Por Cleber Aguiar – Países oferecem dinheiro para sediar copa !

Fonte: O Estado de São Paulo

Dois países ofereceram dinheiro, diz acusado

Temarii, vice da Fifa, flagrado por jornal inglês pedindo propina, afirma que candidatos falaram em dar até US$ 12 milhões

Jamil Chade CORRESPONDENTE / GENEBRA – O Estado de S.Paulo

O escândalo de corrupção para a escolha da sede da Copa do Mundo se aprofunda e, dentro da Fifa, já se admite que a entidade vive sua mais grave crise das últimas décadas. Países que pleiteiam organizar as Copas de 2018 e 2022 de fato teriam proposto pagar propinas para garantir o voto de membros do Comitê Executivo da Fifa. Michel Zen-Refinnen, ex-secretário-geral da Fifa demitido por Joseph Blatter em 2002, aproveitou o fato para dizer que esses acordos não são novidade e que já viraram tradição antes das votações.

O escândalo põe em jogo a credibilidade na escolha de quem deve organizar o evento mais lucrativo do esporte mundial. Até agora, a versão pública era de que a candidatura com melhor estádio, melhor planejamento e maior legado para a população seria a vencedora. Mas as revelações mostram que tanto os candidatos estão dispostos a pagar quanto os eleitores estão prontos a negociar seus votos.

No domingo, o jornal britânico Sunday Times revelou vídeos em que dois integrantes do Comitê Executivo da Fifa que votarão no processo de escolhas das sedes pedem dinheiro em troca do apoio. Os jornalistas simularam ser representantes da candidatura americana e passaram a negociar o pagamento da propina para testar o comportamento dos cartolas, em encontros secretamente gravados. Um dos pivôs do escândalo, o próprio vice-presidente da Fifa, Reynald Temarii, foi além e revelou que dois países que lutam para ter o evento de fato ofereceram entre US$ 10 milhões e US$ 12 milhões à Confederação da Oceania para que votasse por suas candidaturas. Ele não disse quais seriam os países e a Fifa, que ontem anunciou ter aberto investigação contra essas nações, rejeita divulgar os nomes dos suspeitos.

O pleito deve ocorrer em 2 de dezembro e envolve os 24 membros do Comitê Executivo da Fifa em eleição a portas fechadas. Para 2018, os candidatos são Portugal/Espanha, Inglaterra, Bélgica/Holanda e Rússia. Para 2022, concorrem EUA, Coreia do Sul, Australia, Japão e Catar.

Abalada e dividida pela revelação do escândalo que mostra a corrupção tanto dos países candidatos quanto das pessoas que votam, a Fifa anunciou que amanhã interrogará Temarii, além do nigeriano Amos Adamu. O africano teria pedido R$ 1,3 milhão por seu voto e afirmou que o dinheiro seria usado para construir campos de futebol no país.

O mesmo Comitê de Ética terá a incumbência de investigar se associações de futebol teriam “feito pacto” de votos. A entidade também quer mostrar que está preocupada em passar imagem de que zela pelo comportamento dos países.

Suspensão ou expulsão. A estratégia da Fifa é dar solução rápida ao caso, com possível suspensão ou até expulsão dos membros envolvidos. A meta é salvar sua imagem a todo custo. “A Fifa instruiu um procedimento contra dois membros do Comitê Executivo para esclarecer se violaram o Código de Ética”, afirmou a entidade ontem em um comunicado. Nos corredores da sede da entidade, funcionários revelaram ao Estado que o clima é de “pânico” e que dificilmente a imagem de corrupção será apagada, mesmo com o afastamento dos envolvidos. Ontem, Temarii admitiu que “errou” ao fazer tais declarações, mas insistiu que sua “integridade seria provada”.
JOGO DE INTERESSES

MICHEL ZEN-REFINNEN
Ex-secretário-geral da Fifa

“Há pressão por mais transparência nas eleições. Mas isso não é de interesse de algumas pessoas”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s