Por Allisson – Ronaldinho quer voltar

Voltar ao Brasil é um plano de Ronaldinho Gaúcho. Verdão está de olho

Jogador já cogita retorno ao país no próximo ano. Assis não nega conversas com o Alviverde

Ronaldinho (Crédito: Reuters) Ronaldinho Gaúcho não tem sido muito aproveitado no Milan nos últimos jogos (Crédito: Reuters)

Guilherme Cardoso
Publicada em 11/12/2010 às 09:16
em São Paulo

Se a questão financeira é o principal empecilho do Palmeiras para tentar a contratação de Ronaldinho Gaúcho, o clube pode apostar na própria vontade do jogador para tê-lo em 2011. O LANCENET! apurou com pessoas próximas ao meia que ele tem como objetivo jogar no Brasil no próximo ano: seja em janeiro ou junho, quando estará livre.

Trazer um grande astro é uma das principais metas da diretoria palmeirense. Tanto que os dirigentes já formulam um pré-contrato para apresentar para Ronaldinho Gaúcho. O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo e o diretor de futebol Wlademir Pescarmona teriam uma reunião com empresário do atleta, Assis, na última quinta-feira, mas o encontro foi adiado.

O meia tem contrato com o Milan (ITA) até o meio do próximo ano. A ideia do Verdão é a de assinar esse pré-acordo nas mesmas bases salariais do clube italiano: cerca de R$ 1,3 milhão por mês. Mesmo assim, o Alviverde ainda procura patrocinadores para conseguir bancar o valor.

Sem criar expectativas sobre o futuro do jogador, Assis não negou as conversas com o Palmeiras. Ao ser questionado sobre o assunto pela reportagem, ele apenas despistou.

– Ele tem contrato até 30 de junho de 2011. Ele é jogador do Milan e quem pode falar é o clube. Não posso falar nada – disse o empresário.

– Ele está feliz, com saúde. Sabemos o que está acontecendo. Sabemos lidar com isso. Existe uma especulação grande no mercado, mas estamos tranquilos – completou.

Com vontade de fortalecer o time, Luiz Felipe Scolari também já falou com Assis e dirigentes do Milan.

Fonte: Lancenet

Por Edgar Santista – Ex-santista dá show no Mundial

Com show de ex-santista Molina, Seongnam goleia o Al Wahda

Abu Dhabi (Emirados Árabes)
AFP 

Molina marcou o primeiro gol dos sul-coreanos diante do Al Wahda

Mesmo contando com os brasileiros Hugo, Magrão e Fernando Baiano, o Al Wahda não conseguiu superar o futebol rápido e técnico do Seongnam Ilhwa Chunma e seus estrangeiros, e foi goleado por 4 a 1 em Abu Dhabi. Na partida válida pelas quartas de final do Mundial de Clubes da Fifa, os sul-coreanos se classificaram para a fase seguinte com gols do colombiano Molina, do australiano Sasa Ognenovski, e dos sul-coreanos Choi e Cho, enquanto os anfitriões descontaram com Fernando Baiano.

O Seongnam, vitorioso no confronto, terá a chance de enfrentar a Internazionale de Milão, campeã da Copa dos Campeões da Europa, na partida válida pela semifinal do Mundial de Clubes. Já o Al Wahda enfrentará o Pachuca, derrotado pelo Mazembe, na disputa pelo quinto lugar da competição.

O Jogo Com um início de jogo equilibrado, o Seongnam se arriscava em boas tabelas no meio de campo. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, o colombiano Molina, ex-jogador do Santos, aproveitou a bobeira da zaga anfitriã e chutou forte para abrir o placar na partida, 1 a 0 para o Seongnam.

O Al Wahda aceitou a pressão dos sul-coreanos e não conseguiu se impor, até a estrela de Fernando Baiano brilhar. Após o cruzamento perfeito de Eisa, cabeceou com força e igualou o marcador no jogo aos 26 minutos do primeiro tempo.

AFP 

Fernando Baiano descontou para a equipe dos Emirados Árabes

Com o gol do brasileiro, a torcida árabe vibrou e apoiou o time, porém, por pouco tempo. Na marca dos 29 minutos, um jogada estrangeira virou o placar para o Seongnam. Molina cobrou com categoria cobrança de escanteio e o zagueiro australiano Sasa Ognenovski estufou as redes do Al Wahda, virando o jogo para 2 a 1.

Com a partida aberta a partir do segundo tempo, os sul-coreanos aproveitavam o mau momento dos anfitriões e ampliaram com Choi Sung Kuk ao receber livre na entrada da área, e com Dong Cho, selando a vitória por 4 a 1 sobre o Al Wahda.

Fonte: Gazeta Esportiva

ICFUT – Polga no Timão

Para ter Polga, Corinthians pode mandar Souza para Portugal

Lisboa (Portugal)

Apesar de já ter fechado a contratação de um zagueiro – Wallace, ex-Vitória, o Corinthians ainda procura o substituto perfeito para William, que se aposentou após a disputa do Campeonato Brasileiro. O favorito da diretoria corintiana é Ânderson Polga, do Sporting de Lisboa. E, para ter o ex-gremista, o Timão pode envolver o atacante Souza na negociação com os portugueses.

Polga é visto como um zagueiro que tem condições de substituir o antigo capitão corintiano à altura. Campeão do mundo pela seleção brasileira em 2002, o jogador está em Portugal desde 2003, só tendo defendido o Grêmio e o Sporting em sua carreira.

De acordo com o jornal português A Bola, o Corinthians já acertou bases salariais com o zagueiro de 31 anos, que ganharia cerca de 80 mil euros (R$ 180 mil) mensalmente, pouco menos do que recebe em Portugal.

Para facilitar a liberação do atleta pelo Sporting, os portugueses afirmam que o Corinthians está planejando oferecer o atacante Souza para o Sporting. O clube português está procurando um atacante alto para ser referência, algo que Souza poderia fazer. O centroavante, inclusive, já jogou em Portugal, no Marítimo, em 2004.

Um dos fatores que pode facilitar a negociação é o fato de o empresário de Polga ser o mesmo do técnico corintiano Tite, Gilmar Veloz, que está intermediando a negociação.

Fonte: Gazeta Esportiva