ICFUT – Alexandre Pato é flagrado entrando em casa com Barbara Berlusconi

Fonte: globo.com

Jogador brasileiro estaria vivendo um affair com a filha de Silvio Berlusconi

 Reprodução

A revista italiana especializada em celebridades "Chi" publicou em suas páginas na quarta-feira (16) fotos de Alexandre Pato e Barbara Berlusconi deixando juntos a festa em comemoração aos 25 anos de Silvio Berlusconi, pai da jovem, à frente do Milan, time do jogador.

Nas imagens, é possível ver a dupla, que estaria vivendo um affair, entrando discretamente no mesmo carro. De acordo com a "Chi", o suposto casal preferiu deixar a comemoração para curtir um jantar à luz de velas realizado na casa do ex-marido de Sthefany Brito, em Milão, para onde o carro se dirigiu.

 Reprodução

ICFUT – Ronaldinho publica foto e mensagem de apoio ao povo japonês

Fonte: globo.com

Jogador do Flamengo se solidariza com tragédias causadas por terremotos e tsunamis e diz ter certeza que tudo será recomposto

Ronaldinho no twitter (Foto: Divulgação)

Ronaldinho veste camisa com mensagem
aos japoneses (Foto: Divulgação)

Solidário com todos os desastres naturais que atingiram o Japão, como terremotos e tsunamis, Ronaldinho Gaúcho usou todo o seu status de estrela internacional para, aqui do Brasil, mandar sua mensagem de apoio à população da Terra do Sol Nascente.

O jogador do Flamengo postou no seu perfil no Twitter uma foto em que veste uma camisa escrito "I love Japan" (Eu amo o Japão).

Ronaldinho ainda publicou em seu blog um texto mostrando que confia na recuperação daquele país. Confira:

"É com muita tristeza que eu acompanhei o terremoto, o tsunami e as suas consequências no Japão e ao seu magnífico povo.

Contudo, conhecendo o povo japonês como eu conheço, tenho certeza que – com o apoio de todos e dedicação – tudo será recomposto.

Àqueles quer perderam seus entes queridos, muita força!!!

Estarei acompanhando todos os acontecimentos na esperança de que, em breve, todos tenham motivos para sorrir.

Um forte abraço!"

Por Cezar Alvarenga – Técnico de Portugal deixa Liedson fora de convocação de amistosos

Fonte: UOL Esporte

Uma boa notícia para a torcida corintiana nesta sexta-feira. Liedson não foi convocado pelo técnico Paulo Bento para dois amistosos da seleção portuguesa no fim de março e, dessa forma, estará à disposição de Tite para o clássico do dia 27 contra o São Paulo, na Arena Barueri.

O camisa 9 corintiano fazia parte de uma pré-lista de convocados, entretanto ficou fora da relação divulgada por Paulo Bento nesta sexta em Portugal.

Os amistosos da seleção lusitana estão marcados para os dias 26 contra o Chile e 29 contra a Finlândia. Se fosse chamado, Liedson desfalcaria o Corinthians nos duelos com o Oeste (dia 23) e o São Paulo.

Paulo Bento optou por relacionar sete atacantes, e mesmo assim preteriu o luso-brasileiro Liedson. Fazem parte da lista Cristiano Ronaldo (Real Madrid-ESP), Danny (Zenit-RUS), Hélder Postiga (Sporting-POR), Hugo Almeida (Besiktas-TUR), Nani (Manchester United-ING), Ricardo Quaresma (Besiktas-TUR) e Varela (Porto).

Desfalque da equipe alvinegra no último domingo, por conta de dores no joelho, Liedson volta neste domingo, contra o Americana, às 16h, no Pacaembu. Ele é o artilheiro do Corinthians no Paulista, com oito gols em sete partidas.

