969, quando o Atlético se tornou a única equipe do mundo a derrotar a Seleção Brasileira que, um ano depois, conquistaria o tricampeonato mundial, no México. Atuando no Mineirão, o Galo venceu por 2 a 1, gols de Amaury e Dadá Maravilha, com Pelé, em posição de impedimento, descontando para o Brasil.

Em 1971, o Atlético se sagrou o primeiro Campeão Brasileiro, conquistando o título com vitórias sobre São Paulo e Botafogo no triangular final da competição. A escrita pioneira continuou em 1992, com a conquista continental da primeira Copa Conmebol.

Fundadores – Aleixanor Alves Pereira, Antônio Antunes Filho, Augusto Soares, Benjamim Moss Filho, Carlos Maciel, Eurico Catão, Francisco Monteiro, Hugo Fracarolli, Humberto Moreira, Horácio Machado, João Barbosa Sobrinho, Jorge Dias Pena, José Soares Alves, Júlio Menezes Mello, Leônidas Fulgêncio, Margival Mendes Leal, Mário Neves, Mário Lott, Mário Toledo, Mauro Brochado, Raul Fracarolli e Sinval Moreira.

Presidentes

01. Margival Mendes Leal (08-10)
02. Aleixanor Alves Pereira (11)
03. Jair Pinto dos Reis (12-13)
04. Joao Luiz Morethzon (14)
05. Roberto Xavier Azevedo (15-16/23)
06. Nilo Rosemburg (17)
07. Jorge Dias Pena (18)
08. Antonio Antunes Filho (19)
09. Alvaro Felicissimo P. Xavier (20)
10. Alfredo Furtado (21-22/24-25)
11. Leandro Castilho M. Costa (26-30)
12. Anibal Matos (31)
13. Afonso Ferreira Paulino (32)
14. Thomaz Naves (33-38)
15. Casildo Quintino dos Santos (39)
16. Salvio Noronha (40)
17. Helio Soares de Moura (40-41)
18. Olimpio Mourao de Miranda (42)
19. Alberto Pinheiro (43-44)
20. Edward Nogueira (45)
21. Gregoriano Canedo (46-49)
22. Geraldo Vasconcelos (49)
23. Osvaldo Silva (49)
24. Jose Cabral (50-51)
25. Jose F. Paula Junior (52-53/56-57)
26. Mario de Andrade Gomes (54-55)
27. Nelson Campos (58-59/70-73/86-88)
28. Antonio Alvares da Silva (60)
29. Edgar Neves (61)
30. Fabio Fonseca e Silva (62-63/67)
31. Jose Ramos Filho (64)
32. Lauro Pires de Carvalho (64-65)
33. Eduardo de Magalhaes Pinto (66-67)
34. Carlos Alberto Naves (68-69)
35. Valmir Pereira da Silva (74-79)
36. Elias Kalil (80-85)
37. Afonso de Araujo Paulino (89-94)
38. Paulo Cury (95-98)
39. Geraldo Vieira da Silva (98)
40. Nelio Brant Magalhaes (99-01)
41. Ricardo Annes Guimaraes (01-06)
42. Luiz Otávio Motta Valadares (07-08)
43. Alexandre Kalil (08-11)

Títulos e Troféus

A vitoriosa trajetória do Atlético nos gramados registra momentos inesquecíveis e importantes conquistas internacionais, nacionais e regionais.

A história do maior vencedor do futebol brasileiro é marcada por grandes conquistas internacionais, nacionais e regionais. De acordo com levantamento realizado pela Revista Placar, em novembro de 2007, o Atlético foi a equipe que mais conquistou títulos no futebol brasileiro durante o século XX.

