Por Silvana – Juvenal é teimoso e São Paulo precisa se reformular, diz Careca

Ex-jogador da Seleção aponta Alexandre Pato como sucessor; aposentado, não pensa em ser dirigente

Fonte: Terra  Esportes

Estrela do São Paulo na conquista do Campeonato Brasileiro de 1986, Careca conhece Juvenal Juvêncio. E 24 anos depois do título em questão, admite que o atual presidente tricolor tem os mesmos defeitos de quando se conheceram. De acordo com o ex-artilheiro, o estilo “turrão” e “teimoso” do cartola é o símbolo de que o São Paulo precisa de uma reformulação para voltar a conquistar títulos.

Em entrevista exclusiva ao Terra, o ex-jogador de Guarani, São Paulo, Napoli e Santos aponta os problemas do atual time do Morumbi, critica a administração do Guarani, cada vez mais próximo do rebaixamento, e indica o futuro dono da camisa 9 da Seleção Brasileira para a Copa de 2014.

Confira a entrevista na íntegra:

Terra: Careca, o São Paulo viverá uma situação inusitada em 2011: depois de sete anos, voltará a disputar a Copa do Brasil e estará fora da Libertadores. Por que isso aconteceu?
Careca: Acho que tem dirigente lá que não está produzindo. Que está há muito tempo e entrou em um círculo vicioso, até nas categorias de base, envolvendo alguns treinadores. O São Paulo precisa de uma mudança radical. Tem muita gente que está lá há 10, 15 anos e não produz. No futebol é assim. Você tem uma estrutura de primeiro mundo e não possui um menino que possa ser a sensação. O São Paulo sempre teve essa preocupação. Todos os meninos gostariam de jogar lá. Muitos qualificados tiveram, mas não ganharam chance. Então tem muita coisa errada. Tem que começar por aí: diretor, supervisor, coordenador da base… Nos últimos anos, o São Paulo tem sido um fracasso nisso.

Terra: A mudança radical teria que começar já no presidente Juvenal Juvêncio?
Careca: Conheço bem o Juvenal. Na minha época, era diretor de futebol. Ele é cabeça dura, teimoso, acha que é o dono de tudo, dono da verdade. Pode até ouvir um ou outro, mas vai pela cabeça dele. Acho que não é por aí, principalmente quando se fala de São Paulo. Sou amigo dele, mas ele é assim. O próprio episódio do Mundial mostra isso. Ele peitou todo mundo: Federação (Paulista), CBF… Disse que a abertura seria no Morumbi e foi penalizado. Não só o torcedor são-paulino como o povo paulistano. Agora tem a possibilidade de fazer um novo estádio, mas acho que o Morumbi, mesmo sendo uma estrutura mais antiga, teria facilidade para se adaptar à Copa. Poderia ser feito com tranquilidade. O estádio perdeu essa chance. É lamentável.

Terra: Outro clube que você jogou também vive um período conturbado: o Guarani. Como ídolo do clube, já pensou em colaborar como dirigente?
Careca: As pessoas sempre falam comigo sobre boatos de que eu poderia ser o presidente, mas eu não tenho interesse. Sempre demonstrei minha vontade e desejo de fazer parte do Guarani e ajudar em algum setor, mas nunca pensei em ser presidente. Nunca tive essa ambição. A estrutura atual do clube não é culpa desta diretoria, e sim de muitas outras que passaram e administraram mal. O Guarani tem muitas dívidas e processos trabalhistas. É lamentável. E isso não é de dez anos para cá, vem há muito tempo já. O Guarani tem uma história linda e rica de formação de atletas, mas que infelizmente não investiu no setor. Hoje, o clube não tem um campo para treinar, nem mesmo o profissional. O CT talvez nem tenha as dimensões de um campo oficial, o gramado é horrível e cheio de buracos… É lamentável chegar nesta situação. Querem investir em uma área para fazer um CT e isso deveria ter sido feito há muito tempo. É lamentável o Guarani chegar nesta situação. Não está matematicamente na Série B, mas tem uma chance mínima de se salvar. É muito difícil. O Guarani novamente tem uma possibilidade de cair.