ICFUT – Jogadores do Vasco usarão camisa em solidariedade ao Japão

Fonte: lancenet

Elenco entrará em campo no clássico contra o Botafogo vestindo um uniforme com a frase "Força, Japão" em apoio ao país

Camisa que o elenco do Vasco entrará em campo na partida contra o Botafogo (Foto: Divulgação/ Site Oficial do Vasco)

Os jogadores do Vasco entrarão em campo para o clássico contra o Botafogo, domingo, às 18h30, no Engenhão, vestindo uma camisa com uma mensagem de apoio ao Japão, país que foi assolado por um dos piores terremotos de sua História. No uniforme estará escrito a frase "Força, Japão", escrito em japonês na parte da frente e em português nas costas.
Durante a partida, a homenagem ao país devastado pelo terremoto continuará. Acima do número do uniforme dos atletas estará estampada uma pequena bandeira do Japão.
O presidente Roberto Dinamite se mostrou sensibilizado com a causa do país e disse estar na torcida pela recuperação do povo japonês.
– Tudo que aconteceu por lá é de entristecer o mundo inteiro. O Vasco, que historicamente sempre esteve ao lado das causas populares, não poderia ficar fora dessa corrente de solidariedade. Tenho absoluta certeza de que o povo japonês reunirá a força necessária para sair dessa grave situação – disse o presidente Roberto Dinamite ao site oficial do clube.

ICFUT – Obras do Maracanã para 2014 podem chegar a R$ 1,1 bilhão

Fonte: gazetaesportiva.net

As obras do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014 não irão custar os R$ 705 milhões que foram anunciados inicialmente. De acordo com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral , as obras chegarão a quase 50% a mais, chegando próximo de R$ 1,1 bilhões.

Nesta quinta-feira, o governante foi ao estádio Mário Filho com ministros e técnicos do Tribunal de Contas da União e da Controladoria-Geral da União. Após a visita, ele anunciou a demolição da cobertura atual, para a instalação de uma mais moderna, que aumentará a obras em vários milhões.

A nova cobertura terá como inspiração a Allianz Arena, estádio que foi construído visando a Copa do Mundo de 2006, na Alemanha. A arena, em Munique, é considerada uma das mais modernas do mundo.

Segundo Cabral, a nova cobertura irá durar por cerca de 50 anos e por isto será tão cara. Entretanto, o governante fez questão de prometer que os valores da obra não ultrapassarão os 50% a mais que o projetado no princípio.

A preocupação a respeito destes valores é explicável: é contra a lei ultrapassar os 50% dos valores licitados no início em obras financiadas pelo governo. Assim como grande parte das obras para a Copa do Mundo de 2014, o Maracanã será financiado pelo BNDES (Banco de Desenvolvimento Econômico e Social ) e pode cancelar o investimento caso o Estado do Rio de Janeiro não respeite o orçamento.

A segunda grande obra do Maracanã nos últimos cinco anos tem previsão para ser finalizada até o final de 2012, estando, assim, pronto para a disputa da Copa das Confederações de 2013.

ICFUT – COPA DO BRASIL: Jogos 17/03/11

Fonte: futebolinterior

Horizonte 1 x 1 Guarani

Com um time misto, o Guarani foi até o interior do Ceará e voltou com um bom resultado. Na noite desta quinta-feira, a equipe campineira empatou com Horizonte, por 1 a 1, no Estádio Horácio Domingos de Sousa, em Horizonte, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil.

Na próxima quarta-feira, no jogo de volta do confronto, o Guarani pode até empatar por 0 a 0 que mesmo assim garante a vaga por ter marcado mais gols fora de casa que o adversário. O vencedor desse confronto encara o Flamengo nas oitavas de final da Copa do Brasil.

Atlético-GO 1 x 2 Coritiba

Em partida bastante movimentada, na noite desta quinta-feira, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, o Coritiba mesmo como visitante acabou vencendo de virada o Atlético-GO por 2 a 1, pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil 2011. Com mais esse triunfo, o Coxa chega a sua 12ª vitória consecutiva e ao 17° jogo de invencibilidade na temporada.

