Humor ICFUT – Futebol no Estaleiro !

Fonte: O Estado de São Paulo

O futebol no estaleiro

Tutty Vasques – O Estado de S.Paulo

Kaká está de novo no Brasil! Trouxe da Espanha na bagagem o púbis e o joelho esquerdo para tratar com o fisiologista Turíbio Leite. Veio, segundo comunicado do Real Madrid, em busca de “uma avaliação objetiva de forma a determinar a orientação do tratamento médico a seguir para finalizar o período de recuperação”. Sem jogar desde a Copa da África do Sul, o meia-atacante está otimista com a previsão de voltar aos gramados em janeiro.

O ano também acabou para Alexandre Pato, que está de malas prontas para os EUA. Leva na bagagem a coxa esquerda para ser examinada por

especialistas, depois que os médicos do Milan declararam-se incompetentes na investigação das lesões musculares em série na atual temporada.”Talvez tenha algo a ver com o seu crescimento”, desconfia a diretoria do clube.

A pista é boa! Há 3 anos na Itália, o gauchinho ganhou nesse período 8 quilos e 8 cm. Pato parece estar sendo trabalhado para virar foie gras. Antes que o Ganso vá pelo mesmo caminho, precisa ver o que há de errado com a preparação física dos atletas de futebol ultimamente.

O problema é global: nunca antes na história do Brasileirão tantos jogadores se contundiram na competição.

ICFUT -Craque holandês conquista clone de Angelina Jolie !

Fonte: Futebolinterior.com.br

Meia conquista “clone” de Angelina Jolie e vira destaque na imprensa

O meia-atacante holandês Afellay é um dos principais reforços do Barcelona para a próxima janela de transferências

 

Parece ou não parece?

O meia-atacante holandês Afellay é um dos principais reforços do Barcelona para a próxima janela de transferências do futebol europeu. No entanto, a transação do jogador do PSV-HOL ficou para segundo plano. Quem está chamando a atenção da imprensa espanhol é a sua noiva Dorien Rose.

A bela morena de lábios carnudos virou manchete dos principais jornais dos atuais campeões mundiais. A deusa é muito conhecida na Holanda por seus trabalhos como modelo, cantora, atriz e, principalmente, por sua semelhança com a atriz de Hollywood Angelina Jolie.

Pelo visto, mesmo que o craque da seleção holandesa não consiga se dar bem na equipe de Messi, já caiu nas graças dos espanhóis. Incentivo e motivação não faltarão para o jogador estourar no Barça.

Compare se a gata é parecida mesmo !


Por Cleber Aguiar – Rei Pelé volta trabalhar no Santos FC.

Coluna Direto da Fonte – Estado de São Paulo

Sônia Racy

Funcionário padrão

Pelé volta com tudo para o Santos. Não, não será para entrar em campo. O Rei acaba de assinar contrato cedendo o uso de sua imagem mediante devida remuneração.

A intenção do clube, ao colocá-lo na sua folha de pagamento, é usar Pelé para atrair recursos que comporão um novo fundo de investimentos voltado para compra de jogadores. Além, claro, de ajudar na ampliação do quadro de sócios.

Por Silvana – Entrevista com Luís Fabiano !

Fonte: O Estado de São Paulo

‘O mais bonito do futebol é a polêmica’

Fora da seleção desde o fim da Copa, o jogador Luis Fabiano só pensa em voltar

Sonia Racy – O Estado de S.Paulo

Ele acha que está ficando “velhinho”. A razão são os 30 anos completados no último dia 8. “Estou fazendo três ponto zero e ficando preocupado, poxa”, diz, fazendo graça. Luís Fabiano Clemente, o Fabuloso, hoje, tem um único objetivo: voltar à Seleção Brasileira de Futebol. Para isso, diz não poupar esforços. Embalado pela máxima do “sou brasileiro e não desisto nunca”, o jogador sabe dos limites físicos, mas também de suas superações: “Só depende de mim”, afirma.

