Por Cleber Aguiar – Arbitragem na mídia um péssimo sinal.

Fonte: O Estado de São Paulo

Arbitragem sob os holofotes. Um péssimo sinal

Atuação polêmica dos árbitros volta a motivar reclamações de vários clubes na reta final da competição

Nathalia Garcia – O Estado de S.Paulo

Se a frase “arbitragem boa é arbitragem discreta” estiver correta, a 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro foi desastrosa para os comandantes do jogo. Isso porque mais uma vez os árbitros foram protagonistas em várias partidas. Os dois casos que mais chamaram a atenção ocorreram em Campinas e Porto Alegre, onde jogadores, dirigentes e integrantes da comissão técnica de Cruzeiro e Corinthians não economizaram nas reclamações sobre a atuação dos juízes.

Em Campinas, o descontentamento atingiu os corintianos, que não saíram do 0 a 0 com o Guarani. No primeiro tempo, o auxiliar Ednilson Corona marcou irregularidade em dois gols de Ronaldo. O atacante aproveitou para cutucar o juiz Sálvio Spínola. “A arbitragem foi péssima, ele (Spínola) estava perdido”, afirmou o Fenômeno. “Já fomos prejudicados no jogo contra o Vasco (gol impedido) e hoje novamente”, lembrou o presidente Andrés Sanchez.

Ainda na liderança, o time mineiro foi severo com o desempenho do árbitro Paulo César Oliveira na derrota por 2 a 1 para o Grêmio. A principal reclamação do técnico Cuca foi o gol anulado de Wellington Paulista enquanto a partida ainda estava empatada. “Em um jogo igual, 1 a 1, e equilibrado, quem fizer o segundo vai ganhar. Nós fizemos o segundo, e na minha frente. Ele (o auxiliar) tem a linha da área para olhar. Deu para ver que não estava impedido. Erros capitais. Principalmente o gol mal anulado decretou a derrota do Cruzeiro”, lamentou o treinador.

Mais revolta. A indignação com a arbitragem também atinge outras equipes neste Brasileiro. Palmeiras, São Paulo e Botafogo estão na lista dos prejudicados em rodadas anteriores.

A equipe alviverde criticou duramente a atuação de Márcio Chagas da Silva no empate por 1 a 1 com o Fluminense, pela 18.ª rodada. Felipão classificou como “absurda” a omissão do juiz que, no Maracanã, não mostrou cartões aos jogadores do time carioca depois de faltas em Valdivia e Kleber.

O São Paulo amargou a derrota por 4 a 2 para o Grêmio, no Olímpico, pela 26.ª rodada. Os jogadores são-paulinos não aceitaram a marcação de um pênalti favorável à equipe gaúcha quando a partida estava empatada por 2 a 2, e apontaram o árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro como o principal responsável pelo revés.

Na mesma rodada, o Botafogo teve um gol legítimo anulado, marcado pelo atacante Herrera, no empate por 1 a 1 diante do Corinthians, no Pacaembu. Neste caso, o erro não saiu impune. A Comissão de Arbitragem da CBF decidiu afastar o auxiliar Erich Bandeira, de Pernambuco, por 20 dias para reciclagem.

CRÍTICA ÁCIDA

RONALDO
Atacante do Corinthians

“A arbitragem (da partida contra o Guarani) foi péssima, ele (Sálvio Spínola) estava perdido”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s