Na esfera internacional, destacam-se o Bicampeonato da Copa Conmebol (1992/97), Torneio de Paris (1982 – França), Torneio de Leon (1972 – México), Torneio Conde de Fenosa (1976 – Espanha), Torneio de Vigo (1977 – Espanha), Torneio Costa do Sol (1980 – Espanha), Torneio de Bilbao (1982 – Espanha), Torneio de Berna (1983 – Suíça), Torneio de Amsterdã (1984 – Holanda), Troféu Ramon de Carranza (1990 – Espanha), Torneio de Cádiz (1990 – Espanha), Copa Centenário de Belo Horizonte (1997), Taça Millenium (1999 – EUA) e Three Continent`s Cup (1999 – Vietnan).

Em território nacional, o Atlético foi o 1° Campeão Brasileiro (1971) e teve outras grandes conquistas como o Torneio Campeão dos Campeões, em 1937, Torneio Campeão dos Campeões do Brasil, em 1978, além de três vice-campeonatos brasileiros, em 1977 (invicto), 1980 e 1999. Em Minas Gerais, a hegemonia atleticana é avassaladora, com 40 títulos estaduais.

A galeria de troféus do Clube é enriquecida por grandes conquistas em outros esportes. No Futsal, o Atlético obteve o título máximo da categoria ao se sagrar Campeão Mundial de Clubes, em 1998, vencendo o Dínamo de Moscou, por 3 a 0, na Rússia. O Futsal do Galo é, ainda, tricampeão nacional profissional (1985/97/99). É também do clube o recorde mundial de público na categoria: 25.713 torcedores, na final da Liga Nacional de Futsal 1999, quando o Galo se sagrou campeão ao derrotar o Rio/Miécimo por 5 a 4.

Entre os inúmeros títulos no atletismo, destaca-se o da mais importante competição nacional, a Corrida de São Silvestre, vencida pelo atleta João da Mata em 1983.

Por Cleber Aguiar – Futura revelação Jean Chera deixa o Santos FC.

Clique na imagem para ampliar

É nação santista esses empresários vão acabar com o futebol brasileiro, 5 anos de investimento jogado no lixo.

Agora Luís Alvaro é incompetente ? , Marcelo Teixeira não soube blindar esses contratos ? … na verdade estão acabando com o futebol mesmo, hoje está acontecendo com o Santos, logo mais com os demais clubes podem ter certeza.Não vai demorar muito nosso futebol vai está parecido com o do Uruguai ou seja morto e vivendo do passado.

Nação santista o importante que se vão os Gansos  mercenários da vida, porém o nosso Santos continua, essa torcida sobreviveu o fim de carreira do Rei Pelé , não é qualquer Ganso ( que essa hora podia ta camelando no Pará ) ou Jean Chera que vão abater essa NAÇÃO ALVINEGRA SANTISTA !

Por Cleber Aguiar – Festa agitada…

Fonte: Futebolinterior.com.br

Imprensa divulga fotos sensuais das “festas proibidas” na casa de Berlusconi

As imagens estavam em laptops e câmeras de inúmeras mulheres investigadas

O primeiro-ministro italiano e também dono do Milan, Silvio Berlusconi, teve imagens do que supostamente seriam as festas “bunga bunga” do premiê. A imprensa internacional divulgou as cenas em que mulheres aparecem com roupas provacantes e se beijando na casa de Berlusconi em Arcore, próximo a Milão. As imagens estavam em laptops e câmeras de inúmeras mulheres investigadas pela justiça italiana.

A dançarina da TV italiana, Barbara Guerra, aparece vestida com um uniforme policial e com um par de algemas. Além dela, outras imagens trazem mulheres se beijando e em poses sensuais. O julgamento de Berlusconi vai acontecer em abril, pois ele responde processo por prostituição de menor durante suas festas particulares. Estima-se que o primeiro-ministro teria se envolvido com 33 prostitutas de luxo em dois meses. A polêmica começou após Ruby, a adolescente marroquina Karima El Mahroug, conhecida como “Ruby Rouba-Corações”, ter levado o caso à imprensa. A promotoria entende que ela fazia parte do grupo de 33 mulheres que participavam das noitadas de Berlusconi em sua mansão particular de Milão. O Portal FI traz algumas fotos divulgadas pela imprensa internacional. Confira na Galeria de Imagens!

Veja fotos !