Kai Pfaffenbach/Reuters
Kai Pfaffenbach/Reuters

A história é a seguinte: esse paulista de Campinas, que seria engenheiro se não fosse atleta, ganhou o coração dos são-paulinos em sua passagem pelo clube, quando foi apelidado de Fabuloso. A temporada no tricolor paulista foi um intervalo entre duas idas à Europa. A primeira, aos 19 anos, quando não se adaptou. E o retorno, anos mais tarde, quando conseguiu se estabelecer. “Não aconselho jogadores muito novos a saírem do Brasil. Eles não têm maturidade para encarar todas as dificuldades de uma vida na Europa”, afirma.

Há cinco anos o craque mantém uma sólida carreira no Sevilha e vê com bons olhos o futuro da carreira. “Conheci vários jogadores acima dos 30, e até dos 33, jogando na Copa em ótimo estado físico”. Nos planos, além de um futuro retorno ao Brasil está, claro, a Copa de 2014. O jogador conversou com a coluna por telefone. A seguir trechos da entrevista.

Passados quase seis meses, qual é sua reflexão sobre a atuação da Seleção na Copa? O que pensou sobre os erros e acertos?

Com certeza não estou satisfeito. Só estaria se tivéssemos conquistado o título. Ou pelo menos chegado até a final. Não foi o que eu esperava. Tinha expectativa de ir longe, passar da Holanda. Mas o trabalho foi feito da melhor maneira. Futebol é feito de surpresas e nem sempre das melhores. Infelizmente aconteceu a falha naquele jogo. E na Copa do Mundo não pode haver falhas.

Você afirmou que quer uma revanche contra a Holanda.

Eu gostaria muito. Se a idade permitir… (risos).

Sua idade será 33 anos na Copa de 2014…

Acho que vou estar em uma idade boa. Vi vários jogadores acima dos 30, e até dos 33, jogando na Copa em ótimo estado físico. Isso só depende de mim. Se eu me dedicar e me cuidar, tenho grandes chances de poder defender o Brasil.

Como avalia seu desempenho e a vida na Europa depois de cinco anos no Sevilha?

A experiência de viver fora é muito boa. Serve para conhecer outras culturas e marca o resto da nossa vida. Além do que, é muito mais tranquilo. Em termos de segurança, é totalmente diferente do Brasil. Vivo num país de Primeiro Mundo.

Você foi com 19 anos para a Europa e não se adaptou. Discute-se muito a idade com que o jogador vai para um time estrangeiro. Na sua opinião, é melhor sair do País mais maduro, com mais bagagem e cacife emocional?

Eu, por experiência própria, não aconselho jogadores muito novos a saírem do Brasil. Isso se ele for um jogador parecido comigo, com personalidade e história. Acho que, sendo muito novo, o atleta não está preparado para encarar todas as dificuldades na Europa. Se for para vir sozinho, então, é melhor nem viajar. Porque com certeza vai voltar. É muita pressão, são mudanças de costumes. Esperar um pouco, amadurecer e se preparar é a melhor saída.

E como explica seu retorno bem sucedido à Europa alguns anos mais tarde?

Depois de dois anos e meio no São Paulo, voltei preparado. Já sabia o que teria de fazer para manter minha vida diária agradável. No começo, você sente falta dos amigos e da família. Como o treino é só na parte da manhã, a tarde é livre. No inverno é muito frio, mal dá para andar na rua. Há também uma outra questão: a maioria dos jogadores de 17 anos sabe da dificuldade de se vencer no Brasil, e se vê na obrigação de aceitar qualquer proposta estrangeira.

A torcida espanhola é muito diferente da brasileira? Acredita que falta alegria ou paixão?

Torcida é igual em todo o mundo. Quando você está jogando bem, te colocam no céu. Quando não, te puxam para baixo. Agora, no campo, realmente é diferente. No Brasil o jogo é mais agitado, as torcidas organizadas cantam, gritam. Aqui, o jogo se parece com um espetáculo de teatro, eles aplaudem e só. Eu, afortunadamente, jogo em um lugar onde a torcida é muito parecida com a do Brasil.