Terra: Qual a solução para melhorar isso?
Careca: Precisa de investimento, investidores fortes e um grande administrador. Também precisa ter pessoas que foram referência no ano passado, que ajudem a vestir a camisa do Guarani de verdade. Dizem que você ajuda um clube por amor. Isso não existe, é palhaçada. Não dá para largar família e empresa para administrar um clube com amor. Acho que tem que ganhar e, quando faz coisas boas, precisa receber percentuais diferentes, por produtividade. Se não der certo, tem que mandar embora. O Guarani começou bem no Brasileiro, mas era difícil se manter nas primeiras colocações. O elenco não tinha reposição. O Mancini, pessoa que eu tenho um grande carinho, é muito experiente, mas demorou demais para dar um alerta. O presidente também, que é quem manda. Sabemos que ele é do meio esportivo, mas já teve uma experiência muito positiva no Guarani. Dessa vez, infelizmente não conseguiu montar um bom time. Vemos o dinheiro que entrou, quase R$ 16 milhões em arrecadação de direitos de televisão, e não entendemos a situação que o Guarani vive hoje.

Terra: Ainda tem planos para trabalhar no meio do futebol, como dirigente?
Careca: Na verdade, após minha carreira como jogador, eu fundei o Campinas Futebol Clube, para ser dirigente e presidente. Depois, fiquei um período ausente. Estive sempre trabalhando no meio, indicando jogadores para fora. Recentemente, fiz um contrato com a Rede TV! como comentarista do Campeonato Italiano, mas continuamos sempre ligados ao futebol. Os italianos sempre ligam, pedindo indicações de jogadores. Para ser dirigente, não me passou nada pela cabeça. Acompanho o futebol, indico meninos, mas estou comentarista hoje.

Terra: Falando agora de Seleção Brasileira. Nos tempos de São Paulo, o Luís Fabiano sempre era comparado a você pelo estilo de jogo e foi o camisa 9 do Brasil na última Copa. Quem você enxerga com mais potencial para assumir a 9 dessa nova Seleção?
Careca: Eu gosto do Pato. É um jogador que me encanta, porque é completo: chuta de esquerda, direita, tem movimentação, sabe se posicionar e cabecear. O Luís Fabiano é um jogador potente, mais forte e guerreiro, e tem outro estilo. O Pato lembra mais a minha forma de jogar. Teve algumas chances, não foi bem, mas voltou e ainda é muito jovem. O Nilmar também. É um jogador mais franzino, mas sabe fazer gols, se movimenta bem. Esses dois jogadores podem tranquilamente brigar pela camisa 9 da Seleção. Tem o André também, que começou bem no Santos e se transferiu agora (para a Ucrânia). Pode amadurecer na Europa. Hoje o Pato é quem me encanta mais, pelo porte físico, pela capacidade e pela fantasia. É um jogador fantástico.

Terra: Campinas pode sonhar em ser subsede da Copa?
Careca: Acho que as subsedes já estão definidas. Existia um projeto maravilhoso do prefeito, a respeito de uma arena multiuso. Fui consultado e disse que seria fantástico, mas o projeto não foi aceito. A Ponte Preta disse que faria uma arena própria e não aceitou. Mas o projeto não aconteceu. É uma pena, pois a arena poderia estar bem encaminhada e seria uma candidata a ser subsede. Várias sedes pelo Brasil estão com obras atrasadas e Campinas poderia ser a solução. Mas acredito que trazer uma seleção para fazer uma pré-temporada é possível. Temos estrutura de hotéis, mas para ser subsede precisaríamos de um estádio bem encaminhado.

