Por Rogerinho – Mais caro que Neymar e Ganso: Lucas renova contrato com Tricolor

Multa rescisória do meia são-paulino passa a ser de 80 milhões de euros. Ele receberá aumento salarial, que chega a mais de dez vezes o valor atual

FONTE – GLOBOESPORTE.COM

Lucas, do Sâo Paulo, em ação na paritda contra o Treze (Foto: Rubens Chiri / Site oficial do São Paulo FC)
Lucas, do São Paulo, em ação contra o Treze

Após brilhar na conquista do Sul-Americano Sub-20, no Peru, com a Seleção Brasileira, e deitar e rolar na vitória por 3 a 0 do São Paulo sobre o Treze-PB, na última quarta-feira, pela Copa do Brasil, Lucas acertou, nesta quinta-feira, a renovação de contrato com o clube paulista até 31 de dezembro de 2015. E os valores são gigantescos: o meia passará a valer mais do que Ganso e Neymar, estrelas do Santos. A multa rescisória será de € 80 milhões (cerca de R$ 180 milhões). Especula-se que a de Neymar seja de € 45 milhões, e a de Ganso de € 50 milhões.

O jogador também receberá um aumento de salário de destaque e passará a receber mais de dez vezes o valor atual, que é de R$ 12 mil. O São Paulo divulgou uma nota oficial confirmando o acerto.

Lucas recebeu sondagens do exterior, mas prefere ficar mais um ou dois anos no São Paulo e se firmar no time, para só então sair.

Por Cleber Aguiar – Ganso no Milan ?

Fonte: Lancenet.com.br

Jornal aponta ‘compromisso assinado’ de Ganso e Milan

Depois de entrevista, Corriere dello Sport afirma que meia já tem um acordo assinado com o Milan para o meio do ano

Lesão Ganso - Santos x Grêmio - (Foto: Ricardo Rimoli) Ganso está próximo de retornar aos gramados, mas pode sair do Santos no meio do ano (Foto: Ricardo Rimoli)

Depois de afirmar que planeja uma transferência para a Europa, mais especificamente para a Itália, ao jornal “Corriere dello Sport”, o meia Paulo Henrique Ganso pode estar a caminho do Milan (ITA) no meio do ano. O mesmo periódico italiano diz que o clube já larga na frente do rival Inter de Milão (ITA) por ter um “compromisso assinado”.

A possibilidade surgiu nesta quarta-feira, quando Ganso afirmou querer jogar a Libertadores pelo Santos, mas já se sentir pronto para uma transferência para o futebol italiano.

– Estou preparado para jogar na Itália. Os títulos com o Santos e meu jogo na Seleção me amadureceram. Meu maior sonho é conquistar a Libertadores e, depois, me mudar para um grande clube europeu, que pode ser um italiano – disse.

Por meio de seu Twitter oficial, o assessor do jogador, Diogo Kostcho, desmentiu um possível compromisso com o Milan e reiterou que o meia tem contrato até 2015.

– Não e verdade que Ganso tem um compromisso firmado com qualquer equipe italiana Jogador tem contrato com o Santos ate 2015 (sic) – explicou.

O Milan, através do vice-presidente Adriano Galliani, já conversou com pessoas ligadas ao jogador, que também mantém contatos desde o último ano com Leonardo, técnico da Inter de Milão.

O LANCE!NET noticiou que além de Inter e Milan, Lyon (FRA) e Bayern de Munique (ALE) também surgem como outros possíveis destinos de Paulo Henrique.

No início da semana, o meia reiterou que fica no clube para a disputa da Copa Libertadores por meio de nota oficial.

ICFUT – Musa do Santo André !

Fonte: Futebolinterior.com.br

Musa promete “amor incondicional” para tirar Santo André da degola

Juliana Carvalho promete brigar até fim para vencer o concurso Gata do Paulistão de 2011

O Santo André ainda não conseguiu vencer pelo Campeonato Paulista. Mas se depender do apoio da torcida, incentivo não vai faltar para que o time se recupere. Declarando amor incondicional ao Ramalhão, a bela Juliana Carvalho promete brigar até fim para vencer o concurso Gata do Paulistão de 2011.