O que pensa do uso de novas tecnologias na arbitragem, como a consulta de TV para rever os lances, por exemplo?

Sou contra. O mais bonito do futebol é a polêmica. Senão fica como o futebol americano: tudo certinho, mecanizado. Eu já fui prejudicado muitas vezes e beneficiado outras. Futebol é isso. É lógico que quando fui prejudicado eu fiquei “pê” da vida. Mas, pensando bem, tem que ter um pouquinho de polêmica para dar graça (risos).

Como avalia o episódio em que Dorival Júnior, técnico do Santos, foi demitido depois de um desentendimento com Neymar?

Tem que entender o lado do garoto. É uma grande pressão para um menino novinho que se deslumbra fácil com as coisas. Eu com 20, 21 anos, também fazia e falava besteiras sem pensar. Não estava preparado para tudo que compete uma carreira de futebol. Acredito que tem de compreendê-lo. Mas isso não significa deixá-lo fazer o que quiser. O Neymar tem talento de sobra. É um grande jogador e que precisa de ajuda. Porque, sem isso, ele vai se perder.

E onde você conseguiu encontrar o seu equilíbrio?

Hoje, com 30 anos, tenho minha família, que é a base de tudo. Mas quando eu era garoto e tinha problemas de disciplina, tive ajuda de todos os lados. Fui até a um psicólogo.

Romário, um dos seus grandes ídolos, foi eleito deputado federal pelo Rio. Você tem essa aspiração política também?

Não é minha praia. E eu não entro em lugar desconhecido.

Como você reagiu ao saber do caso Bruno? Se assustou?

Eu fiquei chocado. Não é algo normal de acontecer com um jogador. Ainda mais de um grande clube como o Flamengo. E fiquei chocado também pelo final trágico dessa história.

A sua trajetória é como a de muitos jogadores brasileiros. O que o dinheiro lhe trouxe?

Sabe, eu não sou obcecado por dinheiro. Não saí da favela e nem de Alphaville. Venho de uma família de trabalhadores. Minha mãe sempre trabalhou, assim como meu tio. Então, nunca me faltou o que comer ou condições dignas. O que o dinheiro me trouxe foi conforto, mas não felicidade. Isso eu encontro na família, nos amigos.

Pensa em voltar a jogar no Brasil em algum momento?

Sim. Meu plano é voltar após o término do meu contrato com o Sevilla, em 2013. É cedo para falar sobre isso e, principalmente para pensar no clube. Vamos deixar acontecer.

Quais são seus desafios profissionais daqui para frente?

Voltar à Seleção. Mas sei que só serei convocado se estiver jogando bem. E isso é bom para o meu clube também. Se tudo der certo, disputo mais uma Copa. No Brasil. E com 33 anos.

MARILIA NEUSTEIN

ICFUT – Entrevista co Carlos Eugênio Simon !

Fonte: O Estado de São Paulo

”Ainda vão sentir falta de mim no futebol”

Wagner Vilaron – O Estado de S.Paulo

Carlos Eugênio Simon se diz acostumado com a pressão. Aliás, garante não dar bola para ela. Bom para ele, pois esse árbitro gaúcho, protagonista de algumas polêmicas históricas no futebol brasileiro e representante da arbitragem brasileira em três Copas do Mundo, está mais uma vez no olho do furacão. É dele a responsabilidade de comandar Vitória e Corinthians, amanhã, no Barradão, em Salvador, pela 36.ª rodada do Brasileiro.

Além de ser o jogo do líder, o encontro ganhou repercussão ainda maior após a última rodada, quando a vitória da equipe paulista por 1 a 0 sobre o Cruzeiro foi marcada pelo lance do pênalti do zagueiro Gil sobre Ronaldo, assinalado pelo árbitro Sandro Meira Ricci, que se transformou no assunto mais discutido da temporada até aqui.

