Por Cleber Aguiar – Força Gaúcha na Libertadores 2011.

Fonte: O Estado de São Paulo

Força Gaúcha

Derrota do Goiás na Copa Sul-Americana dá a vaga ao Grêmio, que vai disputar a [br]principal competição sul-americana ao lado do rival Inter

Elder Ogliari e Rubens Santos – O Estado de S.Paulo

A explosão de alegria dos argentinos do Independiente, a decepção incontrolável dos jogadores do Goiás e a euforia até então reprimida dos gremistas, serviram de pano de fundo para a definição de mais dois participantes da fase de classificação da Taça Libertadores de 2011. O Independiente, como campeão da Copa Sul-Americana, enfrentará um adversário do Equador para conquistar um lugar na fase de grupos da principal competição sul-americana e o Grêmio, que viu a vaga cair no seu colo com o tropeço goiano, se prepara para encarar o Liverpool, do Uruguai.

Agora, já estão definidos 32 dos 38 participantes do torneio desde sua primeira fase, sendo que seis ficarão pelo caminho e 32 entrarão na fase de grupos, aquela que é considerada, de fato, a Libertadores.

O duelo que mais promete na competição reúne os rivais gaúchos Internacional, atual campeão do torneio, e o Grêmio, que ainda fará um jogo antes de entrar na fase de grupos. A única vez que ambos disputaram juntos a competição foi em 2007, mas jamais se enfrentaram.

Empolgado com o presente inesperado, o Grêmio começa a pensar em reforços de peso. “Vamos investir”, anunciou, ontem, o vice-presidente de futebol eleito, Antônio Vicente Martins, que assume o cargo no dia 15. O futuro dirigente admite, ainda, que a possível parceria com a Traffic pode levar o time a fechar “alguns negócios pontuais”. Nega, no entanto, que tenha havido sondagens a Diego Souza, do Atlético-MG, e Zé Roberto, do Hamburgo.

Conquistada a vaga na Libertadores, alguns jogadores manifestaram alívio postando mensagens no Twitter. “Classificação merecida. Torcedor tricolor, comemore como se fosse um título”, sugeriu Douglas. “Se Deus quiser, vamos fazer uma boa campanha na Libertadores”, anunciou Diego Clementino. Para Jonas, por intermédio de sua assessoria, “a vaga veio coroar um ano maravilhoso”.

Revolta goiana. Torcedores e diretores do Goiás criticaram ontem o árbitro Oscar Ruiz e vincularam a atuação do colombiano à derrota do Goiás na final da Copa Sul-Americana para o Independiente, nos pênaltis, após o desembarque em Goiânia. “Foi péssima a atuação do juiz colombiano”, disse Hailé Pinheiro, presidente do Conselho Deliberativo. “Infelizmente, um árbitro daquela qualidade, e encerrando a carreira, foi um malandro.”

HP, como é chamado, disse que, na madrugada anterior ao jogo, um dos quartos da delegação do Goiás, no Hotel, foi violado. “E a polícia não tomou conhecimento”, disse.

“O gol do Marcão foi claro. O Goiás demonstrou o seu tamanho, mas fica com o sentimento de que roubaram a taça da gente”, disse o diretor Edminho Pinheiro. “Demos um passo atrás, mas agora vamos começar tudo de novo”, comentou o goleiro Harlei, que revelou ter sido procurado pela direção para continuar no clube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s