Como o Coritiba não conseguiu eliminar o jogo da volta, ambos voltam a se enfrentar no dia 30 de março, uma quarta-feira, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, às 21h50. O Atlético-GO precisa vencer por dois gols ou vencendo por 3 a 2, para avançar às oitavas-de-final. O vencedor deste confronto encara quem passar da partida de Botafogo-PB e Caxias-RS.

ICFUT – Clássico pelo carinho de Obama: Flamengo e Vasco se movimentam nos bastidores para entregar uma camisa ao presidente americano

Fonte: globo.com

A camisa nova do Vasco: o governador Sérgio Cabral será o responsável pela entrega - Foto: Reyes de Sá Viana do Castelo

A rivalidade entre Flamengo e Vasco já não é a mesma da segunda metade dos anos 80 e da década de 90, quando ambos disputavam o protagonismo do futebol carioca. Mas a chegada ao país do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, neste sábado, promete reacendê-la. Nos bastidores, os dois clubes vêm travando uma disputa silenciosa para ver quem será o primeiro a entregar uma camisa a Obama, e, como acontecia nos gramados, vale tudo por uma vitória histórica sobre o maior rival.

A guerra para conquistar o carinho do homem mais poderoso do mundo começou quando foi anunciado que Obama, a mulher Michelle e as filhas do casal, Sacha e Malia, desembarcariam de helicóptero, sábado à tarde, no gramado da Gávea, uma vez que o heliporto da Lagoa não teria espaço e condições de receber a aeronave da presidência americana. Tão logo foi informada, a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, anunciou que gostaria de dar uma camisa rubro-negra ao político, o que faria aumentar a lista de celebridades que um dia já tiveram o nome associado ao clube, como o Papa João Paulo II, Frank Sinatra e recentemente Madonna.

As camisas que serão entregues a Obama - Foto: Divulgação

Algoz do Flamengo em diversas tardes de domingo e hoje presidente do Vasco, Roberto Dinamite, como em seus tempos de camisa 10, tratou de armar o contra-ataque, que, se bem executado, pode ser mortal. Ciente de que, antes de partirem de helicóptero para a Gávea, Obama e família serão recepcionados por dois fanáticos vascaínos – o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes, cujas famílias darão as boas vindas a Obama em sua chegada ao Rio ao Rio, vindo de Brasília, a bordo do Air Force One, que aterrisará na Base Aérea do Galeão – Dinamite pediu à fornecedora de material esportiva do Vasco sete camisas. Na tarde desta quinta, elas foram entregues na casa de Cabral, que prometeu ao presidente vascaíno entregá-las a Obama.

Camisa do Vasco que será entregue a Obama - Reyes de Sá Viana do Castelo

As camisas são todas do terceiro uniforme do clube, que será lançado no próximo dia 24. Elas são pretas e fazem alusão à briga que o Vasco comprou, tornando-se o primeiro clube a ser campeão no país (no Campeonato Carioca de 1923) com atletas negros, que eram rejeitados nos outros clubes. Na gola do modelo, estão as palavras "Inclusão" e "Respeito", e no lado esquerdo do peito há uma gravura de mão espalmada em preto e branco. Os assessores de Dinamite fizeram um texto em inglês para que Obama possa ler e entender o significado dos símbolos. Além do presidente, da mulher e das duas filhas, há uma camisa com o nome da avó queniana de Obama, Sarah Hussein, que até hoje vive na África.

Por Cleber Aguiar – Ministério do Esporte dá dinheiro para 40 estádios

Fonte: Folha Online

RODRIGO MATTOS

Sob a gestão de Orlando Silva Jr., o Ministério do Esporte gastou com a reforma ou a construção de 40 estádios públicos pelo Brasil.

É o que mostra levantamento da Folha em todas as cidades que receberam, em cinco anos, mais de R$ 500 mil no programa Esporte e Lazer na Cidade. Alguns projetos são apresentados por parlamentares, mas é a pasta que autoriza o projeto.