“Ser musa é amar o meu time de todo coração, participar, torcer, discutir. Eu sempre fui muito ligada ao futebol, até mesmo pela paixão que já vem de família. Realmente futebol é meu esporte preferido e, pra mim, é uma honra representar um time do Grande ABC, onde eu nasci”, afirmou.

Modelo e estudante de administração de empresas, a bela morena de 23 anos também fez uma revelação que promete deixar os internautas malucos. A beldade está solteira e, pelo visto, não é muito exigente. Sobre as qualidades de um homem para conquistá-la, foi sucinta: “Ser sincero”.

ICFUT – Resultados da Copa do Brasil !

Treze 0x3 São Paulo

Murici 0x3 Flamengo

Ypiranga 0 x 1 Coritiba

Botafogo-PB 3 x 1 Vitória-BA

 

1ª RODADA
16/02 – 17h00 Iraty-PR 3 x 1 Grêmio Prudente-SP
16/02 – 17h00 Ceilândia-DF 0 x 5 Caxias-RS
16/02 – 17h00 Bangu-RJ 3 x 1 Portuguesa-SP
16/02 – 19h30 Ypiranga-RS 0 x 1 Coritiba-PR
16/02 – 21h00 Botafogo-PB 3 x 1 Vitória-BA
16/02 – 21h00 Gurupi-TO 1 x 1 Paraná-PR
16/02 – 21h00 União Rondonópolis-MT 4 x 4 Guarani-SP
16/02 – 21h00 Vitória-ES 1 x 4 Goiás-GO
16/02 – 21h00 Horizonte-CE 3 x 1 ASA-AL
16/02 – 21h00 Santa Helena-GO 1 x 3 Uberaba-MG
16/02 – 21h30 Naviraíense-MS 1 x 2 Santo André-SP
16/02 – 22h00 Murici-AL 0 x 3 Flamengo-RJ
16/02 – 22h00 Fast Clube-AM 2 x 0 Fortaleza-CE
16/02 – 22h00 Treze-PB 0 x 3 São Paulo-SP
16/02 – 22h00 São Domingos-SE 0 x 0 Bahia-BA

Popr Cleber Aguiar – Bangu vence Lusa no classico das antigas !!!

Fonte: O Estado de São Paulo

No clássico da saudade, Bangu supera a Lusa

Em Moça Bonita, 500 torcedores veem o duelo dos times que buscam recuperar o prestígio no cenário nacional. Vitória carioca por 3 a 1 e vantagem no jogo de volta

Bruno Lousada – O Estado de S.Paulo

Não era uma tarde como as outras no bairro de Bangu. Havia a estreia do time que leva o nome do bairro contra a Portuguesa, em Moça Bonita, pela Copa do Brasil. Era dia de matar a saudade do confronto entre duas equipes tradicionais do futebol brasileiro que não se enfrentavam desde 2002. Horas antes de a bola rolar, o clima ao redor do estádio era de euforia. Um carro de som tocava o hino do clube sem interrupção, conservando a tradição e a paixão pela equipe.

Num clube de menor expressão, o jogo de futebol é praticamente uma reunião familiar. Todos se conhecem e se cumprimentam nas arquibancadas. Cerca de 500 torcedores compareceram. Torcer pelo Bangu exige fidelidade. “Se você faltar a um jogo, logo escuta dos colegas: “Não te vi na última partida”. É muito amor”, disse Irani Cabral, de 61 anos, vestindo a sua segunda pele: a camisa do time do coração.

Desde o fim da década de 80, o Bangu vem em queda livre. Muitos jogadores chegam e vão embora sem criar nenhuma identificação. Na contramão dessa relação, está o torcedor. Na derrota ou na vitória, ele está ali. “O Bangu fez um laço de amizade muito grande. O clube já poderia ter acabado. Mas não está pela nossa persistência. Não vamos desistir desse time nunca”, ressaltou Irani Cabral, emocionado.