Terra: Acredita no novo estádio do Corinthians, que provavelmente sediará a abertura do Mundial?
Careca: Acredito pela força da nação corintiana e o envolvimento do torcedor, da paixão pelo clube. Politicamente, é muito forte. Tenho certeza que o estádio sai e sai rápido. Dinheiro vai aparecer para fazer uma capacidade maior, para sediar a abertura da Copa do Mundo. O interesse no estádio é muito grande. Essa capacidade, de 65, 68 mil torcedores, ficará pequena para o torcedor corintiano. O estádio foi sempre o sonho do clube e o retorno será bem grande.

Por Éder – Oficial Ronaldo fora do jogo contra o Vasco !

Fonte: Lancenet.com.br

Ronaldo está fora da partida contra o Vasco

Após exame realizado nesta terça-feira, médicos constataram pequena lesão na coxa direita do Fenômeno

Ronaldo (Crédito: Ari Ferreira) Ronaldo lamenta nova lesão sofrida na partida diante do Vitória, domingo, no Barradão (Crédito: Ari Ferreira)

O sentimento de pessimismo da comissão técnica do Corinthians foi confirmado. Ronaldo não enfrentará o Vasco da Gama, domingo, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro. Após exame de ultrassom realizado na manhã desta terça-feira, os médicos constataram uma pequena lesão na coxa direita do Fenômeno.

Mesmo assim, Ronaldo não está descartado da última partida do Timão na competição. O atacante seguirá em tratamento e, dependendo de sua evolução nos próximos dias, poderá estar apto a enfrentar o Goiás.

Com a ausência de Ronaldo diante da equipe carioca, Tite deverá optar pelo ataque formado por Jorge Henrique e Dentinho, que retorna de suspensão. Iarley também surge como opção.

Por Edgar Santista – Hoje tem Liga dos Campeões !

Fonte: Globo.com

Fase de grupos pode ter todos os classificados neste meio de semana

Treze times se juntariam a Bayern de Munique, Chelsea e Real Madrid nas oitavas de final de forma antecipada. Milan, Barcelona e Inter estão entre eles

Por GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

É improvável, porém não impossível. A Liga dos Campeões da Europa pode conhecer todos os seus 16 classificados às oitavas de final nesta semana, ainda pela quinta e penúltima rodada da fase de grupos. Faltam 13 vagas que podem ser preenchidas até quarta-feira por Roma, Spartak de Moscou ou Olympique de Marselha, Milan, Arsenal, Shakhtar, Inter de Milão, Tottenham, Lyon, Schalke, Manchester United, Valencia, Barcelona e Copenhague.

Ibrahimovic Etoo Rooney MessiMilan, de Ibrahimovic, Inter de Milão, de Eto’o, Manchester United, de Rooney, e Barcelona, de Messi, são quatros dos 13 times com chances de classificação às oitavas nesta semana (Foto: Montagem – Reuters)

Bayern de Munique, Chelsea e Real Madrid já estão lá. Os alemães e ingleses garantiram a vaga ao vencerem todas as suas quatro partidas até aqui e devem também ficar com o primeiro posto de suas chaves. Os espanhois se beneficiaram de um confronto direto entre Milan e Ajax, na última rodada, impossibilitando que ambos o alcancem na tabela.

Terça-feira: Milan e Roma dependem de combinações

Os italianos, inclusive, passam por boa fase na temporada. Lideram o Campeonato Italiano com 29 pontos, três a mais que o Lazio, mas necessitam da ajuda alheia para se classificar de forma antecipada no Grupo G. Com ou sem Ronaldinho Gaúcho, barrado recentemente pelo técnico Massimiliano Allegri, o Rubro-Negro precisa derrotar o Auxerre, na França, e contar com um triunfo do Real Madrid sobre a equipe do uruguaio Luis Suárez, na Holanda, nesta terça-feira.

Tarefa do Roma, de Totti, é menos improvável (AFP)

Tarefa tão difícil quanto tem o Roma no Grupo E. Além de terem de vencer o invicto Bayern de Munique, no Olímpico, precisa torcer por um empate entre Basel e Cluj, na Suíça. Um triunfo do time do tenista Roger Federer também facilitaria, embora não garantisse matematicamente a vaga, já que na última rodada o confronto é contra os bávaros.

