Por Allisson – Para Marcos Assunção, perder vaga à Libertadores seria frustrante

Volante palmeirense afirma que time tem de aproveitar uma das duas possibilidades que tem: Sul-Americana ou Brasileiro

Por GLOBOESPORTE.COM

Marcos Assunção, Palmeiras coletivaAssunção: time tem de aproveitar as chances para
chegar à Libertadores, Palmeiras coletiva (Foto: GE)

Com a volta do G-4 no Campeonato Brasileiro, o Palmeiras vê a chance de chegar à Taça Libertadores do próximo ano crescer. Além do Nacional, o time disputa a Copa Sul-Americana, competição que também leva o time vencedor ao torneio continental. E, justamente por isso, o volante Marcos Assunção acredita que o Alviverde não pode perder a oportunidade de estar na competição mais badalada da América em 2011.

– Temos de ganhar a Sul-Americana ou chegar bem no Brasileiro. É o que temos de fazer para joga alguma coisa no ano que vem. Senão tem de jogar a Copa do Brasil, que é ruim. O Palmeiras é um time grande e precisa de campeonatos importantes, internacionais. Vamos ver quando terminar o Brasileiro onde conseguimos chegar – afirmou o volante.

O G-4 do Brasileiro voltou a entrar em vigor na tarde desta segunda-feira, depois de a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) aceitar o pedido da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O campeonato só volta a ter apenas três vagas para a Libertadores caso algum clube brasileiro vença a Copa Sul-Americana – Palmeiras, Goiás, Atlético-MG e Avaí ainda estão na disputa.

– Será frustrante se não conseguirmos a vaga. Muitos clubes têm somente uma oportunidade e podem classificar pelo Brasileiro. Se não conseguirmos, será ruim para todo mundo – avaliou Assunção.

No Brasileiro, o Palmeiras é o décimo colocado, com 44 pontos. Na Sul-Americana, a equipe decide a vaga às quartas de final da competição na noite desta quarta-feira, na Arena Barueri, contra o Universitario de Sucre. Na primeira partida, disputada na Bolívia, o time brasileiro venceu por 1 a 0 e agora pode até empatar que ainda segue no torneio.

Por Rogerinho – Conmebol volta atrás, e G-3 do Brasileirão passa a ser outra vez G-4

Pedido da CBF é atendido, e quarto lugar do Campeonato Brasileiro volta a valer uma vaga na Libertadores

Fonte – Globoesporte.com

A Conmebol resolveu em reunião nesta segunda-feira devolver uma vaga brasileira na Taça Libertadores. Com isso, o quarto colocado do Brasileirão passa novamente a ter direito a uma lugar na principal competição do continente. A decisão foi tomada depois que a CBF reclamou a perda de um posto no torneio e teve a requisição avaliada nesta segunda.

O imbróglio começou quando a Conmebol anunciou, há cerca de um mês, que o país do campeão da Libertadores teria uma vaga a menos na edição seguinte, por conta de o próprio campeão ser o ocupante deste posto. O que estava previamente acordado é que o país do vencedor da Copa Sul-Americana teria uma vaga a menos (dada a este campeão).

Como o Internacional é o atual detentor do título da Libertadores, o Brasil perderia uma de suas vagas, mais especificamente a do quarto colocado do campeonato nacional. Mesmo com a decisão desta segunda, a hipótese de o G-4 voltar a virar G-3 ainda existe. Para isto, basta que algum clube brasileiro seja campeão da Copa Sul-Americana (Palmeiras, Atlético-MG, Goiás e Avaí seguem vivos na disputa).

Se o Brasileirão terminasse hoje, o Atlético-PR, sexto colocado (46 pontos), seria o último classificado tupiniquim para a Libertadores 2011. Isto ocorre porque Santos (quarto) e Internacional (quinto) já têm suas vagas garantidas por serem, respectivamente, campeões da Copa do Brasil e da Libertadores 2010. Os outros três classificados seriam Cruzeiro, Fluminense e Corinthians (no momento, os três primeiros do Brasileirão).

O retorno da quarta vaga vai esquentar ainda mais a reta final do Brasileiro. A oito rodadas do fim, seis clubes estão separados por cinco pontos e têm condições de brigar. São eles: Atlético-PR (46), Grêmio (46), Botafogo (45), São Paulo (44), Palmeiras (44) e Vasco (41).