Em relação ao investimento federal em arenas da Copa de 2014, o ministro sempre se mostrou contra. Mas a pasta investiu cerca de R$ 70 milhões em estádios que estão fora do Mundial, média de R$ 1,75 milhão em cada um.

Danilo Verpa – 03.dez.2010/Folhapress
Ministério do Esporte e investe até no estádio Machadão, que será demolido
Ministério do Esporte e investe até no estádio Machadão, que será demolido

Entre os estádios que receberam dinheiro, há projetos grandes, como o do Machadão, em Natal, que se tornou um exemplo de desperdício do dinheiro federal.

O Ministério do Esporte repassou, em março de 2007, R$ 3,46 milhões para a arena, cuja reforma custou um total de cerca de R$ 17 milhões.

Em outubro daquele ano, Natal foi incluída como candidata a sede no projeto do Brasil para receber a Copa.

O plano da cidade envolve a demolição do Machadão e a construção da Arena das Dunas. A derrubada do antigo estádio está prevista para o final do Estadual-2011, provavelmente em maio.

“Infelizmente, esse recurso foi inútil. Sei que há dez anos a prefeitura tentava fazer o trabalho, mas a verba só chegou naquela época”, declarou o secretário especial da Copa no Rio Grande do Norte, Demétrio Torres.

O secretário não quis comentar se a decisão da prefeitura e do ministério de investir no Machadão foi equivocada. Disse que não estava presente na administração pública naquela época.

Atualmente, o Machadão tem capacidade para 26 mil pessoas e vem sendo utilizado por América e Alecrim, ambos da capital potiguar.

“Não tem sido preenchido. Em jogos como ABC x América ou em partidas da Série B, dá público de 15 mil a 20 mil. Mas o normal é ter uns 5.000”, disse o presidente da federação do Rio Grande do Norte, José Vanildo da Silva.

A partir de maio, após a demolição, esses times terão de jogar no Frasqueirão, cujo dono é o ABC, ou no Juvenal Lamartine, da federação.

Há outros projetos menores do ministério, como estádios em municípios de população pequena. Casos de de Jaborandi (SP), com 6.592 habitantes, e Sandolândia (TO), com 3.326 habitantes.

Nenhuma das 40 cidades tem times na Série A do Brasileiro. Uma minoria tem equipes na Série B do Nacional.

Isso não impediu o ministério de torrar R$ 11,9 milhões na Fonte Luminosa, em Araraquara, arena mais cara bancada pelo ministério nos últimos cinco anos.

O programa tem outra opção, afora investir em arenas: gastar com instalações para a prática de esporte da população, como quadras e praças.

‘Investir em estádio é política do ministério’, diz assessoria

RODRIGO MATTOS
Ao justificar o gasto com 40 arenas no país, a assessoria do Ministério do Esporte diferenciou esse investimento do que será feito pelos governos estaduais em estádios da Copa do Mundo de 2014.

Moacyr Lopes Junior- 22.out.201o/Folhapress
Orlando Silva fala durante debate
Orlando Silva fala durante debate

“Investir nos estádios da Copa, por força do acordo na Matriz de Responsabilidade [acordo firmado entre governo federal e Estados], é uma responsabilidade das cidades-sedes. Investir em estádios é uma política que existe desde a criação do Ministério”, explicou a assessoria.

O ministro Orlando Silva Jr. já expressara sua posição de que o governo federal não dará dinheiro para as construções e reformas das arenas do Mundial no país.

Sobre o Machadão, a pasta afirmou que decidiu investir na arena antes de saber que ele seria demolido. “Em 2006 não se sabia que o Brasil seria a sede da Copa do Mundo de 2014. A escolha do Brasil foi em outubro de 2007 e a das cidades-sedes, em 2009”, relatou o texto do ministério.