Sem o meia brasileiro Alex, o Spartak depende apenas de uma vitória contra o Olympique de Marselha, em Moscou, no Grupo F. Ao atual campeão francês resta, porém, derrotar por dois gols de diferença. É o chamado jogo de seis pontos, visto que o confronto direto é o primeiro critério de desempate – na França, os russos levaram a melhor por 1 a 0.

O Grupo H fecha a terça-feira com Arsenal e Shakhtar Donetsk em pauta. Aos Gunners basta empatar com o Braga, fora de casa. Os ucranianos passam com uma vitória sobre o Partizan, na Sérvia, desde que os ingleses não saiam derrotados.

Quarta-feira: em crise, Inter avança com simples vitória em casa

A situação de Tottenham e Inter de Milão no Grupo A é semelhante à de Arsenal e Shakhtar. Com sete pontos cada, ingleses e italianos avançam com vitórias conjuntas sobre Werder Bremen e Twente, respectivamente, e ainda têm o fator casa – ao contrário de Arsenal e Shakhtar. A classificação pode vir em ótima hora especialmente para a equipe do técnico Rafa Benítez, que vivencia uma delicada crise de resultados e lesões às vésperas do Mundial de Clubes.

Pelo Grupo B, um empate diante do Schalke 04, na Alemanha, pode garantir ao Lyon uma vaga. Mas, para não depender de um tropeço do Benfica contra o Hapoel Tel Aviv, em Israel, uma vitória é o suficiente para os semifinalistas da última edição. Os alemães, por sua vez, precisam vencer os franceses e torcer por uma derrota dos atuais campeões portugueses.

O Manchester United, que conta novamente com o atacante Wayne Rooney, pode carimbar sua passagem à fase mata-mata apenas com um empate contra o Rangers, na Escócia. Resultado suficiente também para o Valencia que, se derrotar o lanterna Bursaspor, no Mestalla, decide a primeira colocação do Grupo C na última rodada. Chave bem encaminhada.

O Barcelona é outro com a mão na vaga no Grupo D. Uma vitória contra o lanterna Panathinaikos, na Grécia, o deixa sem depender do resultado de Rubin Kazan x Copenhague. Mas uma derrota por até três gols de diferença, acreditem, podem ser o suficiente se os russos não vencerem. Os dinamarqueses, por sua vez, também só necessitam de um triunfo.

Confira a quinta rodada completa:

Terça-feira

Grupo E
Roma x Bayern de Munique
Basel x Cluj

Grupo F
Spartak Moscou x Olympique
Chelsea x Zilina

Grupo G
Ajax x Real Madrid
Auxerre x Milan

Grupo H
Braga x Arsenal
Partizan x Shakhtar Donetsk

Quarta-feira

Grupo A
Tottenham x Werder Bremen
Inter de Milão x Twente

Grupo B
Schalke 04 x Lyon
Hapoel Tel Aviv x Benfica

Grupo C
Valencia x Bursaspor
Rangers x Manchester United

Grupo D
Rubin Kazan x Copenhague
Panathinaikos x Barcelona

Por Cleber Aguiar – Victor Hugo é apresentado no Santos !

Fonte: Globo.com

Com Neymar como espelho, Victor Hugo é apresentado pelo Santos

Meia, de 19 anos, diz que craque alvinegro é um modelo perfeito: jovem
e bem sucedido. Novato assinou por um ano, com chance de prorrogar

Por Adilson Barros Santos, SP

O Santos já começa a se preparar para a Taça Libertadores e promete contratações de peso para tentar reconquistar a América. O primeiro reforço, porém, é modesto, ainda uma promessa. O meia Victor Hugo, de 19 anos, foi apresentado nesta terça-feira. Tímido, ele diz estar orgulhoso de ter a oportunidade de atuar ao lado de Neymar. Embora seja um ano mais novo que o recém-chegado, o craque santista é considerado um modelo para o novato.

