ICFUT – Maicon é eleito o melhor brasileiro na Europa em 2010 e leva o ‘Samba Gold’

Fonte: globo.com

Lateral-direito do Inter de Milão, que superou Thiago Silva e Hernanes, receberá o prêmio em fevereiro

Maicon leva o prêmio Samba Gold (Foto: Reprodução)

O lateral-direito Maicon ganhou um belo presente no último dia do ano. O jogador do Inter de Milão foi eleito o melhor brasileiro no futebol europeu segundo o portal “Samba Foot”, um dos principais do Velho Continente. Nas duas edições anteriores do prêmio, Kaká e Luis Fabiano foram os vencedores.

Um dos pilares da equipe nerazzurra que levou a tríplice coroa (Copa da Itália, Campeonato Italiano, Liga dos Campeões) e o Mundial de Clubes em 2010, Maicon recebeu o prêmio Samba Gold após ser eleito por um júri formado por colaboradores do site, internautas e ex-jogadores como Mozer, Carlos Alberto Torres, Jorginho e Taffarel.

Em segundo lugar apareceu o meia Hernanes, um dos destaques do Lazio no segundo semestre, e o zagueiro Thiago Silva, do Milan. Uma cerimônia para a entrega do troféu ocorrerá na véspera do amistoso França x Brasil, no dia 9 de fevereiro, no Stade de France.

ICFUT – Roberto Carlos quer se aposentar nos EUA em 2012 e treinar Real Madrid

Fonte: http://www.terra.com.br

Aos 37 anos, Roberto Carlos foi escolhido o melhor lateral esquerdo do Campeonato Brasileiro

Aos 37 anos, um dos maiores jogadores da história do futebol brasileiro vê sua carreira se aproximar do fim. Roberto Carlos, lateral esquerdo do Corinthians, declarou em entrevista ao diário espanhol As que pretende jogar em alto nível no clube brasileiro até o final de 2011, para depois encerrar sua trajetória profissional nos Estados Unidos.

De acordo com o lateral esquerdo, a vontade de jogar na liga americana é fruto da curiosidade. Na última semana, o jogador esteve em Nova York e Orlando e disse ter ouvido das pessoas para que encerrasse a carreira no país.

Jogue ou não nos Estados Unidos em 2012, Roberto Carlos já tem um trabalho futuro bastante definido em sua mente: o de treinador. Mesmo sem experiência anterior na função, ele descartou começar como técnico de alguma equipe de base, e afirmou que tem conhecimento suficiente para iniciar a nova fase já no comando de um grande time.

O lateral, inclusive, já traçou um objetivo para o futuro: ser treinador do Real Madrid, clube que defendeu por 11 anos e onde é ídolo incontestável. O jogador também lembrou que sua intenção era encerrar a carreira na equipe espanhola, mas “algumas pessoas” não deixaram – o que culminou em sua transferência para o Fenerbahce, da Turquia, em 2007.

Por Rogerinho – Títulos, títulos e títulos na década do São Paulo

Fonte – Lancenet

Tricolor conquistou Libertadores, Mundial e três Brasileiros

Títulos! O São Paulo passou boa parte da década comemorando: Libertadores, Mundial e três Brasileiros, além de dois Paulistas e de um Rio-São Paulo. As conquistas eternizaram Rogério Ceni como ídolo. Os títulos nacionais foram alcançados sob a batuta de Muricy Ramalho. O Tricolor ficou em alta.

A perda da Libertadores de 2006 e o fato de em 2009 e 2010 o São Paulo não ter conquistado um título de expressão não fazem da década tricolor menos vencedora.

Títulos:
2001 – Torneio Rio-SP
2002 – Supercampeonato Paulista
2005 – Campeonato Paulista, Copa Libertadores da América e Mundial Interclubes
2006 – Campeonato Brasileiro
2007 – Campeonato Brasileiro
2008 – Campeonato Brasileiro
2010 – Copa São Paulo Juniores

Time ideal:
Rogério Ceni; Cicinho, Lugano, Miranda e Júnior; Josué, Mineiro, Hernanes e Kaká; Amoroso e Luis Fabiano; Técnico: Muricy Ramalho


Principal jogador:

Rogério Ceni

Grande ídolo do São Paulo, responsável por 73 gols do Tricolor na última década. O goleiro artilheiro atuou em 549 jogos (na década) e esteve presente nas principais decisões do clube.