Opinião pessoal – ICFUTISTAS, agora sim o SOBERANO está muito vivo na briga pela Libertadores, acho que vão ter que engolir a 8ª participação consecutiva do São Paulo em Libertadores, todos já davam como morto mais nunca deve-se desacreditar do Tricolor do Morumbi, vamu São Paulo classificar e curintia fora!!!!!!

ICFUT – jogos e classificação da série C – 2010

Links  para jogos ao vivo

https://icfut.wordpress.com/2010/07/23/icfut-links-para-transmissao-dos-jogos-da-serie-a-b/


Destaque da Rodada

Quartas-de-final
1ª RODADA
9/10 – 16h00 Salgueiro-PE 1 x 1 Paysandu-PA
9/10 – 16h00 Chapecoense-SC 1 x 1 Ituiutaba-MG
10/10 – 10h00 Macaé-RJ 3 x 2 Criciúma-SC
16/10 – 16h00 Águia-PA 0 x 1 ABC-RN
2ª RODADA
16/10 – 16h00 Ituiutaba-MG 0 x 0 Chapecoense-SC
17/10 – 10h00 Paysandu-PA 2 x 3 Salgueiro-PE
23/10 – 17h00 Criciúma-SC x Macaé-RJ
24/10 – 10h00 ABC-RN x Águia-PA

ICFUT – Jogos e classificação Série A 2010

Links  para jogos ao vivo

https://icfut.wordpress.com/2010/07/23/icfut-links-para-transmissao-dos-jogos-da-serie-a-b/


Destaque da Rodada

São Paulo vence clássico eletrizante

Clube PG JG VI EM DE GP GC SG %A
1 Cruzeiro-MG 54 30 15 9 6 40 28 12 60.0
2 Fluminense-RJ 53 30 15 8 7 49 31 18 58.9
3 Corinthians-SP 50 30 14 8 8 52 38 14 55.6
4 Santos-SP 48 30 14 6 10 51 39 12 53.3
5 Internacional-RS 47 30 14 5 11 35 31 4 52.2
6 Atlético-PR 46 30 13 7 10 33 36 -3 51.1
7 Grêmio-RS 46 30 12 10 8 50 37 13 51.1
8 Botafogo-RJ 45 30 10 15 5 42 32 10 50.0
9 São Paulo-SP 44 30 12 8 10 43 43 0 48.9
10 Palmeiras-SP 44 30 10 14 6 36 30 6 48.9
11 Vasco da Gama-RJ 41 30 9 14 7 34 32 2 45.6
12 Ceará-CE 39 30 9 12 9 25 30 -5 43.3
13 Flamengo-RJ 37 30 8 13 9 33 32 1 41.1
14 Guarani-SP 35 30 8 11 11 31 43 -12 38.9
15 Vitória-BA 34 30 8 10 12 34 40 -6 37.8
16 Atlético-GO 32 30 9 5 16 41 47 -6 35.6
17 Atlético-MG 31 30 9 4 17 37 51 -14 34.4
18 Avaí-SC 30 30 7 9 14 39 48 -9 33.3
19 Goiás-GO 28 30 7 7 16 33 50 -17 31.1
20 Grêmio Prudente-SP 21 30 5 9 16 28 48 -20 23.3
30ª RODADA
16/10 – 18h30 Atlético-PR 2 x 1 Goiás-GO
16/10 – 18h30 Flamengo-RJ 3 x 0 Internacional-RS
17/10 – 16h00 Atlético-GO 2 x 0 Vasco da Gama-RJ
17/10 – 16h00 Guarani-SP 0 x 0 Corinthians-SP
17/10 – 16h00 Atlético-MG 2 x 0 Avaí-SC
17/10 – 16h00 Grêmio-RS 2 x 1 Cruzeiro-MG
17/10 – 18h30 Fluminense-RJ 0 x 0 Botafogo-RJ
17/10 – 18h30 São Paulo-SP 4 x 3 Santos-SP
17/10 – 18h30 Vitória-BA 2 x 0 Grêmio Prudente-SP
17/10 – 18h30 Palmeiras-SP 1 x 1 Ceará-CE
31ª RODADA
23/10 – 18h30 Guarani-SP x Atlético-GO
23/10 – 18h30 Botafogo-RJ x Vitória-BA
24/10 – 16h00 Ceará-CE x São Paulo-SP
24/10 – 16h00 Atlético-PR x Fluminense-RJ
24/10 – 16h00 Goiás-GO x Avaí-SC
24/10 – 16h00 Corinthians-SP x Palmeiras-SP
24/10 – 18h30 Santos-SP x Grêmio Prudente-SP
24/10 – 18h30 Cruzeiro-MG x Atlético-MG
24/10 – 18h30 Vasco da Gama-RJ x Flamengo-RJ
24/10 – 18h30 Grêmio-RS x Internacional-RS