Outro detalhe que despertou atenção dos corintianos e preocupação dos adversários foi o retrospecto de Simon em partidas do clube alvinegro. As três partidas nas quais atuou o Corinthians saiu vitorioso, todas fora de casa. “Isso é uma bobagem que só torcedor e jornalista gosta de prestar atenção. O que eu posso fazer? O que tem de ser analisado não é o resultado, mas a correção da arbitragem”, afirmou Simon, que ontem participou do programa Arena Sportv. “Estou muito tranquilo. Na hora do vamos ver, quando aperta, a gente sabe que as pessoas recorrem à experiência. E vivo um grande momento físico e técnico.”

Toda a polêmica que aconteceu no último fim de semana com o Sandro Meira Ricci faz aumentar a pressão sobre a sua arbitragem em Salvador?

De maneira alguma. Nós já estamos acostumados com essa história, essas conversinhas. É sempre a mesma coisa. As pessoas tem de entender que há um esforço muito grande para melhorar a arbitragem, mas acabar com erros é impossível.

Incomoda o fato de as pessoas dizerem que o Corinthians venceu os três jogos que disputou com você no apito?

Isso é uma bobagem que só torcedor e jornalista gosta de prestar atenção. O que eu posso fazer? O que tem de ser analisado não é o resultado, mas a correção da arbitragem.

A arbitragem brasileira é pior do que a europeia?

A arbitragem brasileira é muito respeitada. Na África, falaram que o trio brasileiro era cotado para a final. Não aconteceu, mas nossa imagem é muito boa.

Você é a favor da profissionalização da arbitragem?

Claro. Isso daria ao árbitro mais tempo para se preparar. Veja o caso do Sandro (Meira Ricci) que teve de sair da escala por causa de um compromisso relacionado ao seu emprego. Isso é um absurdo. Para piorar, ainda inventaram essa história de sorteio, que pode deixar o árbitro um longo tempo sem trabalhar.

E qual seria a maneira correta de definir a escala?

Pelo desempenho do árbitro. O sorteio só beneficia os que não estão tão bem. Não é por acaso que sempre quando a situação é delicada entram em cena os mais experientes no sorteio. Eu encerro minha carreira agora (no final do ano), mas vão sentir minha falta no futebol.

E o que acha da utilização dos recursos eletrônicos?

Sou favorável ao uso de alguns recursos, como por exemplo o chip na bola, embora reconheça que é uma tecnologia cara, pois dizem que cada bola custaria US$ 4 mil. Mas não gosto da ideia de parar o jogo para consultar a televisão.

Critica-se muito os árbitros brasileiros pelo excessivo número de faltas e cartões. Existe a arbitragem “à brasileira”?

A média de faltas está caindo. Já esteve perto de 50, foi para 40 e hoje deve estar próximo de 30, 35 por partida. Os cartões são consequência disso. Temos que parar com o sentimento terceiro mundista. A arbitragem brasileira é extremamente competente.

Por Cleber Aguiar – Estádio do Pacaembu , futuro em xeque !

Fonte: O Estado de São Paulo

Pacaembu vive ”crise existencial”

Prefeitura tenta achar alternativas para manter relevância do estádio que perderá o Corinthians, seu principal cliente

Amanda Romanelli – O Estado de S.Paulo

Pesam os 70 anos do Pacaembu, completados em maio deste ano, e o estádio passa por uma “crise existencial”. Este é o diagnóstico feito por Walter Feldman, que retornou à Secretaria Municipal de Esportes após as eleições (não conseguiu mandato como deputado federal pelo PSDB), a respeito do estádio que tem futuro incerto. “O Pacaembu passa, neste momento, por uma crise existencial. E por que eu falo isso? Porque ou ele será um grande estádio, moderno, ou será o estádio do Museu do Futebol, discreto e secundário em São Paulo.”