Jogo mais marcante:
São Paulo 4×0 Atlético-PR (2005)
Em disputa pela final da Libertadores, o Tricolor goleou o Atlético-PR e garantiu o tricampeonato do torneio, consagrando o São Paulo como o primeiro time brasileiro a conseguir essa façanha. Os gols do título do São Paulo foram marcados por Amoroso, Fabão, Luizão e Diego Tardelli.

Por Edgar Santista – Quer ajudar seu time de coração a contratar jogadores de Seleção? Saiba como.

Prêmio da Mega Sena pode ajudar vencedor a montar time de luxo

Com R$ 200 milhões é possível contratar uma defesa inteira com nível de Seleção

A Mega Sena da Virada poderá deixar um brasileiro R$ 200 milhões mais rico nesta sexta-feira. Caso o sortudo seja apaixonado por futebol, poderá presentear o clube de coração com alguns dos melhores jogadores do planeta, com exceção de Cristiano Ronaldo, que tem multa rescisória de 1 bilhão de euros (R$ 2,2 bilhões), e Messi, cuja multa vale 300 milhões de euros (R$ 666 milhões).

Com base em números do site alemão TransferMarkt, o ganhador poderia reforçar o meio de campo com Kaká, do Real Madrid, e Sneijder, da Inter de Milão. O valor de mercado dos dois meias totalizaria R$ 199 milhões.

Se a defesa do time do vencedor da Mega Sena o tirar do sério, os problemas acabaram. Que tal reformular o setor defensivo com uma ótima safra brasileira? A compra de Julio Cesar, da Inter de Milão, Rafinha, do Genoa, David Luiz, do Benfica, Thiago Silva, do Milan, e Marcelo, do Real Madrid, custaria R$ 189 milhões.

Caso o mais novo milionário da praça queira ter um ataque de qualidade, opções não faltarão. A dupla de ataque da Seleção Brasileira durante a Copa de 2010 com Luis Fabiano e Robinho pode ser contratada por R$ 73 milhões. O ataque devastador da Inter de Milão, atual campeã da Liga dos Campeões, formado por Eto’o e Milito, custaria R$ 145 milhões. É pouco? Que tal o ataque campeão do mundo? David Villa e Pedro, ambos do Barcelona, formaram a dupla que disputou a final contra a Holanda e têm valor de mercado de R$ 166 milhões.

Fonte: Lancenet.com

ICFUT – Mourinho é eleito o ‘homem do ano’ por jornal italiano. Nadal fica em 2º

Fonte: globo.com

Pódio se completa com o piloto alemão Sebastian Vettel, campeão em 2010

José Mourinho eleito homem do ano (Foto: EFE)

O técnico José Mourinho foi eleito pelo jornal italiano “La Gazzetta dello Sport” o homem do ano nos esportes. A premiação ocorreu por conta do sucesso do treinador durante a temporada 2009/2010, quando comandava o Inter de Milão e conquistou a tríplice coroa (Liga dos Campeões, Campeonato Italiano e Copa da Itália). Na segunda colocação aparece o tenista espanhol Rafael Nadal. O piloto Sebastian Vettel ficou em terceiro.

É a primeira vez em 32 anos de premiação que um treinador conquista a eleição. Além disso, Mourinho foi capa da publicação em 143 ocasiões no ano de 2010. A média é de uma vez a cada dois dias na primeira página do jornal. O português obteve 374 pontos contra 371 de Nadal.

Na edição comemorativa, Mourinho agradeceu o prêmio e afirmou que a conquista relembra os bons momentos que passou no Inter de Milão.

Na categoria “Equipes do Mundo”, a Espanha recebeu a maior votação. Campeã da Copa do Mundo da África do Sul, a seleção ficou à frente do Inter de Milão, e do Los Angeles Lakers, atual detentor do titulo da NBA.

Entre as melhores “Mulheres do Mundo”, o primeiro lugar ficou com a esquiadora norte-americana Lindsey Vonn. A croata Blanka Vlasic e a tenista italiana Francesca Schiavone fecham a eleição.