Por Edgar Santista – Lazio Lidera Calcio

Com gol de Hernanes, Lazio derrota o Bari e retoma a liderança do Italiano

Em grande fase, o ex-são-paulino Hernanes abriu o caminho para a quinta vitória do Lazio no Campeonato Italiano, neste domingo, em duelo contra o Bari, fora de casa. Mais do que o terceiro triunfo consecutivo, o time do brasileiro deixa Milan e Inter para trás e consegue retomar a liderança da competição, com 16 pontos conquistados em sete rodadas. Os mandantes, por sua vez, amargam apenas a 14ª colocação, com oito.

Além de Hernanes, que deixou substituído no final, o também ex-são-paulino André Dias foi titular no jogo. O próximo compromisso dos líderes no Cálcio será contra o Cagliari, dentro de casa. Já o Bari vai encarar a Fiorentina.

O primeiro tempo foi bastante equilibrado, e as equipes fizeram um jogo nivelado. Na volta do intervalo, no entanto, os ventos começaram a soprar a favor do líder do campeonato, que fez dois gols logo no início da etapa final e conseguiu se segurar na defesa no restante da partida.

Após uma bobeada de Masiello e Gazzi na defesa do Bari, Stefano Mauri deu um lindo passe para Hernanes, que recebeu dentro da área e finalizou para o gol adversário. A bola ainda passou entre as pernas do goleiro Gillet antes de morrer no fundo da rede.

O segundo gol do Lazio veio dos pés de Sergio Floccari, em um lance de sorte. Mauri recebeu na entrada da área e chutou cruzado. A bola encontrou no meio do caminho o atacante, que finalizou de joelho para a meta adversária, ampliando o marcador em Bari: 2 a 0.

Depois do segundo, os visitantes se limitaram a fechar bem a defesa, enquanto os donos da casa esbarravam na falta de pontaria dos seus homens de frente e na boa atuação do goleiro uruguaio Muslera.

Texto Globo.com

Por Rogerinho – São Paulo vence Santos em jogão

Caros ICFUTISTAS e principalmentes os são paulino(as), o São Paulo finalmente voltou, pena que tarde demais para o título, mais para a Libertadores ainda é possível e explico o porque:

Jogaremos 4 partidas com equipes à nossa frente: Atlético Paranaense no Morumbi, Cruzeiro em Minas, Corinthians e Fluminense também no Morumbi, acredito que os jogos no Morumbi seja perfeitamente possível vir as vitórias, em Minas temos muita vantagem contra o Cruzeiro e quem sabe o São Paulo consiga pontuar, assim acredito na classificação para a Libertadores, o time que pode atrapalhar nosso objetivo é o Grêmio, eu falo em G3, se virar G4 tenho mais convicção nessa classificação.

O São Paulo jogou demais hoje, jogou também contra a arbitragem, o time voltou a ter o respeito do SOBERANO dos adversários, pena mais uma vez que acordou tarde demais, as derrotas recente para Inter e Goiás em casa doeram, 6 pontos a mais estaríamos brihando pelo título, mais o SE não ganha jogo.

Voltamos a ganhar clássicos (somos os campeões dos clássicos nessa década), ganhamos 3 no Brasileiro falta ganhar do Corinthians e acabar com esse tabu idiota.

Dagoberto jogando muito, Rogerio Ceni falhou no primeiro gol mais fez 3 defesas importantíssimas, Alex Silva, Ricardo Oliveira, Miranda, Rodrigo Souto, Fernandinho, como um time desses podia não estar brigando no mínimo pela Libertadores, ainda tem Ilsinho e Fernandão que são titulares em qualquer time do país.

