Por Rogerinho – Especial do TRI MUNDIAL: Ceni a Reina: ‘Você tem só 23 anos…’

Melhor do Mundial, capitão do São Paulo revela palavra de consolo ao goleiro vice-campeão

FONTE – LANCENET

– Você tem 23 anos, ainda vai ter chance de ganhar vários Mundiais. Eu tenho 32, tinha de vencer esse.

Assim, Rogério Ceni, melhor jogador da final contra o Liverpool e também do Mundial de Clubes de 2005, consolou o colega Reina. O goleiro espanhol foi o único adversário com quem o maior ídolo do São Paulo trocou uma palavra no dia de sua consagração em Yokohama.

Reina não era vazado há 11 jogos antes da finalização certeira de Mineiro da decisão do torneio. Na época, já tinha a admiração do capitão tricolor, nove anos mais velho.

Assim que o mexicano Benito Archundia apitou o fim da partida, todos os são-paulinos correram em direção a Rogério. Depois dos abraços, o goleiro fez questão de ir até o colega rival para cumprimentá-lo.

O gesto serviu também para rechaçar ainda mais a tese de que os europeus não dão importância ao torneio de campeões continentais.

– Ele apertou minha mão e saiu andando. Dizem que eles não se importam, mas quando perdem ficam tristes demais, e quando ganham, comemoram como todos – disse o capitão, que, no pódio, ao receber a Bola de Ouro, encarou a cara amarrada do Bola de Prata Gerrard.

Depois de cinco anos, Rogério Ceni ainda se lembra de cada minuto do dia 18 de dezembro de 2005. Dia em que conquistou o título mais importante de sua longínqua carreira e anunciou que faria uma artroscopia no joelho esquerdo.

As dores surgiram com mais força dois dias antes da decisão. Os exames davam a certeza de que seria necessária uma intervenção cirúrgica. O capitão confirma que se não fosse a final do Mundial, dificilmente ele teria entrado em campo.

– Eu teria feito logo a artroscopia, mas como era o último jogo, e “o jogo”, resolvi não treinar para ter condições. Tinha receio do joelho travar e não ir mais, acabei o jogo com muita dor, no meu limite.

Rogério sonha em voltar ao Mundial em 2012, já que no ano que vem o São Paulo não disputará a Copa Libertadores. Até lá, revê em vídeo seu jogo mais importante.

– Agora é tranquilo, mas nas primeiras vezes eu assistia ao jogo e ficava meio assustado, achava que eles podiam empatar – brincou.

Não podem, Rogério. Não mais.

As principais defesas de Rogério Ceni contra o Liverpool

38′ 1ºT
Gerrard cobra falta na área e o espanhol Luis Garcia desvia de cabeça, no canto. Rogério se estica todo e evita o gol. A defesa (foto ao lado) é considerada pelo goleiro a mais difícil de toda partida.

6′ 2ºT
Plasticamente, o momento mais belo de Rogério Ceni na decisão do Mundial. Ele voa no ângulo esquerdo para espalmar cobrança de falta precisa do craque inglês Steven Gerrard, que parece não acreditar.

9′ 2ºT
Kewell faz boa jogada pelo lado esquerdo, sobre Cicinho, e vai a linha de fundo. O cruzamento traiçoeiro leva a bola a caminho gol e o capitão tricolor, atento, a desvia para escanteio.

19′ 2ºT
Luis Garcia, um dos mais perigosos da equipe inglesa, se livra da marcação de Lugano, entra na área e dispara com força contra o gol. Rogério, bem posicionado, consegue espalmar para escanteio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s