A praça localizada em frente ao estádio é ponto de encontro para a torcida recordar momentos gloriosos, como a decisão do Campeonato Brasileiro perdida para o Coritiba, em 1985, em pleno Maracanã, na decisão por pênaltis. Ou relembrar os grandes craques que já passaram por ali e criticar as últimas gestões pela ausência de títulos expressivos.

“Quando comecei a entender de futebol, o Bangu entrou em decadência. Mas o amor persiste”, contou Vitor Moriz, de 25 anos, que curte os jogos do time como se vivesse em outra época. “Tomar cerveja e ver um futebolzinho no fim da tarde, pertinho do gramado, é um programa perfeito”, afirmou.

Do lado de fora do estádio, o vendedor Sérgio Carre vibra a cada gol do Bangu. Por uma lógica simples: “Se o time vencer, vendo mais camisas. Se perder, posso recolher o material e ir embora porque não consigo vender nada. O povo sai irritado e não quer saber de comprar.” Ontem, ele teve motivos para comemorar. Afinal, o Bangu venceu por 3 a 1, e pode perder até por 1 a 0, na partida de volta, em São Paulo, no Canindé para avançar de fase.

Inaugurado em 17 de novembro de 1947, o Estádio de Moça Bonita sofre com a falta de conservação – o prefeito Eduardo Paes promete reformá-lo ao custo de R$ 34 milhões – e, nos últimos anos, deixou de receber a visita ilustres dos quatro grandes do Rio.

O tempo só não apagou a sua história e o charme de se assistir a um jogo ali. O alambrado fica perto do campo. O grito do técnico é ouvido por qualquer um, assim como o baralho das chuteiras batendo na bola com vontade.

“O torcedor é maltratado, toma sol forte na cabeça durante os 90 minutos, mas vem ao estádio mesmo assim. A paixão é cega”, resumiu Alexandre Moretti, sonhando com dias melhores.

ICFUT – CBF exige rapidez no estádio do Corinthians !

Fonte: O Estado de São Paulo

CBF exige rapidez no estádio em Itaquera

Ricardo Teixeira cobra o presidente corintiano e pede arena já para a Copa das Confederações, marcada para 2013

Fábio Hecico – O Estado de S.Paulo

O projeto está pronto, passando por alguns ajustes por exigência da Fifa, mas as obras ainda não começaram, o que já causa temor. Apontada como principal opção para a abertura do Mundial de 2014, a nova casa do Corinthians segue apenas no papel. Ontem, pela primeira vez, o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, resolveu cobrar o mandatário corintiano Andrés Sanchez. “Tenho a convicção de que São Paulo vai ter participação bastante grande e forte na Copa. Não só nos jogos. E, aproveito para pedir que precisamos de seu estádio na Copa das Confederações”, ouviu o corintiano, em evento do Mundial realizado no Museu do Futebol. “E logo depois da Copa (de 2014), o Brasil ainda sediará a Copa América e São Paulo terá uma participação grande nesses eventos.”

Ayrton Vignola/AE-30/8/2010
Ayrton Vignola/AE-30/8/2010
Demora. Obras em Itaquera pouco avançaram desde o anúncio da nova arena, em agosto

Na cerimônia, rodeado por autoridades, Andrés recebeu as garantias do prefeito Gilberto Kassab de que, até o fim do mês, o decreto para a realização da obra será assinado. “As coisas estão avançando com muita velocidade em São Paulo. O André (quis dizer Andrés) não acredita, cobra o decreto, reclama do governo. Até o final do mês o decreto será publicado”, garantiu Kassab, também prometendo a liberação do dinheiro do BNDES – empréstimo de R$ 400 milhões. Imediatamente, o secretário de planejamento, Marcos Cintra, interferiu e disse “daqui a um mês.”

