Por Cleber Aguiar – Revelações de Neymar !

Fonte: O Estado de São Paulo

‘Meu sonho é sentar no sofá e ver os filhos correndo pela casa’


Neymar conta que seu maior desejo no momento é conhecer a Disney e, daqui a 20 anos, poder curtir pelo menos três filhos

– O Estado de S.Paulo

Jogador mais badalado do momento do futebol brasileiro, estrela absoluta da seleção sub-20 que está no Peru atrás de uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres – a estreia na segunda fase é contra o Chile, às 22 horas de segunda-feira-, e apontado por grande parte da crítica especializada como futuro melhor jogador do mundo. Na semana que antecede seu 19.º aniversário (completa no dia 5), Neymar não é apenas mais um jogador de futebol. Ele se transformou em referência, em celebridade.

Enrique Castro Mendivil/Reuters
Neymar é a estrela do sub-20

E tudo por causa do bom e velho futebol. E essa modalidade, que já endeusou e crucificou tantos mortais, resume a vida do craque santista. Neymar não só joga futebol, ele pensa e vive essa realidade praticamente 24 horas. São treinos, preleções, concentrações, premiações, assédio, compromissos comerciais, enfim, um leque de responsabilidades sempre associadas ao esporte bretão.

Mas o que o astro faz nos raríssimos momentos em que não está envolvido com futebol? O que pensa a respeito de outros assuntos, como política? Enfim, o Estado propôs um desafio inédito a Neymar: uma conversa na qual poderia falar sobre qualquer assunto, menos futebol. E não é que ele topou! “Vamos lá. Manda bala”, disse, esfregando as mãos.

Neymar mostrou ideias coerentes com sua idade. Como qualquer jovem, quer enfrentar o mundo. “Não tenho medo de nada”. E como boa parte dos adolescentes… “Minha viagem dos sonhos é ir para a Disney”. O garoto surpreende ao falar do futuro. Dono de contratos milionários, Neymar não sonha tão alto. “Daqui a 20 anos me imagino em um sofazinho, assistindo meu futebol e com pelo menos três filhos correndo pela casa toda”. Sim, ele já deu o primeiro passo. “Tenho uma namorada, mas é segredo”, diverte-se.

Você já está no Peru há duas semanas e ficará aqui pelo menos mais duas. No total dá mais de 30 dias. Já havia feito uma viagem tão longa assim? Como se preparou para ficar tanto tempo longe de casa?
Rapaz, a gente viaja muito por causa dos jogos. Mas geralmente é bate-volta. Eu nunca fiz uma viagem assim tão longa. Bate uma saudade muito grande dos amigos, da família, das pessoas que a gente ama. Mas eu vim preparado. Trouxe telefone, rádio, computador. De algum jeito eu consigo falar com as pessoas no Brasil. Ah, claro, tem o videogame, que a gente não abre mão nas concentrações.

E qual o jogo preferido?
Futebol, claro!

Lembre-se que não podemos falar de futebol. E quando você está de férias, qual viagem gostaria de fazer?
Eu gostaria muito de ir para a Disney. Desde criança tenho esse desejo e ainda vou encontrar tempo para realizá-lo.

Mas não é uma viagem tão complicada de fazer…
Ih, o difícil é arrumar tempo. Mesmo quando a temporada acaba, a gente tem compromissos profissionais, campanhas para fazer. E neste último mês teve também a seleção. Além do que, quando temos tempo livre, tem de ver a tia, a avó…

E de onde vem toda essa fascinação pela Disney?
Acho que dos meus amigos de infância. Todos que foram para lá e até mesmo alguns com quem jogo falam muito bem de lá. Então tenho uma curiosidade muito grande de conhecer, me divertir por ali.

Seu aniversário é dia 5…
Tá chegando, é véspera do jogo contra a Argentina.

E o que você gostaria de ganhar como presente? E lembre-se que não podemos falar sobre futebol, portanto não vale dizer a vitória ou marcar um gol nos argentinos.

Mas era isso que eu queria (risos).

Uma pessoa como você que, apesar da pouca idade, já é bem-sucedida, tem contratos privilegiados, ainda quer presente?
Claro. Presente é sempre muito bom.

Mas tirando os objetivos profissionais, o que você gosta de ganhar?
Olha, presente vindo de qualquer pessoa é sempre muito bem-vindo.

E quando o Neymar se presenteia, se presenteia com o que?
Eu gosto muito de joia, de brincos, mas principalmente de relógios. Em viagens, sempre que tenho uma oportunidade, eu compro um.

Você é do tipo que faz coleção?
Tenho alguns e sempre que posso compro alguns. Mas não fico naquela fissura de querer comprar um de cada cor. Não tenho o costume de colecionar nada.

E o topete, o moicano?
Virou uma marca, né? Então a gente dá um trato, passa um creminho (risos).

A vida de estrela é como você imaginava antes de se tornar uma?
Olha, eu imaginava que fosse pior em relação a responsabilidades, compromissos. Mas é muito bom ter o reconhecimento e alcançar tantas coisas. Por exemplo, eu olhava o Robinho, que é meu ídolo, e queria ser como ele, reconhecido por todo mundo, jogar na seleção. E, graças a Deus, consegui tudo isso.

Qual é o lado chato desse tipo de vida?
Não tem lado chato. É bem tranquilo. Sou muito bem tratado por todos. Realmente não tenho do que me queixar.

E como você lida com o assédio. Tem alguma dica para saber se uma pessoa se aproxima só por interesse?
A gente tem sensibilidade para saber quem é seu amigo, quem não é, quem é apenas seu conhecido. Graças a Deus tenho amigos espalhados por todo o mundo e quero fazer novos, pois o que mais gosto de fazer na vida é amizade. É claro que tenho cuidado com coisas indesejáveis.

Você tem um melhor amigo?
Tenho alguns melhores amigos. Mas acho que no futebol é o Ganso, que é como um irmão para mim. A gente se conhece há muito tempo, começamos juntos lá nas divisões de base do Santos e temos uma relação muito boa. O Ganso é meu melhor amigo.

Você tem sonhos?
No futebol é ser campeão de uma Copa, mas como o papo não é sobre futebol, tenho o sonho de ter uma família.

Muitos filhos?
Muitos não. Uns três está de bom tamanho (risos).

Como você se vê daqui a 20 anos?
Nossa, daqui a 20 anos? Rapaz, espero estar no meu sofazinho chique, vendo meu futebol e com filhos correndo por todos os lados da casa.

O Brasil passou por um processo político importante, com eleições presidenciais. Você acompanhou?
Eu gosto sempre de saber o que está acontecendo, afinal de contas, são assuntos importantes para o País. Mas como a gente tem de viajar muito, concentrar muito, fica complicado acompanhar mais de perto.

Em quem você votou?
Isso eu não revelo. O voto é secreto.

E o que você considera na hora do voto?
Procuro ficar de olho no que cada um está fazendo.

Você tem algum medo na vida?
Olha, não tenho medo de nada!

Os garotos que desejam ser como você devem estar preparados para o quê?
Eles têm de estar preparados para tudo. Para lidar com gente que gosta de você, com gente que não gosta, às vezes com gente que gosta mas faz uma crítica. E, claro, com o fato de se tornar referência para muita gente, sobretudo as crianças.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s