ICFUT – Léo Rabello: ‘Futebol é uma mentira. O que o jogador vê é dinheiro’

Fonte: globo.com

Dono da carteira nº1 de agente no país, empresário vê falsidade no amor à camisa e admite que às vezes tira proveito do amadorismo dos dirigentes

Léo Rabelo não cogita aposentadoria: ‘Vivo em paz.’
(Foto: Luciano Ribeiro / GLOBOESPORTE.COM)

Com apenas 29 jogadores sob seu comando, nenhum deles no topo da cadeia internacional, Léo Rabello pode não parecer um empresário influente para as novas gerações. Mas foi ele o primeiro brasileiro a enxergar potencial no mercado de transferências. Rubro-negro desde a infância, chegou a dirigente do clube nos anos 70. Naquela década, nascia a geração que transformaria o clube em um gigante de conquistas. Surgia também um estalo para Rabello. Ali ele percebeu que a falta de tato dos jogadores para negociações era uma mina de ouro. Trocou o amadorismo dos cargos de diretoria pelos cifrões que enxergou de longe.

Atualmente, o dono da carteirinha 001 de agente Fifa no Brasil não tem o futebol como número um em sua lista de prazeres. Empresário há 25 anos, Léo Rabello é exemplo clássico do velho ditado sobre consumo de salsichas. Se quem as produz é incapaz de comê-las, o mesmo vale para quem conhece a fundo os ingredientes dos boleiros. Rabello não vai a um estádio desde 2008. Só torce pelo seu Flamengo pela TV, e mesmo assim com bem menos ímpeto dos que nos velhos tempos. Atualmente, na maior parte das vezes um jogo é só um jogo. Ou melhor, só mais uma oportunidade de negócio.

– Estou no futebol desde 66. Isso frequentando o Flamengo. Como dirigente, desde 77. Ninguém é filho de chocadeira, sou Flamengo, era fanático. Hoje há um desgaste grande. Praticamente não vou a jogo. O último  foi a final da Libertadores do Fluminense contra a LDU. Quando quero um jogador, mando os nossos auxiliares verem. Às vezes, acho meio enfadonho. O futebol que o público vê é uma grande mentira. O jogador de futebol vê dinheiro. Esse carinho, esse amor não existe, é folclórico. Quem balança a camisa quando faz gol, beija escudo, é hipócrita. Raros pensam diferente – resumiu o agente, que tem como principais ações neste fim de ano a permanência de Joel Santana no Botafogo, a transferência de Madson para o Atlético-PR e a tentativa de retorno de Thiago Neves do Al Hilal para o futebol brasileiro (Fluminense e Flamengo são os interessados).

Joel  ri à toa com o prestigio no Botafogo. Técnico tem auxílio de Rabello em negociações  (Foto: Ag. Estado)

A tese de que futebol é uma fraude bem disfarçada confirma o autorretrato de Rabello, que se define acima de qualquer coisa como um “autêntico”. A língua sem travas não acerta só os jogadores. O empresário também se incomoda com a classe dos dirigentes. Ele culpa a legislação e diz não entender como um cartola pode ser responsável por orçamentos milionários sem ser cobrado profissionalmente por isso. De peito aberto, admite que às vezes tira proveito dos erros de planejamento das diretorias. Quando os resultados não acontecem, é hora daquele telefonema básico oferecendo reforço.

“Era preciso fazer os dirigentes tratarem o clube como se fosse sua casa”

Léo Rabello

– Em geral, é o agente que vê as carências do clube e oferece. É difícil um dirigente ligar para pedir indicação. Existe, mas o mais comum é o contrário. No futebol não tem santo. Mas procuramos fazer as coisas certas para depois não sobrar para nós também. Você tem de zelar pela sua empresa, seu nome. Senão, fica queimado. Em 30 anos você constrói um nome, não pode perder isso. A verdade é que o futebol brasileiro cada vez progride mais em campo, mas fora dele não melhora nada. Não pode ter um clube com o orçamento que tem hoje dirigido por amador. Era preciso fazer os dirigentes tratarem o clube como se fosse sua casa. Ele trata como um divertimento. Não tem responsabilidade. Quando perdem três ou quatro partidas, querem contratar de qualquer maneira. E fazem errado, não há planejamento. Falta zelo. Igual ao Flamengo no caso do Zico. Contrataram ele sem experiência nenhuma. E as pessoas não têm coragem de colocar na conta do Zico essas negociações malfeitas, não por má-fé, mas por total falta de experiência. Não pode ter só nome para gerir futebol. As pessoas acham que esses caras vão resolver, Zico, Júnior. É tudo na base da emoção.