– Ele é um espelho não só para mim, como para todos. É uma honra estar treinando ao lado dele. Agora, quero trabalhar forte para que as oportunidades possam aparecer – afirmou.

Victor Hugo, reforço do Santos para 2011Primeiro reforço para 2011, Victor Hugo se apresenta ao Peixe (Foto: Adilson Barros / GLOBOESPORTE.COM)

Para Victor Hugo, essa é a chance de sua vida. Destaque do Santa Cruz-PE na Série D do Brasileirão neste ano, o jovem meia quer crescer e aparecer na Vila Belmiro.

– É uma grande oportunidade para eu projetar a minha carreira, aparecer no Santos para o Brasil todo – disse o novato.

Apesar de demonstrar nervosismo e falta de costume com câmeras e microfones, o jogador garante que não se assusta com pressão. Diz que a torcida do Santa Cruz é fanática, comparece em peso e cobra muito.

– Lá, eu jogava para 60, 70 mil pessoas no estádio. Então, estou acostumado. Por fim, o novo jogador santista fala sobre suas características.

– Sou destro, jogo preparando jogadas, mas também finalizo a gol. Gosto de chutar de fora da área também – completa.

Victor Hugo foi adquirido por um grupo de empresários, que o registraram no Pinheiros, de Santa Catarina, e o emprestaram ao Santos até o fim de 2011. Se o jogador for negociado nesse período, o Peixe tem direito a 50% dos valores da eventual transação. No fim do período do empréstimo, o clube alvinegro tem a opção de comprar mais 10%, ficar com 60%, por R$ 300 mil, e estabelecer contrato de cinco anos.

ICFUT já tinha adiantado sobre contratação do jogador , veja a matéria :

https://icfut.wordpress.com/2010/11/05/por-cleber-aguiar-nova-contratacao-do-santos-fc-meia-victor-hugo/

ICFUT – Ex presidente do Barça provoca Real com filmagem de atriz pornô !

Fonte: Futebolinterior.com.br

Atriz pornô estrela vídeo a pedido de ex-cartola em frente a estádio de rival. Assista!

María Lapiedra estrelou um vídeo que faz alusão à separação da Catalunha a pedido do ex-presidente do Barcelona Joan Laporta
Nem Tiririca venceria Laporta…

Um vídeo que está circulando na internet promete causar muita polêmica em terras espanholas. A bela atriz pornô espanhola María Lapiedra estrelou um vídeo que faz alusão à separação da Catalunha a pedido do ex-presidente do Barcelona Joan Laporta.

Para piorar, um dos panos de fundo do vídeo é o Estádio Santiago Bernabeu, do arquirrival do Barça, o Real Madrid. A inclusão do local na filme da campanha de Laporta é claramente uma provocação ao clube merengue. Além do estádio, a musa passa por marcos da capital espanhola, com a bandeira da Catalunha.

Laporta lançou-se como presidente da comunidade Autônoma da Catalunha, que comanda o Conselho Executivo local, mas é subordinado ao Rei Juan Carlos I e ao Chefe de Governo José Luis Rodríguez Zapatero.

O ex-cartola do Barça, no entanto, já deixou claro ser a favor do separatismo. Ele é candidato pelo partida Democracia Catalã, um dos braços do grupo separatista Solidaritat Catalana per la Independência.

Desde sua fundação, o Madrid tem fortes laços com a realeza espanhola, a quem os catalães se opõem. Tanto que recebeu o título de “Real”, em 1920, através do próprio Rei da Espanha na oportunidade Afonso XIII.

Lapiedra ficou famosa mundial em outubro, quando publicou um vídeo em que revela ter tido um caso com o goleiro da seleção italiana e Juventus-ITA, Gianluigi Buffon. Ele o chamou de “porco e bastardo” por trair a esposa, a belíssima Alena Seredova.

