Por Silvana: QUE VERGONHA!!! – Ceará vence o São Paulo e derruba invencibilidade de Carpegiani

Ceará constroi resultado no primeiro tempo e segura o São Paulo em Fortaleza

Fonte: Lancent

A série invicta de Carpegiani acabou. No Castelão, o São Paulo perdeu por 2 a 0 para o Ceará. Com o resultado todo criado no primeiro tempo, os donos da casa foram muito superiores e não deram muitas chances aos paulistas. Alegria no Castelão lotado. Com o tropeço o Tricolor vê mais longe a possibilidade de chegar ao G4.

Invicto no São Paulo desde a sua chegada, Carpegiani não abriu mão do seu quarteto ofensivo mesmo sem poder contar com Dagoberto e mandou Fernandão para o jogo. Depois das três vitórias consecutivas a aposta continuou sendo na força dos homens de frente para tentar beliscar uma vaguinha na Libertadores. Já o Ceará contava com os gols do experiente e ídolo da torcida, Magno Alves. Outra arma e não menos importante ao lado do Vovô, era o forte calor na capital cearense.

O jogo

Os donos da casa começaram melhores na partida e assustaram por duas vezes seguidas a meta de Rogério Ceni, primeiro em uma bola cruzada que quase surpreendeu e depois em um chute de Magno Alves que passou a direita do camisa 1. A resposta do São Paulo veio aos 14 minutos. Em cobrança de falta de Carlinhos Paraíba, Ricardo Oliveira desviou para dentro da rede. O camisa 99 estava impedido e o juiz anulou o tento.

O Ceará continuou insistindo. Aos 19, Geraldo dominou cara a cara com Rogério e chutou fraco para a defesa do goleiro. Um minuto depois o, não teve jeito e o Castelão veio abaixo. Vicente foi até a linha de fundo e cruzou para Magno Alves, livre, o atacante só escorou de cabeça para o gol.

Vendo seu time mal na partida, Carpegiani não demorou a tomar uma atitude e mexeu na equipe aos 29, tirou Xandão e colocou Ilsinho. O Tricolor seguiu jogando mal e um novo castigo não demorou a chegar. Diego Sacoman recebeu bem na entrada da área, driblou Carlinhos Paraíba e em belo chute acertou o ângulo direito, sem chances de defesa para Rogério. Um golaço! Aos 47 minutos, o Sampa quase descontou. Em uma bola alçada na área, Fernandão escorou para Ricardo Oliveira que, na hora “H” foi travado pelo goleiro Michel.

A segunda etapa começou morna, ambas as equipes trocavam passes no meio de campo. A primeira jogada de perigo foi do Ceará aos 12 minutos. Em belo cruzamento, Diego Sacoman apareceu sozinho no segundo pau e cabeceou, Rogério bem colocado fez mais uma bela defesa. A resposta sãopaulina veio em seguida, Miranda dominou na área, limpou um adversário e bateu firme em cima da zaga.

Apesar da ampla posse de bola, o São Paulo criava pouco e sempre esbarrava na defesa cearense. O Vovô ia se segurando e só se arriscava em perigosos contra-ataques. Apagado na partida, Lucas saiu para entrada de Marlos, desta vez a promessa não desenquilibrou. O Sampa voltou a assustar os donos da casa aos 30 minutos. Em bela enfiada de bola de Ilsinho, Ricardo Oliveira bateu forte, mas a bola foi por cima da meta cearense.

Apesar de muita briga pela bola, o jogo permaneceu truncado até o final. Com o resultado na mão, o Ceará apenas administrou a vantagem. O Tricolor insistiu bastante, porém sempre errava no último passe, para a alegria geral no Castelão.

O São Paulo agora recebe o Atlético-PR na próxima quinta-feira, no Morumbi. Já o Vovô vai até Goiânia pegar o Atlético-GO, também no meio de semana.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Data/hora: 24 de outubro, às 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos (BA) e Rodrigo Pereira Jóia (RJ)

Gols: Magno Alves, 20’/1ºT (1-0), Diego Sacoman, 35’/1ºT (2-0)

Cartões Amarelos: Lucas e Diogo (São Paulo)

CEARÁ: Michel Alves; Boiadeiro, Anderson, Fabrício, Diego Sacoman e Vicente; Michel, João Marcos e Geraldo (Careca, 38’/2ºT); Washington (Misael, 22’/2ºT) e Magno Alves (Reina, 28’/2ºT). Técnico: Dimas Filgueiras.

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Renato Silva, Xandão (Ilsinho, 29’/1ºT), Miranda e Diogo (Zé Vitor, 17’/2ºT); Rodrigo Souto, Carlinhos Paraíba, Lucas (Marlos, 22’/2ºT) e Fernandinho; Ricardo Oliveira e Fernandão. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s