Muitos desgastes

Rabello ataca os craques que tentaram carreira na gestão do Flamengo, mas a recíproca é a mesma. Em 2004, Júnior teve problemas com o empresário logo no início da sua caminhada como dirigente. Com boas relações na diretoria, o agente tentou colocar na Gávea o desconhecido atacante argentino Castillo. Fechou tudo com a ala amadora no clube, mas Júnior brecou. Atualmente, ninguém lembra mais de Castillo. Mas também é verdade que não são boas as lembranças de Rafael Gaúcho, Negreiros, Welliton, Diogo, Flávio e Dill, alguns dos atacantes que vestiram a camisa rubro-negra naquela temporada.

“Quem balança a camisa quando faz gol, beija escudo, é hipócrita”

Léo Rabello

Por Cleber Aguiar – A opinião do Icfutista sobre o ano no Futebol !

Nota 10 !

Santos campeão Paulista e da Copa do Brasil

ABC de Natal Campeão Potigar e Brasileiro Série C

Rogério Ceni pelo museu em Sinop sua terra natal.

Dorival Junior -02 títulos e ainda livrou o Atlético do Rebaixamento.

Diretoria Santista além de manter e trazer grande jogadores , aumetaram o número de sócios.

Fluminense de rebaixado para campeão brasileiro 2010.

Unificação das taças do Brasileiro, Robertão e Taça Brasil, um gol de placa da CBF.

Sereias da Vila bicampeã da Libertadores Feminina .

Mazembe que fez história no futebol mundial ao eliminar o Internacional.

A maior Copa de todos os tempos África do Sul 2010.

Espanha, Holanda , Uruguai e Alemanha renaceram para o futebol mundial.

Vuvuzelas foi o instrumento mais comentado da Copa África 2010.

Alemanha 4xo na Argentina CHUPA MARADONA.

Internacional Bi da Taça Libertadores com méritos .

Goiás vice da Sulamericana 2010,teve muita raça e amor a camisa … parábens !!!!!

Paulista de Jundiaí  vence a Copa Paulista e volta para Copa Brasil 2010.

Andres Sanches só falou a verdade na festa da CBF ou seja seu time subia pela porta da frente.

Toda equipe ICFUT pelo belo trabalho triplicamos nossos acessos e claro para todos Icfutistas do País !

Nota Zero

Árbitro Thiago Duarte Peixoto que apitou Santos x São Paulo Final da Copa São Paulo 2010, ridículo vais estudar o livro de regras novamente !

Corinthians nada até agora no centenário ou sem ter nada ?

Palmeiras mais um time caro e nada de títulos…

São Paulo FC não fez uma despedida digna para o bom jogador Richarlyson.

Lusa não pode perder para o América de Natal em casa , pontinhos custaram a vaga para série A.

Flamengo não teve respeito com o maior ídolo Zico , lamentável ….

Vitória  depois de ser até vice campeão da Copa do Brasil 2010, não conseguiu evitar o rebaixamento jogando em casa

Jabulani terrivelllllllllllllllllllllllll…

Botafogo Carioca continua pipocando no brasileirão.

Meninos da Vila no episodio do goleiro mão de alface.

Neymar contra Dorival Junior pura falta de educação.

Itália  maior decepção da Copa 2010.

Felipe Mello só o nome já lembra desgraça.

ICFUT – Fla está acertando com Thiago Neves .

Fonte: O Estado de São Paulo

Flamengo negocia liberação de Thiago Neves com Al-Hilal, da Arábia Saudita

Em nota oficial, clube rubro-negro garante que está perto de anunciar o jogador como reforço

RIO – O Flamengo está perto de anunciar mais um reforço para a próxima temporada. O clube carioca já acertou as bases salariais com o meia Thiago Neves, mas espera a liberação do Al-Hilal, da Arábia Saudita, para acertar com o jogador por um ano.

Arquivo/AE
Arquivo/AE
Thiago Neves perto de voltar ao futebol brasileiro; Flu e Fla lutam para contar com o meia

O problema é que o valor pedido pelo time saudita para emprestar o jogador é muito alto. A quantia é bem maior do que a oferecida pela diretoria flamenguista.

A direção do Flamengo comunicou, em nota oficial, que “as negociações para trazer o jogador Thiago Neves estão evoluindo positivamente, conforme manifestação do empresário do jogador, Léo Rabello, em conversas com a diretoria de futebol”.

Até agora, o Flamengo já contratou três reforços para a próxima temporada: o goleiro Felipe (ex-Braga), o meia Vander (ex-Bahia) e o meia argentino Bottinelli (ex-Universidad Católica).