ICFUT – Contra surpresa do Paulistão, Rogério Ceni mira novo recorde no São Paulo

Fonte: http://www.uol.com.br

Ceni atuará pela 73ª vez seguida pelo São Paulo; Americana venceu os 3 jogos

Rogério Ceni, 38, certamente terminará 2011 com várias marcas alcançadas. Próximo dos 100 gols na carreira e dos 1.000 jogos com a camisa tricolor, o camisa 1 atingirá um feito expressivo diante do “100%” Americana, às 22h, nesta quarta-feira, no interior. Ele completará 73 partidas consecutivas à frente do time do Morumbi, maior sequência ininterrupta na carreira.

RIVALDO AVISA QUE SÓ DEIXARÁ O COMANDO DO MOGI SE A FIFA MANDAR

  • Folha Imagem

    O São Paulo afirma ter consultado o departamento jurídico sobre eventuais riscos de contar com um jogador que também acumula a função de presidente. Os advogados disseram não haver impedimento legal, mas aconselharam o clube a sugerir a Rivaldo que deixe o comando do time interiorano caso haja ordem vinda da CBF.

Para efeito de comparação, Ronaldo soma 67 jogos pelo Corinthians desde que foi contratado (final de 2008).

Onipresente, Ceni atribui a fase “fominha” à adoção de treinamentos preventivos.

“Eu aprendi muito com a parte de musculação com o passar do tempo. Isso também se baseia muito em como o Haroldo [preparador de goleiros do clube] me treina. Ele compreende muito bem os treinamentos possíveis para que não tenha chance de lesão. Tem todo um trabalho de manutenção preventiva para evitar lesões”, comentou o goleiro ao site oficial do clube.

O recorde registrado por ele até então havia sido entre as temporadas 2004 e 2005, quando atuou 72 vezes seguidas. Atleta que mais defendeu o São Paulo (951 jogos), Ceni é o maior goleiro artilheiro da história do futebol mundial, com 96 gols, segundo contagem do clube. A Fifa contabiliza dois gols a menos.

A derrota do São Paulo contra a Ponte Preta, 1 a 0, no Morumbi, sábado, justamente no aniversário de Ceni, realçou a necessidade de reforços. O clube busca um camisa 9; Luís Fabiano é cotado.

O técnico Paulo César Carpegiani ainda não terá Rivaldo, que deverá ser apresentado oficialmente na sexta-feira, no CT de Cotia, reduto da base tricolor.

“Ele não vai ser a salvação, não queremos jogar toda a responsabilidade nele. Ele será útil”, avisou o comandante

Para suprir a falta de novidades no elenco, o treinador alega ser obrigado a realizar improvisações no time. Carpegiani avisou que puxará dois jogadores das divisões inferiores.

Diante do Americana, Alex Silva ainda é dúvida. Gripado e com dores no joelho, o zagueiro será avaliado minutos antes da partida. Na lateral-direita, Xandão deverá ser improvisado.

Com 100% de aproveitamento na competição (três vitórias), o vice-líder Americana, gerado em Guaratinguetá, não terá nenhum desfalque por lesão, repetindo a escalação da rodada anterior.

AMERICANA X SÃO PAULO

AMERICANA

Jailson; Luís Felipe, Jorge Luiz, Júlio César e Hélton; Gercimar, Léo Silva, Marcinho e Fumagalli; Charles e Rafael Chorão

Técnico: Edinho Nazareth

SÃO PAULO

Rogério Ceni; Xandão, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Jean, Cleber Santana e Fernandinho; Marlos e Dagoberto

Técnico: Paulo César Carpegiani

Data: 26/01/2011 (quarta-feira)

Horário: 22 horas (horário de Brasília)

Local: Décio Vitta, em Americana/SP

Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra

Assistentes: Alberto Masseira e Danilo Manis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s