Apesar da frustrada tentativa de repassar a gestão do estádio para o Corinthians, o local passa por um ápice de utilização: tem recebido jogos do time alvinegro, do Palmeiras, e, eventualmente, do Santos. Uso que acabou com o crônico déficit orçamentário, graças principalmente à renda das partidas.

A situação deve se manter, ao menos, nos próximos três anos. A partir daí, quando o Corinthians já tiver o seu estádio em Itaquera e o Palmeiras puder contar com a Arena Palestra, o Pacaembu pode cair novamente no ostracismo.

A menos que, segundo Feldman, sejam encontradas condições técnicas para modernizar o estádio. A pedido do prefeito Gilberto Kassab (DEM), uma Comissão de Modernização do Complexo do Pacaembu foi instalada, em setembro, para estudar uma saída para a arena. “Acho que o tempo que teremos (até a construção de Itaquera e a reforma do Palestra) pode responder a essas questões”, afirma. “O prefeito me pediu para estudar um caminho de modernização, que leve à criação de vagas de estacionamento e à total proteção acústica. Se conseguirmos atender a esta demanda, o Pacaembu estará salvo.”

O governo municipal tem feito investimentos. Uma grande reforma fechou o Pacaembu por cinco meses, no início de 2008, ao custo de R$ 6 milhões. O gramado foi completamente renovado, a iluminação foi trocada, assim como sistemas hidráulico e elétrico. Em 2011, outras intervenções estão previstas, como a melhora da acessibilidade e impermeabilização da marquise. Mas as adequações que podem colocar o Pacaembu no futuro vão depender de uma parceria público-privada.

“Sequestro”. Feldman também se mostra incomodado com a proibição de shows no estádio. O uso do espaço para eventos musicais é uma alternativa importante no plano de “salvamento”, dada a lucratividade. O São Paulo deve receber cerca de R$ 2 milhões para a cessão do Morumbi para Paul McCartney, amanhã e segunda-feira.

“Hoje há quase um sequestro do Pacaembu por conta de uma ação efetiva da comunidade, que o transforma em estádio silencioso. Isso é contraditório.”

O secretário se refere à proibição dos shows, desde 2005, após briga judicial da Associação Viva Pacaembu. “Temos de encontrar condições para ter um estádio vibrante, permanentemente utilizado, não um estádio quase paralisado pela pressão da comunidade.”

ICFUT – Musa virá capa de revista , depois de conquistar atacante !

Fonte: Futebolinterior.com.br

Uhlalá! Após conquistar atacante, musa vira capa de revista nos EUA

Melissa Satta já havia participado de uma edição especial da revista Sports Illutrated

O ex-atacante italiano Christian Vieri já parou de jogar há mais de um ano. No entanto, ele ainda continua sendo figurinha carimbada na imprensa. Tudo por conta de sua noiva Melissa Satta, que está fazendo muito sucesso nos Estados Unidos.

Famosa na Itália, onde já tem muitos trabalhos como modelo, a bela morena tenta conquistar terras ianques. Ela fez um ensaio sensual na revista Maxim, com muito pouca roupa. É uma foto melhor que a outra.

Antes da Copa do Mundo da África do Sul, ela já havia participado de uma edição especial da revista Sports Illutrated. Na oportunidade, ela teve seu corpo pintado com uma tinta especial, nas cores da Azzurra.

Video da gata !


ICFUT – Classificação e Jogos da Série A – Brasileirão 2010

Links  para jogos ao vivo

https://icfut.wordpress.com/2010/07/23/icfut-links-para-transmissao-dos-jogos-da-serie-a-b/

Destaque da Rodada

Fluminense humilha São Paulo e reasume a liderança !