“Está vendo, agora a espera já aumenta para quatro meses”, reclamou Andrés, irritado. “Por enquanto, o estádio é um sonho, como vocês dizem e escrevem”, desdenhou o corintiano. “Mas eu cobro todo dia, brigo com o Rosenberg (Luis Paulo, diretor de marketing), faço tudo para eles (governantes) acelerarem. Agora falaram da liberação. Eu quero ver para crer, não ficarei enganando a torcida.”

Isenção fiscal. Uma coisa é certa. Vai haver dinheiro do governo na construção da arena, inicialmente prevista para 48 mil lugares e, com a confirmação de que sediará a Copa, ampliada para 65 mil lugares, exigência para ser palco da abertura.

“O estádio de São Paulo vai ganhar R$ 320 milhões para sua estrutura”, garantiu o governador Geraldo Alckmin, revelando que haverá, sim, dinheiro público na obra, avaliada em R$ 600 milhões. Os outros R$ 200 milhões viriam da Prefeitura, por intermédio de incentivos fiscais.

“Não estamos colocando recursos públicos, apenas abrindo mão de um imposto basicamente para empreendimentos”, informou Marcos Cintra, revelando a isenção fiscal. “Podemos dar um incentivo fiscal de até 60% do valor das obras. Seria como a antecipação de um benefício. E ele virá em certificado de moeda específico para pagar sem impostos”, enfatizou.

ICFUT – Timão recomeça sem Ronaldo !

Fonte: O Estado de São Paulo

Corinthians inicia fase pós-Ronaldo

Equipe entra em campo pela 1ª vez depois da aposentadoria do atacante, em busca de nova identidade e com a expectativa de pouco público no Pacaembu

Fábio Hecico – O Estado de S.Paulo

O Corinthians inicia nova fase a partir das 21h50, diante do Mogi Mirim, no Pacaembu. A badalação costumeira por causa da presença de Ronaldo dá lugar à desconfiança após a aposentadoria do craque. Sem sua grande estrela, o reflexo será visto nas arquibancadas, provavelmente vazias. A dúvida do torcedor é se a equipe conseguirá ser forte sem um jogador do quilate do ex-camisa 9. Brigando para chegar entre os oito melhores que avançam no Campeonato Paulista, o time entra pressionado e ciente de que necessita de superação.

Ernesto Rodrigues/AE-15/2/2011
Ernesto Rodrigues/AE-15/2/2011
O novo capitão. Chicão promete liderar a equipe em campo

Tite tentou fazer o que Ronaldo vinha realizando nas últimas partidas, principalmente nas derrotas, e virou escudo do elenco. Chamou para si a responsabilidade no momento de transição, e pediu calma. “A responsabilidade é inerente aos atletas, e a do técnico vai continuar a mesma. Tínhamos jogadores importantes, credenciados, que canalizavam mais as coisas. Agora a responsabilidade será diluída entre todos”, enfatizou, revelando ter pedido apenas mais atenção e uma boa apresentação para espantar novo princípio de desconfiança dos torcedores.

Repetir a escalação, então, virou trunfo. Será a terceira vez que os mesmos atletas entrarão em campo. Antes, já haviam goleado o Ituano por 4 a 0 e empatado sem gols com o Paulista.

Mais experientes do atual grupo, o zagueiro Chicão e o lateral-direito Alessandro querem colaborar com o treinador, ser sua voz dentro de campo. “Responsabilidade todos têm de ter, uns mais outros menos, mas vamos ser cobrados e vamos cobrar os outros, fazer o que o Tite pede e dividir para não cair em só um”, enfatizou Chicão, o novo capitão, sem esconder a liderança. “Pode ter certeza de que vou cobrar bastante, até ser chato, mas não só eu tenho de conversar, o Alessandro, o Jorge (Henrique)… Fizemos um acordo de um cobrar o outro”, comentou.