A atriz pornô é bem conhecido na Espanha não só por seus vídeos eróticos, mas também por ostentar uma coleção de namorados famosos. O curioso é que ela esteve na festa pelo título mundial da seleção espanhola e tietou vários jogadores, entre eles David Villa, Fábregas, Piqué, Puyol e Iniesta.

Veja o video polêmico !


Por Alisson – ‘Se perder do Goiás, antecipo as férias’

Fonte: O Estado de São Paulo

‘Se perder do Goiás, antecipo as férias’

Felipão diz que Palmeiras jogará com reservas ante o Fluminense, mesmo que time seja eliminado da Copa Sul-Americana

Daniel Akstein Batista – O Estado de S.Paulo

O corintiano nunca torceu tanto para o Palmeiras. Para chegar ao título brasileiro, o time alvinegro precisa contar com a ajuda do rival. Mas Luiz Felipe Scolari já avisou que não vai mudar seu pensamento: colocará os reservas contra o líder Fluminense, domingo, em Barueri.

Concentrado na Sul-Americana – amanhã precisa de um empate com o Goiás, no Pacaembu, para chegar à final -, o Palmeiras tem entrado sem os titulares no Brasileiro. Nas últimas três rodadas, ganhou do Guarani e perdeu para Atlético-GO e Atlético-MG. Mesmo que seja eliminado amanhã, o time que entrará em campo domingo estará sem sua força máxima.

“Tenho de pensar no ano que vem e posso dar férias antecipadas. O Paulista 2011 também é importante para mim”, avisou o treinador. “Tenho todos os planos. Se não der pela direita, vai pela esquerda”, falou, entregando que os titulares dificilmente participarão dos dois jogos finais do Brasileiro: ou é a Sul-Americana ou férias.

Felipão estava de bom humor ontem. Chegou a brincar sobre o desafio contra o Fluminense. “Tem jogo domingo?”, perguntou, querendo o foco apenas na competição Sul-Americana.

As brincadeiras do treinador não pararam por aí. Questionado se os reservas jogariam domingo, afirmou: “Os titulares do Campeonato Brasileiro são os atletas que jogaram as últimas partidas. A escalação está definida, os titulares jogam. Os reservas atuam na Sul-Americana.”

Brincadeiras à parte, Felipão não está interessado mesmo no Brasileiro e domingo deve promover mais alguns jovens atletas. Como terá pelo menos três desfalques, o time será montado por jogadores da base. Patrick, Fabrício e Gualberto estão suspensos e Rivaldo, machucado, é dúvida. O zagueiro Maiko, de 20 anos, deve ganhar chance pela primeira vez.

Ao contrário do que tinha planejado, o Palmeiras resolveu entrar ontem com um efeito suspensivo contra a punição do Superior Tribunal de Justiça Desportivo e vai mandar o jogo em Barueri – como havia perdido dois mandos de campo, a ideia era atuar novamente em Araraquara: ontem perdeu para o Atlético-MG no interior paulista.

Felipão foi quem pediu para a diretoria mudar os planos. “Tenho de pensar em uma situação futura. Se enfrentarmos a LDU, temos as dificuldades do voo. E jogando em Barueri já estamos próximos do aeroporto de Guarulhos”, explicou.

Se passar para a final, o Palmeiras enfrentará LDU ou Independiente. Caso o adversário seja o time equatoriano, a partida de ida está marcada para o dia 1.º em Quito e Felipão quer viajar logo para os jogadores já se acostumarem à altitude de 2.850 metros. O voo seria domingo à noite ou segunda pela manhã.

Apoio. O Pacaembu vai estar lotado amanhã – os 35 mil ingressos foram vendidos ontem. Feliz com o apoio da torcida, Felipão espera que os palmeirenses também compareçam em Barueri para acompanhar a equipe contra o líder Flu. Ele só não espera que a cena vista ontem na mesma cidade se repita: os são-paulinos vibraram com a derrota para o Fluminense.