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1 Fluminense-RJ 65 36 18 11 7 59 35 24 60.2
2 Corinthians-SP 64 36 18 10 8 62 40 22 59.3
3 Cruzeiro-MG 63 36 18 9 9 49 36 13 58.3
4 Grêmio-RS 57 36 15 12 9 62 43 19 52.8
5 Atlético-PR 56 36 16 8 12 41 44 -3 51.9
6 Botafogo-RJ 56 36 13 17 6 51 38 13 51.9
7 Santos-SP 55 36 15 10 11 61 47 14 50.9
8 Internacional-RS 54 36 15 9 12 44 40 4 50.0
9 São Paulo-SP 51 36 14 9 13 49 53 -4 47.2
10 Palmeiras-SP 50 36 12 14 10 40 39 1 46.3
11 Vasco da Gama-RJ 46 36 10 16 10 41 43 -2 42.6
12 Ceará-CE 46 36 10 16 10 34 41 -7 42.6
13 Flamengo-RJ 43 36 9 16 11 40 42 -2 39.8
14 Atlético-MG 42 36 12 6 18 49 59 -10 38.9
15 Atlético-GO 40 36 11 7 18 50 56 -6 37.0
16 Avaí-SC 40 36 10 10 16 46 55 -9 37.0
17 Vitória-BA 40 36 9 13 14 41 47 -6 37.0
18 Guarani-SP 37 36 8 13 15 33 49 -16 34.3
19 Goiás-GO 32 36 8 8 20 39 64 -25 29.6
20 Grêmio Prudente-SP 28 36 7 10 19 38 58 -20 25.9
36ª RODADA
20/11 – 19h30 Grêmio Prudente-SP 1 x 1 Ceará-CE
20/11 – 19h30 Flamengo-RJ 2 x 1 Guarani-SP
20/11 – 19h30 Grêmio-RS 3 x 1 Atlético-PR
21/11 – 17h00 Botafogo-RJ 1 x 2 Internacional-RS
21/11 – 17h00 São Paulo-SP 1 x 4 Fluminense-RJ
21/11 – 17h00 Vitória-BA 1 x 1 Corinthians-SP
21/11 – 17h00 Palmeiras-SP 0 x 2 Atlético-MG
21/11 – 19h30 Goiás-GO 1 x 4 Santos-SP
21/11 – 19h30 Cruzeiro-MG 3 x 1 Vasco da Gama-RJ
21/11 – 19h30 Avaí-SC 3 x 0 Atlético-GO
37ª RODADA
28/11 – 17h00 Ceará-CE x Atlético-PR
28/11 – 17h00 Palmeiras-SP x Fluminense-RJ
28/11 – 17h00 Atlético-MG x Goiás-GO
28/11 – 17h00 Avaí-SC x Santos-SP
28/11 – 17h00 Flamengo-RJ x Cruzeiro-MG
28/11 – 17h00 Internacional-RS x Vitória-BA
28/11 – 17h00 Botafogo-RJ x Grêmio Prudente-SP
28/11 – 17h00 Atlético-GO x São Paulo-SP
28/11 – 17h00 Corinthians-SP x Vasco da Gama-RJ
28/11 – 17h00 Guarani-SP x Grêmio-RS

ICFUT – Classificação e jogos da Série B – 2010

Links  para jogos ao vivo

https://icfut.wordpress.com/2010/07/23/icfut-links-para-transmissao-dos-jogos-da-serie-a-b/

Destaque da Rodada

Coritiba empata e consagra-se Campeão da Série B 2010 !

