Por Allisson – Verdão vence mais uma

Quando o jogo parecia caminhar para um 0 a 0 sem emoções, Cicinho e Kleber fizeram para o Verdão

Em tarde de estreias, o Palmeiras conseguiu sua quarta vitória seguida ao bater a Portuguesa, no Canindé, por 2 a 0. O Verdão se manteve na cola do líder Santos, que também venceu neste domingo, e retomou a vice-liderança do Campeonato Paulista, agora com 13 pontos. Os gols foram marcados por Cicinho e Kléber, ambos nos minutos derradeiros da segunda etapa.

A vitória colocou o Verdão na vice-liderança, atrás do Santos pelo saldo de gols (8 contra 6). Já a Lusa caiu para a nona colocação.

VÍDEO Veja os melhores lances de Portuguesa x Palmeiras

Sem o zagueiro Danilo, que negocia sua saída do Palmeiras, o técnico Felipão promoveu a estreia de Thiago Heleno. Mas os destaques mesmo ficaram para outras duas novidades: os atacantes Max Santos e Adriano Michael Jackson entraram no segundo tempo e melhoram o time. Com os dois em campo, o Palmeiras conseguiu os dois gols que decretaram a vitória.

PRIMEIRO TEMPO MORNO

Envolvido pelo meio de campo fechado da Portuguesa, o Palmeiras sofreu no começo da partida e só conseguiu chegar ao ataque em algumas brechas em contra-golpes. Mas a alternativa não surtiu grande efeito. Tinga, sobrecarregado, tentou municiar os três atacantes de Felipão, sem sucesso.

O Palmeiras teve uma boa chance com o volante João Vitor, substituto de Marcos Assunção, lesionado. Mas foi pouco!

Foi difícil passar pela dupla Ferdinando e Ademir Sopa, que formava uma paredão frente à defesa lusa. Além deles, dois jogadores formados na base do Canindé, Guilherme e Henrique, completavam o meio de campo com muita disposição para barrar as investidas palmeirenses.

As boas chances da equipe da casa saíram dos pés destes pratas-da-casa. Guilherme, aos 18, soltou uma bomba que Marcos buscou. Henrique, aos 41, foi lançado por Héverton e tentou encobrir Marcos.

No segundo tempo, Felipão resolveu mudar a equipe. Já na volta do intervalo, sacou o inoperante Dinei e escalou Patrik, destaque nos últimos jogos. Logo depois, promoveu a estreia de Max Santos, no lugar de Luan. É o novato conseguiu abrir espaços logo em sua entrada.

Animado, Max chutou forte e Wéverton espalmou, aos 11. Um minuto depois ele fugiu pela esquerda e cruzou para Tinga, que não alcançou. A torcida palmeirense gostou, mas o time não evoluiu.

O jogo permaneceu truncado, a exemplo do primeiro tempo. Diante de tanto equilíbrio, o gol poderia sair a qualquer instante. Nenhuma das equipes mostrava superioridade no Canindé até então.

ATAQUE EM BLOCO

Foi durante este momento de morosidade no segundo tempo que Felipão tentou incendiar a partida. O treinador colocou em campo outra novidade: Adriano Michael Jackson, que substituiu Tinga, aos 28 minutos, e deu novo ânimo à torcida palmeirense.

Imediatamente após sua entrada, o Verdão acordou em campo, mas sem a participação direta de Adriano. Max Santos abriu o jogo pela esquerda, escapou da zaga e achou Kléber livre na pequena área. O camisa 30 desperdiçou grande chance. O Verdão pressionou e criou outras três boas chances de marcar, que acabaram desperdiçadas.

Mas aos 36, Kleber comandou jogada de ataque do Palmeiras e tocou forte para Michael Jackson. O atacante não alcançou mas a bola acabou nos pés de Cicinho, que chutou dea entrada da área com categoria para abrir o placar.

A Lusa bem que tentou pressionar, mas foi o Verdão quem marcou. Aos 45 minutos, Kleber recebeu passe de Adriano e girou para fazer o segundo gol do Palmeiras.

Agora, a Portuguesa recebe o Americana no Canindé, na próxima quarta-feira, enquanto o Palmeiras vai à Mirassol enfrentar o time da casa, no mesmo dia.

FICHA TÉCNICA:
PORTUGUESA 0 X 2 PALMEIRAS

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data/hora: 30/01/2011 – 17h (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus
Auxiliares: Márcio Jacob e Luis Alexandre Nilsen
Renda/público: R$ 224.520,00 / 9.304 pagantes
Cartões amarelos: Preto Costa, Domingos (POR); Kleber, João Vítor (PAL)
GOLS: Cicinho, 36’/2ºT (0-1); Kleber, 45’/2ºT (0-2)

PORTUGUESA: Wéverton, Paulo Sérgio (Rafael Silva, 24’/2ºT), Domingos, Preto Costa e Marcelo Cordeio; Ferdinando, Ademir Sopa, Guilherme e Henrique (Dinei, 37’/2ºT); Héverton e Luis Ricardo. Técnico: Sérgio Guedes.

PALMEIRAS: Marcos, Cicinho, Mauricio Ramos, Leandro Amaro e Rivaldo; Márcio Araújo, João Vítor, Tinga (Adriano, 28’/2ºT); Luan (Max Santos, 10’/2ºT), Kleber e Dinei (Patrik, intervalo). Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fonte: Lancenet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s