Segundo a pasta, a justificativa para reforma a arena potiguar foi a presença do América-RN na Série A do Brasileiro, em 2007.

“O Machadão recebeu investimentos em 2006 para que o time América de Natal pudesse disputar os jogos do Campeonato Brasileiro na primeira divisão”, explicou.

Naquele ano, o time potiguar foi rebaixado à Série B do Nacional e não voltou mais à elite do campeonato.

Segundo o ministério, foram feitos R$ 3,460 milhões em repasses federais para o Machadão, em contratos firmados cinco anos atrás.

O portal da transparência do governo federal registra que os convênios entre ministério e prefeitura foram feitos em 2006, mas o dinheiro foi dado em 2007.

Reforma em estádio no Amapá patina após receber R$ 9,6 mi

ADRIANO FERNANDES

Construído onde, segundo um dos sistemas de coordenadas geodésicas, passa a linha do Equador, o estádio Milton Corrêa, apelidado de Zerão, em Macapá (AP), vive novela que já dura seis anos.

Sem condições de sediar jogos de futebol, a arena espera por uma reforma que, apesar de ter bom aporte de recursos, ainda patina.

Erich Macias – 9.mar.2011/Folhapress
Estádio Milton Corrêa que foi apelidado de Zerão, em Macapá (AP)
Estádio Milton Corrêa que foi apelidado de Zerão, em Macapá (AP)

Desde 2005, o governo estadual recebe repasses do Ministério do Esporte para a reforma completa do estádio.

Ao todo, os dois contratos assinados entre o ministério e o Estado somam hoje R$ 9,6 milhões, entre recursos federais e a contrapartida estadual. Mas apenas 8% da obra foi concluída até hoje.

Segundo a Caixa Econômica Federal, que guarda o dinheiro, problemas apontados na licitação e atraso no licenciamento ambiental obrigaram o governo do Amapá a desbloquear apenas uma parte desse recurso. O Estado declarou ter obtido R$ 694 mil para realizar a obra.

O governo ainda espera receber mais R$ 2,9 milhões, que não foram contratados porque o Amapá tinha documentação em situação irregular. Segundo o projeto, essa quantia é suficiente para deixar o Zerão com capacidade para 6.000 pessoas.

Para a reforma total, que aumentará a capacidade para 18 mil pessoas, o governo amapaense espera dispor de mais R$ 30 milhões.

“A antiga gestão priorizava colocar dinheiro estadual nessa obra. Mas o Amapá não tem condição de arcar sozinho. Por isso, contamos com a ajuda do governo federal”, disse o secretário do Desporto e Lazer do Amapá, Luiz Pingarilho, que é presidente estadual do PC do B.

Quando assumiu a secretaria, Pingarilho disse que sua amizade com o ministro do Esporte, Orlando Silva Jr., facilitaria a execução de projetos federais no Estado.

O deputado Evandro Milhomem, do mesmo partido do secretário e do ministro, é um dos responsáveis pelas emendas de bancada que levaram recursos para a obra.

“Nossa intenção era tornar Macapá uma das possíveis subsedes da Copa do Mundo de 2014”, declarou Milhomem, que não soube precisar quais foram os motivos que levaram a obra a andar tão pouco em seis anos.

A secretaria diz que as obras recomeçam em abril. Enquanto o Zerão não fica pronto, os jogos do Estadual são no Glicério Marques, o outro estádio de Macapá.
Questionado sobre os motivos que atrasaram a obra no Zerão, o Ministério do Esporte disse que a informação deveria ser obtida com a Caixa.

O Ministério Público estadual disse estar investigando os repasse federais para o Amapá, mas não quis adiantar conclusões. Em 2010, a Polícia Federal prendeu o então governador Pedro Paulo (PP), acusado de corrupção.

Por Cleber Aguiar – Últimas do Santos FC !

