Por Edgar Santista – Brasil vence o Equador e garante a ponta no Grupo

Time misto não deu show. Mas jogo serviu para Ney Franco observar jogadores já pensando no hexagonal do Sul-Americano

A Seleção Brasileira venceu o Equador por 1 a 0, na madrugada desta quarta-feira, em Tacna (PER), pela última rodada da primeira fase do Sul-Americano Sub-20. Com dois titulares e três estreantes entre os 11, o time misto não deu show, mas garantiu a primeira colocação no Grupo B.

 Como já é costume neste Sul-Americano, a Seleção encontrou um adversário empenhado na marcação, com dez homens atrás da linha da bola. Por isso, teve dificuldades para atacar quando escolhia carregar a bola. A solução eram os passes curtos.Enquanto tentava se posicionar da melhor maneira possível, o Brasil viu o Equador assustar. Cazares deu lindo passe para Ibarra, que, de primeira, completou. Coube ao goleiro Aleksander se esticar e fazer ótima defesa. Jogadores aprovam atuação e dão resposta a Ney FrancoQuando as críticas ao time misto poderiam começar, a garotada logo acordou. Antes errando passes e perdendo a bola, Oscar recebeu de Alan Patrick e, de calcanhar, enganou a defesa equatoriana. O presente foi recebido por Henrique, que caprichou o chute no canto direito.Pouco depois do gol, Cazares fez falta em Alan Patrick, reclamou e recebeu o cartão vermelho. Com um homem a mais, a Seleção, porém, não ampliou. 

Reclamando dos passes errados, Ney Franco substituiu Zé Eduardo e Alan Patrick por Lucas e Willian, respectivamente. Mas o são-paulino ficou apenas dez minutos em campo, pois recebeu cartão o amarelo. Para evitar outro amarelo, que o tiraria do próximo jogo, o meia-atacante rapidamente deixou o campo.

Para quem esperava goleada, ela não aconteceu. O Brasil diminiu o ritmo. E teve sorte. O Equador, que parecia conformado com a derrota, carimbou o travessão com Montaño, que ainda teve outra chance após a defesa parar pedindo impedimento. Mas demorou a concluir.

Os sustos acordaram a Seleção, que viu Diego Maurício caprichar, mas errar o chute, desperdiçando boa chance. O jogo passou a ficar dramático, com investidas dos dois lados. Mas o placar não mudou. 

FICHA TÉCNICA:
EQUADOR 0 X 1 BRASIL

Local: Jorge Basadre, em Tacna (PER)
Data/Hora: 26/1/2011 – 0h10 (de Brasília)
Árbitro: Diego Abal (ARG)
Auxiliares: Ricardo Casas (ARG) e Jorge Urrego (VEN)
Cartões amarelos: Narvárez(EQU); Lucas, Simon (BRA)
Cartões vermelhos: Cazares (EQU)

GOL: Henrique 24’/1T (0-1)

EQUADOR: Jaramillo, Pineida, Narvárez e Quiñonez, Gaibor; Fuertes, Oña (Chala, 40’/2T), Arroyo (Caicedo, 36’/1T) e Ibarra, Cazares e Montaño. Técnico: Sixto Vizuete.

BRASIL: Aleksander, Rafael Galhardo, Saimon, Romário e Gabriel Silva; Fernando, Zé Eduardo (Lucas, 8’/2T) (Alex Sandro, 18’/2T), Alan Patrick (Willian, 8’/2T) e Oscar; Henrique e Diego Maurício. Técnico: Ney Franco.

Texto: Lancenet.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s