ICFUT – Com folga, sócios aprovam o novo estatuto do Santos

Fonte: lancenet

Novo estatuto recebeu 1.052 votos a favor e só 109 contra; presidente terá mandato de três anos e direito a uma reeleição

Sete anos meio após a mudança do último estatuto, encabeçada pelo ex-presidente Marcelo Teixeira, que ficou dez anos à frente do clube, o Santos tem uma nova redação do seu estatuto. Com larga vantagem, 1.052 votos à favor e 109 contra (mais 2 nulos e 1 branco), os sócios aprovaram as mudanças já antes avalizadas por unanimidade pelo Conselho Deliberativo.

A votação, que iniciou por volta das 11h neste sábado, porém, começou quente. O ex-gerente jurídico do clube, o advogado Mário Mello, pediu o cancelamento da votação alegando irregularidades na maneira como seria conduzida – foi com voto aberto, segundo a diretoria assegurado pelo estatuto e de acordo com o Código Civil.

Mello pediu a palavra e sugeriu que a votação do novo estatuto fosse feita por artigos, com a possibilidade de serem propostas novas emendas. O mesmo saiu vaiado por parte dos presentes, que não teve a sugestão acatada.

A votação ocorreu até à 18h, pouco antes do jogo contra o Botafogo-SP, marcado para às 18h30.

Agora, entre as principais mudanças, que entram em vigor a partida da próxima eleição, em dezembro deste ano, a limitação de apenas uma reeleição com o mandato de três e não mais dois anos.

O presidente passa a ter um comitê de gestão, grupo formado por sete pessoas eleitos por presidente e vice-presidente em cargos não-remunerados.

Reveja as principais mudanças:
– Tempo de mandato do presidente para três anos, com a possibilidade de somente uma reeleição. Atualmente, mandato é de dois anos, com reeleições ilimitadas.
– A criação do comitê de gestão. Eleitos, presidente e vice indicarão sete membros para o comitê de gestão em cargos não remunerados. Demais diretores serão profissionais contratados.
– Proporcionalidade no Conselho. Antes, era eleito por inteiro por somente uma chapa. Agora, caso aprovado, será proporcional. Para entrar, chapa precisará ter pelo menos 20% dos votos.
– Sócios poderão poderão votar após um ano de carência. Pelo atual estatuto, exigência é de três anos.
– A comissão fiscal, que fiscaliza as contas e a gestão do clube, será eleita e não mais indicada pela chapa vencedora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s