Por Cleber Aguiar – Santos de Elano , melhor do que Pelé !

Fonte: Folha Online

Santos quer melhor início desde Pelé

ADRIANO FERNANDES

Se o Santos vencer a Ponte Preta hoje, em Campinas, terá feito o seu melhor início de Paulista em 46 anos.

Se conseguir a quinta vitória em seis jogos (o time empatou contra o São Caetano, na quarta rodada), o Santos igualará o desempenho do time que começou o Paulista de 1965 e foi campeão. Na época, Pelé foi o artilheiro do campeonato, com 49 gols.

Em 2007, o Santos fez campanha parecida com a atual: nos seis primeiros jogos, venceu cinco e empatou um. Se ganhar hoje, porém, terá pelo menos 11 gols de saldo, dois a mais que no início do Paulista de 2007, quando também foi campeão.

Caso vença com uma vantagem de mais de três gols, a equipe santista superará o time de 1965 no saldo de gols.

Essa campanha inicial só não seria melhor que a do time santista de 1962, que emplacou sete vitórias nos sete primeiros jogos do Paulista.

Em termos de artilharia, a equipe atual, com 16 gols, é a melhor desde 2001, segundo levantamento do Centro de Memória e Estatística do clube. Em 2001, o Santos marcou 17 vezes nos cinco primeiros jogos. Já a equipe de 1965, marcou 18 vezes nas cinco rodadas iniciais.

Um dos artilheiros do time atual é o meia Elano. Contratado para fazer a articulação entre o meio-campo e o ataque, o jogador já marcou cinco gols na temporada.

“Não foi projetado”, disse o meio-campista. “O pessoal agora liga e pergunta: ‘Você é artilheiro agora?'”, afirmou.

Mas o Santos não joga completo. É possível que a fase artilheira de Elano acabe quando os jogadores mais acostumados a anotar gols voltem ao time alvinegro.

São os casos de Neymar, que está jogando o Sul-Americano do Peru com a seleção sub-20, e de Paulo Henrique Ganso, que se recupera de uma cirurgia no joelho.

Mas o técnico Adilson Batista pretende ajudar Elano em seu namoro com os gols. O meia foi escalado pelo treinador como o batedor oficial de pênaltis da equipe.

“Em todos os times em que eu passei na Europa, eu era o batedor de pênaltis. Um dia [quando jogava pelo Manchester City], o Robinho pediu para bater e perdeu. Depois, eu ouvi um monte do treinador”, conta Elano, ex-colega de Robinho no City, no Santos e na seleção.

A duas semanas da estreia santista na Libertadores, prioridade do clube, a escalação contra a Ponte Preta hoje será diferente da que venceu o São Paulo (2 a 0), no domingo. O técnico Adilson Batista, porém, não disse que nomes sairão ou entrarão na equipe.

NA TV
Ponte Preta x Santos
19h30
Sportv

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s