“Se nosso torcedor for (ao estádio), é para torcer para o Palmeiras”, pediu, sem achar estranho a forma como o São Paulo perdeu. “Em que posição está o Fluminense? E o São Paulo? Acho normal o primeiro ganhar do 10.º (o tricolor paulista está em 9.º, na verdade).”

ICFUT – Andrés irritado com o Timão !

Fonte: O Estado de São Paulo

Andrés ignora Simon e São Paulo e culpa Corinthians por perder a ponta

Presidente corintiano critica atuação da equipe contra o Vitória e lamenta pontos desperdiçados em jogos teoricamente fáceis

Wagner Vilaron – O Estado de S.Paulo

Qual foi o maior motivo de irritação do presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, no fim de semana: a atuação do árbitro Carlos Eugênio Simon, que marcou mão na bola de Ralf, lance que resultou em pênalti e, consequentemente, no empate do Vitória, domingo, em Salvador, ou o comportamento do São Paulo ao ser goleado por 4 a 1 pelo Fluminense? Resposta: nenhum deles. “O que mais me irritou foi o Corinthians”, afirmou, ontem, ao Estado, já com a adrenalina mais baixa. “Se não tivéssemos oscilado tanto, desperdiçado as três oportunidades em que estivemos na liderança, não precisaríamos nos preocupar com a atuação do juiz ou do São Paulo.”

Na opinião do presidente alvinegro, o time só não está em situação mais confortável na tabela por causa dos muitos pontos que perdeu dentro de casa. Depois de ostentar o rótulo de 100% de aproveitamento no Pacaembu nas primeiras rodadas, quando ainda era comandado por Mano Menezes, hoje na seleção brasileira, o Corinthians perdeu o embalo, sobretudo no curto período sob a batuta de Adilson Batista. “Passamos um período de sete, oito jogos em que só marcamos quatro ou cinco pontos”, lembrou. “Agora sentimos falta daqueles pontos que perdemos em casa contra o Ceará, o Atlético-GO e o Botafogo, que jogou sem nove titulares.”

Ronaldo dependência. O desempenho do time em Salvador, no domingo, também não foi aprovado pelo chefe do Parque São Jorge. “A equipe sentiu muito a saída do Ronaldo. Com ele em campo, parece que os outros ficam mais seguros, pois acham que podem errar que ele (Ronaldo) vai segurar”, analisou. “Mas não pode ser assim. Chegamos a ter o melhor ataque da competição sem o Ronaldo.” Quanto ao rumor de que contrataria Adriano, mandou outro recado. “Só se o Ronaldo bancar.”

O fato de o técnico Tite ter desistido de fazer a terceira substituição na Bahia, mesmo depois de anunciá-la no fim da partida, deixou uma interrogação na cabeça do presidente. “Não entendi direito o que aconteceu, mas tudo bem. Vamos tocar o barco.”

Ao contrário de muitos corintianos, que dividiam a atenção entre a partida da equipe contra o Vitória e o confronto entre os tricolores, no mesmo horário, na Arena Barueri, o dirigente minimizou o jogo do rival. “É uma vergonha (o campeonato viver esse tipo de situação), mas nem quero falar do São Paulo. Não vi o jogo nem os melhores momentos.”

Sanchez reconhece que a busca pelo título, aquele que coroaria a temporada do centenário, ficou complicada, mas apela a um chavão para manter o sonho. “Enquanto há uma chance, o corintiano se agarra a ela. Diziam que o Fluminense atropelaria o Goiás e eles tiveram dificuldade para empatar”, lembrou.

Libertadores. Sanchez passou o dia ontem envolvido em reuniões. Precisou acelerar algumas definições, já que hoje à noite embarca para Assunção, Paraguai, onde participa de encontro com dirigentes sul-americanos amanhã, na Conmebol, e acompanha a sorteio dos grupos da Taça Libertadores da América de 2011, marcado para quinta-feira, na sede da entidade.