lube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1 Coritiba-PR 71 37 21 8 8 67 46 21 64.0
2 Bahia-BA 65 37 19 8 10 63 42 21 58.6
3 Figueirense-SC 64 37 18 10 9 64 35 29 57.7
4 América-MG 62 37 19 5 13 56 42 14 55.9
5 Portuguesa-SP 59 37 18 5 14 66 52 14 53.2
6 Sport-PE 56 37 15 11 11 54 39 15 50.5
7 Paraná-PR 53 37 15 8 14 45 40 5 47.7
8 São Caetano-SP 52 37 14 10 13 49 50 -1 46.8
9 ASA-AL 51 37 16 3 18 52 55 -3 45.9
10 Bragantino-SP 50 37 12 14 11 50 37 13 45.0
11 Duque de Caxias-RJ 49 37 15 4 18 45 55 -10 44.1
12 Náutico-PE 48 37 14 6 17 41 59 -18 43.2
13 Icasa-CE 48 37 13 9 15 49 50 -1 43.2
14 Ponte Preta-SP 47 37 12 11 14 49 48 1 42.3
15 Guaratinguetá-SP 44 37 10 14 13 45 56 -11 39.6
16 Vila Nova-GO 43 37 12 7 18 48 67 -19 38.7
17 Brasiliense-DF 43 37 11 10 16 39 58 -19 38.7
18 América-RN 41 37 11 8 18 39 66 -27 36.9
19 Ipatinga-MG 40 37 11 7 19 45 60 -15 36.0
20 Santo André-SP 40 37 10 10 17 52 61 -9 36.0
37ª RODADA
19/11 – 21h00 São Caetano-SP 1 x 0 Duque de Caxias-RJ
19/11 – 21h00 Paraná-PR 0 x 0 Bragantino-SP
20/11 – 17h00 Bahia-BA 1 x 2 Santo André-SP
20/11 – 17h00 América-MG 2 x 1 Sport-PE
20/11 – 17h00 Portuguesa-SP 2 x 1 Ipatinga-MG
20/11 – 17h00 Guaratinguetá-SP 2 x 2 Figueirense-SC
20/11 – 17h00 Icasa-CE 2 x 2 Coritiba-PR
20/11 – 17h00 Náutico-PE 4 x 1 Vila Nova-GO
20/11 – 17h00 ASA-AL 1 x 2 América-RN
20/11 – 17h00 Brasiliense-DF 2 x 1 Ponte Preta-SP
38ª RODADA
27/11 – 17h00 Bragantino-SP x Bahia-BA
27/11 – 17h00 América-RN x Brasiliense-DF
27/11 – 17h00 Santo André-SP x Náutico-PE
27/11 – 17h00 Sport-PE x Portuguesa-SP
27/11 – 17h00 Duque de Caxias-RJ x ASA-AL
27/11 – 17h00 Vila Nova-GO x São Caetano-SP
27/11 – 17h00 Coritiba-PR x Guaratinguetá-SP
27/11 – 17h00 Figueirense-SC x Paraná-PR
27/11 – 17h00 Ipatinga-MG x Icasa-CE
27/11 – 17h00 Ponte Preta-SP x América-MG

ICFUT – ABC Campeão da Série C 2010

Fonte: Futebolinterior.com.br

ABC-RN 0 x 0 Ituiutaba-MG – Alvinegro empata e conquista a Série C do Brasileiro

Com este título, o ABC-RN é o primeiro time potiguar campeão Brasileiro.

O ABC-RN é campeão do Campeonato Brasileiro da Série C. Jogando na tarde deste sábado, no Estádio Frasqueirão, em Natal, o time potiguar empatou por 0 a 0 com o Ituiutaba-MG e levantou a taça do campeonato. O título é inédito para o ABC-RN, uma vez que o mesmo não tem em sua sala de troféus um título de caráter Nacional.

Na primeira partida, jogando no Estádio Parque do Sabiá, em Uberlândia, o ABC-RN conseguiu um grande resultado ao vencer o Ituiutaba-MG por 1 a 0. Com o gol marcado por Cascata, o alvinegro jogou a segunda partida precisando de um simples empate para conquistar o título.

Além de Ituiutaba e ABC, Salgueiro-PE e Criciúma-SC também garantiram o acesso à Série B do próximo ano. Foram rebaixados para a quarta divisão: São Raimundo-PA, Gama-DF, Alecrim-RN e Juventude-RS.