Fonte: O Estado de São Paulo

Santos define técnico na segunda-feira

O presidente Luis Alvaro prefere a efetivação de Marcelo Martellote, mas vai ouvir outros diretores antes de tomar a decisão. Muricy é a principal opção

GIULIANDER CARPES – O Estado de S.Paulo

Os dirigentes do Santos decidem na segunda-feira se Marcelo Martelotte será efetivado no comando do time ou se vão correr atrás de Muricy Ramalho, que saiu há cinco dias do Fluminense. Se depender do presidente Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, o atual treinador permanece à frente da equipe mesmo após a derrota de 3 a 2 para o Colo Colo, em Santiago, na quarta-feira, que deixou a equipe em situação delicadíssima no Grupo 5 da Libertadores.

Ayrton Vignola/AE - 8/3/2011
Ayrton Vignola/AE – 8/3/2011
Prestigiado. Martelotte tem apoio do presidente

“O Martelotte não tem experiência internacional, mas conhece muito bem a equipe do Santos. Na minha opinião, está fazendo um bom trabalho e merece ser efetivado”, disse o presidente santista nesta quinta na chegada do time no Aeroporto de Cumbica. Ele garante, no entanto, que vai ouvir os demais diretores.

O que pretendem os outros dirigentes é o maior problema para a permanência de Martelotte. Fontes ligadas ao presidente afirmam que Luis Alvaro está sendo pressionado a anunciar um nome com experiência internacional e, principalmente, títulos no currículo para comandar o Santos na difícil tarefa de conseguir 100% de aproveitamento nos três jogos que restam na primeira fase da competição.

O presidente, no entanto, explica que as férias de 30 dias que Muricy pretende tirar seriam um empecilho. “Nós não temos intenção de interromper o momento de descanso de ninguém. Com certeza, é um tempo justo para um treinador que teve muito desgaste recentemente”, argumentou Luis Alvaro. “O problema é que o Santos já começa a decidir sua permanência na Libertadores daqui a 20 dias.”

O dirigente acredita que o Santos tem elenco para buscar a recuperação. “Temos jogadores importantes que ainda não atuaram, como o Arouca (volante) e o Jonathan (lateral-direito), que estão prestes a retornar, além do Ganso, que fez os primeiros jogos depois da lesão”, afirmou o dirigente, que se apega à campanha da equipe no Campeonato Brasileiro de 2002. “Naquela ocasião, nos classificamos na última colocação e levamos o título. O Santos está acostumado a crescer durante as competições.”

Elano cobra um ‘espírito diferente’ do Santos

Meia criticou desempenho do setor defensivo na derrota para o Colo Colo, no Chile, mas ainda confia na classificação santista

GIULIANDES CARPES – O Estado de S.Paulo

Elano criticou a atuação do Santos na derrota de 3 a 2 para o Colo Colo, nesta quarta-feira, em Santiago. O meia, artilheiro do time na temporada com 11 gols, disse que a equipe precisa se adaptar à forma de jogar a Copa Libertadores: sem esperar que o juiz vá marcar todas as faltas e atuando de forma mais dura do que nos campeonatos disputados no Brasil.

Ivan Alvarado/Reuters
Ivan Alvarado/Reuters
Duelo em Santiago. Elano briga pela posse de bola em jogo que o santos acabou derrotado nesta quarta pelo Colo Colo, por 3 a 2

“É bem diferente a maneira de se jogar, a atmosfera dos estádios, a pressão da torcida adversária. Nós temos de ter um espírito diferente nesses jogos de Libertadores se quisermos continuar na competição”, afirmou o jogador, que ainda confia que a equipe vá se encontrar.

Sem indicar diretamente os culpados, o meia deu a entender que se referia, principalmente, às falhas defensivas que permitiram ao Colo Colo virar a partida – o Santos fez o primeiro gol do jogo – e ao excesso de tentativas de Neymar de cavar faltas no ataque. “Acho que não podemos tomar três gols tão rápido como foram os da equipe chilena. São coisas que ainda precisamos melhorar, mas temos toda a condição de buscar a classificação ainda.”