Alessandro gostou da iniciativa e promete contribuir. O time não admite ser apontado como frágil com a saída de Roberto Carlos e Ronaldo. “Nosso primeiro objetivo é chegar entre os oito, depois ir passando de fase, sempre pensando no título. Equipe grande sempre tem de estar almejando conquistas e no ano passado não ganhamos, temos de buscar agora”, filosofou. “Mudamos bastante, em todos os setores, porém temos de seguir na raça, sem medir esforços, pois daremos a volta por cima.”

Ganhar do Mogi Mirim significa subir para o grupo de cima do Estadual e chegar motivado para o clássico com o Santos.

ICFUT – Ronaldo na Copa 2014 !

Fonte: O Estado de São Paulo

Ronaldo garante vaga no Mundial

Ao lado de políticos, no Museu do Futebol, astro foi nomeado integrante do Comitê Paulista para a Copa

Fábio Hecico – O Estado de S.Paulo

Desde o anúncio da aposentadoria, na segunda-feira, Ronaldo optou pela reclusão, ficando em casa com a família. Nada de aparições em público. Futebol, só pela tevê e muito descanso na agenda. Ontem, ele deu uma pausa da vida de ex-jogador para receber homenagem e se tornar mais um integrante do Comitê Paulista para a Copa do Mundo de 2014. No lançamento do programa Cidade Base, no Museu do Futebol, que apresentou 37 cidades do estado candidatas a sedes das seleções do próximo mundial, garantindo boa estrutura hoteleira e de treinamentos, o Fenômeno ganhou a medalha do Mérito Esportivo do Governo do Estado de São Paulo.

O evento contou com a presença do governador Geraldo Alckmin, do prefeito Gilberto Kassab, do presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo del Nero, do presidente da CBF, Ricardo Teixeira e de Fúlvio Danilas, gerente da Fifa que fiscaliza as obras para o Mundial no País.

Com as cores do ex-clube, camisa branca, calça e tênis escuros, o jogador parecia já ter superado a emoção da despedida e, bastante sorridente, mais uma vez viu seu grande serviço ao esporte reconhecido. Ao receber a medalha de Alckmin, ele voltou a ser aplaudido calorosamente.

Agradeceu a todos e discursou, brevemente. Novamente, fazendo questão de agradecer a todos os presentes ali.

“Essa medalha representa muito para mim, tudo que fiz foi com muito amor e gosto pelo futebol”, discursou. Sobre se tornar um membro titular do Comitê Paulista para a Copa do Mundo, disse ser uma honra poder ajudar. Com sua experiência, ele espera ajudar São Paulo a fazer “a melhor sede de todos os tempos.” “Quero contribuir agora fora dos campos”, disse.

A imagem consagrada do jogador fora do País será bastante utilizada pelo comitê estadual para a captação de recursos e parceiros. São Paulo, além de querer ser sede da abertura da Copa, no programado estádio do Corinthians, em Itaquera, ainda planeja receber o Centro de Imprensa (no Complexo do Anhembi) e o Congresso da Fifa (no futuro Centro de Convenções de Pirituba).

Descontração. Ronaldo passou quase o tempo todo falando ao pé do ouvido de Ricardo Teixeira, numa prova de que as desavenças após a Copa de 2006 estão completamente superadas. Ronaldo não poupou elogios ao “melhor presidente que já teve” e tratou de seu jogo de despedida com a camisa da seleção.

O Fenômeno não esconde sua vontade de reunir os melhores amigos para partida no meio do ano e, pelo semblante de felicidade, parece ter gostado do que ouviu. Domingo o Corinthians recebe o Santos, no Pacaembu, e não está descartada a presença do jogador nas tribunas do estádio. Ronaldo adiantou em seu comovente discurso de despedida que estará sempre ao lado dos ex-companheiros. Receber seu apoio no clássico ajudaria muito ao time, ainda abatido com a saída. “Infelizmente tudo tem começo, meio e fim. Peço a Deus que ele siga ajudando, e quem sabe não volte a jogar”, falou, saudosista Andrés Sanchez.