“Boa” não se intimida no Frasqueirão
Jogando em casa e embalado pela grande torcida presente no Estádio Frasqueirão, o ABC foi para cima do Ituiutaba-MG desde os primeiros minutos. No primeiro lance de perigo, aos cinco minutos, Pio arriscou chute de fora da área e a bola passou à esquerda do goleiro do time mineiro, Luiz Henrique. Priorizando a posse de bola, o Ituiutaba começava a equilibrar a partida. Aos 13 minutos, após cruzamento de Claudinei, o atacante Gilsinho chegou atrasado no lance e não conseguiu testar para o gol.

A partida seguia equilibrada, com ambas as equipes buscando o primeiro gol. Logo em seguida, aos 15 minutos, o atacante Leandrão fez jogada individual e bateu para o gol. O goleiro Luiz Henrique, atento, espalmou para fora. O Ituiutaba tocava melhor a bola, porém, muito deficiente, sua defesa corria perigo sempre que o time abcdista chegava ao ataque.

O final do primeiro tempo foi muito conturbado. Após uma dividida entre Ferron e Cascata, o time alvinegro não gostou da agressividade e foi para cima do jogador do time mineiro. O juiz, sem explicações, não marcou falta a mandou o jogo seguir. No lance seguinte, após chute forte de Thiago Garça, o goleiro Luiz Henrique espalmou para o meio da área. No rebote, Leandrão, livre de marcação, cabeceou para fora.

Empate e título inédito
A segunda etapa começou com o Ituiutaba partindo para cima do ABC. Em lance individual, Peri, que entrou no intervalo do jogo, bateu cruzado e obrigou o goleiro Wellington a fazer grande defesa. Ainda com muita velocidade em seus ataques, o ABC assustava a zaga do “Boa”. Após tabela com Renatinho Potiguar, Jackson invadiu a área e chutou forte. A bola passou com muito perigo, assustando o goleiro Luiz Henrique.

O time continuava dominando a partida. Aos 26 minutos, após passe da esquerda, Cascata avançou e chutou muito fraco para o gol. Sem assustar o goleiro mineiro.
Precisando da vitória por dois gols de diferença, o Ituiutaba precisou ir para cima do adversário. Aos 30 minutos, após contra-ataque rápido, Vitor Rossini ameaçou chute de longe, levando perigo ao gol de Wellington. Não demorou muito e o time Tricolor voltou a assustar. O atacante Peri recebeu em profundidade, deu uma meia lua em Thiago Garça e mandou uma bomba, por cima do gol de Wellington

Respondendo na partida, aos 41 minutos o ABC por muito pouco não chegou ao gol. Após grande lance, João Paulo acertou um chute forte no travessão do goleiro Luiz Henrique. Levantando a torcida no Frasqueirão. Já nos minutos finais, quando a torcida pedia o fim do jogo, o goleiro do Ituiutaba apareceu novamente na partida. Após cruzamento, Leandrão subiu sozinho e testou forte para o gol. Bem posicionado, o arqueiro fez boa defesa.

Ficha Técnica

ABC-RN 0 x 0 Ituiutaba-MG

Local: Estádio Frasqueirão, em Natal-RN
Data: 20/11/2010
Árbitro: Wallace Nascimento Valente-ES
Assistentes: Arnaldo Rodrigues de Sousa-CEe Thiago Gomes Brígido-CE
Cartões amarelos: Ricardo Oliveira, Renatinho (ABC-RN); Ferron, Totonho, Claudio (Ituiutaba-MG)
Cartão vermelho: Claudio (Ituiutaba-MG)

ABC-RN
Wellington; Sueliton, Thiago Garça, Leonardo, Renatinho Potiguar; Marcílio , Ricardo Oliveira (Éverton Cézar), Pio e Jackson (Claudemir), Cascata (João Paulo) e Leandrão.

Técnico: Leandro Campos

Ituiutaba-MG
Luiz Henrique; Totonho, Ferron, Cleber Carioca e Stanley (Claudio); Olívio, Claudinei, Dé (Vitor Rossini) e Ualisson, Gilsinho (Perí) e Fabiano

Técnico: Nedo Xavier