Os jogadores santistas lamentaram que o time já tenha que entrar em campo neste sábado diante do Bragantino, em Bragança Paulista, pelo Estadual, e o retorno à Libertadores ocorra somente no dia 6, contra o próprio Colo Colo, na Vila Belmiro. “A gente não tem um botãozinho para mudar o foco e ajustar cada campeonato tão rapidamente. Temos que tentar nos adaptar porque o calendário do futebol brasileiro é assim”, criticou o meia.

Ingressos mais baratos. O presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, prometeu uma queda de 50% no preço dos ingressos para os dois jogos que a equipe fará na Vila Belmiro na primeira fase da Libertadores. O bilhete mais barato para a primeira partida do Santos na Vila Belmiro (empate com o Cerro Porteño por 1 a 1) custou R$ 100, mas pouco mais de 6 mil torcedores compareceram ao estádio

“Precisamos de todo o apoio possível”, disse o dirigente. “Foi muito importante o papel da torcida do Colo-Colo lá no Chile e queremos que o nosso torcedor tenha atitude semelhante.”

Léo machucado. O lateral-esquerdo, contundido no tornozelo direito e com suspeita de estar com sinusite, não enfrentará o Bragantino, amanhã às 18h30, em Bragança Paulista. Alex Sandro, reserva imediato, nem viajou para o Chile por estar com dores no joelho esquerdo. Caso não possa jogar, Pará será o lateral-esquerdo e Danilo o direito.

Colaborou SANCHES FILHO.

Léo, Diogo e Alex Sandro desfalcarão Santos no sábado

Laterais-esquerdos e atacante estão contundidos e não enfrentarão o Bragantino, pelo Paulistão

O Santos confirmou nesta sexta-feira que não poderá contar com os laterais-esquerdos Léo e Alex Sandro e o atacante Diogo na partida deste sábado, às 18h30, contra o Bragantino, em Bragança Paulista, pela 14.ª rodada do Campeonato Paulista. Os três se recuperam de lesões e foram vetados pelo departamento médico do clube.

Léo ainda está com o pé direito inchado por causa de um pisão que tomou no primeiro tempo do duelo contra o Colo Colo, na última quarta-feira, em Santiago, pela Copa Libertadores da América, e para completar os médicos do clube suspeitam que ele esteja com sinusite. Alex Sandro, por sua vez, torceu o joelho direito no treino do último sábado e já havia sido vetado para o confronto contra os chilenos. Já Diogo se recupera de uma lombalgia.

“O Alex Sandro foi submetido a um exame de ressonância magnética que indicou um estiramento do ligamento colateral lateral do joelho direito. Ele está em tratamento fisioterápico e o tempo de recuperação previsto é de 10 a 14 dias, desde a data da lesão”, explicou o médico do Santos, Maurício Zenaide, nesta sexta-feira.

“Já o Diogo sente uma lombalgia e também passará por uma ressonância magnética, em caráter preventivo. Por isso, também não atuará contra o Bragantino”, continuou o médico, que está na concentração da delegação santista, em Atibaia.

Com a ausência de Léo e Alex Sandro, a tendência é a de que Pará seja improvisado na lateral esquerda diante do Bragantino, enquanto Danilo deverá atuar na ala direita.

E, como se já não bastassem os três novos desfalques, o clube confirmou nesta sexta-feira que técnico Marcelo Martelotte ainda não poderá contar com o retorno do volante Arouca e do lateral-direito Jonathan. O primeiro deles segue o processo de recuperação de uma lesão no músculo adutor da coxa direita, enquanto o segundo está com um edema no músculo adutor da coxa esquerda.

“No caso destes dois atletas (Jonathan e Arouca), esperamos a liberação para o jogo do outro final de semana (dia 27, contra o Ituano, pelo Paulistão). No entanto, esta liberação ainda depende da evolução clínica destes atletas na próxima semana”, reforçou Zenaide.