O São Paulo ganhou merecidamente com uma menos desde os 12 do segundo tempo, e estamos em uma crescente no campeonato, por isso acredito.

CHUUUUUUUUUPA CLÉBER

Por Allisson – Verdão empata com o Ceará

Em jogo fraco tecnicamente, Marcos Assunção segue a principal arma palmeirense no empate por 1 a 1

Só Marcos Assunção salva! Em mais uma noite inspirada do volante, o Palmeiras ficou no empate com o Ceará, por 1 a 1, na Arena Barueri, e chegou ao oitavo jogo de invencibilidade. Sem poder ofensivo e dependendo unicamente das cobranças de bola parada do mais novo ídolo da torcida, o Palmeiras se fechou na zaga e sofreu o empate, merecidamente, no segundo tempo.

Sempre ele!

O primeiro minuto de jogo deu uma ideia errada do que seria o restante do primeiro tempo. Pelo lado direito, Marcos Assunção cobrou falta com perigo, Lincoln não alcançou e o zagueiro João Carlos mandou para escanteio.

Depois do susto, o Ceará se organizou em campo e passou a rondar a área palmeirense, sem oferecer grande perigo ao goleiro Deola. Apostando na rapidez de Magno Alves, o time do técnico Dimas Filgueiras teve a primeira boa chance só aos 28 minutos: na cobrança do escanteio, o experiente atacante cabeçeou para baixo, nas mãos do goleiro.

Sem Valdivia, suspenso, o Palmeiras voltou a sentir o velho problema de ligação entre ataque e defesa. As tentativas de lançamento direto esbarravam todas na zaga cearense. Lincoln, sem o ritmo de jogo ideal, não cumpria o papel do chileno em campo.

Com a partida equilibrada, a equipe cearense até tentava alguns avanços pelas laterais mas, bem posicionado e com quatro volantes, o Palmeiras evitava que a bola chegasse perto da grande área. Com o baixo nível técnico da partida, cheia de passes errados, a esperança de gol alviverde permanecia toda depositada em Marcos Assunção, nas cobranças de bola parada.

O Palmeiras rondava a área do Ceará só esperando uma falta, sempre uma boa oportunidade nos pés de Assunção, que tem agora 12 gols dessa maneira na temporada. Enquanto a falta não vinha, o Verdão abusava dos chutes de longa distancia. Apesar dos gritos de Felipão na lateral, o time insistia nas jogadas pelo meio, só esperando uma oportunidade para o camisa 28.

E foi no último minuto, aos 45 do primeiro tempo, que a esperada chance apareceu. Numa falta perigosa no lado direito, Marcos Assunção fez seu ritual, arrumou as chuteiras, encarou a bola e deixou a torcida alviverde na expectativa. Na cobrança por cima da barreira, a bola foi caindo e entrou rente à trave esquerda, sem chances para o goleiro Michel Alves.

Empate merecido

No segundo tempo, o Palmeiras passou a jogar com mais velocidade, explorando as laterais. Logo aos 10 minutos, Márcio Araújo invadiu a área pelo lado direito, chutou forte, mas sem direção, ignorando Dinei, que esperava livre na grande área. O atacante, por sinal, já havia protagonizado lance bizarro no primeiro tempo, quando cabeçou para trás um cruzamento de Gabriel Silva.

Aos 18 minutos, muito aplaudido pela torcida, o heroi palmeirense deu lugar à entrada de Pierre. Sem Assunção, o Palmeiras passou a maior parte do tempo no campo de defesa, só esperando o apito final. Era muito cedo para isso, e o Ceará partiu com tudo para o ataque. Aos 24 minutos, o colombiano Reina arriscou belo chute, de longe, e quase empatou a partida.

As mudanças do técnico Dimas Filgueiras, que colou o time todo para frente, surtiram efeito aos 36 minutos do segundo tempo. Márcio Araújo fez pênalti duvidoso em Reina, em bola despretenciosa pelo lado esquerdo. Geraldo correu para a cobrança e, no canto direito, deixou vendido o goleiro Deola. Partida empatada, para desespero dos palmeirenses.

Com a entrada de de Tadeu, aos 39 do segundo tempo, o Verdão chegou a esboçar reação, e pressionou no final da partida. Fabrício, de rebote, tentou o chute da entrada da área, mas foi só escanteio. No último lance, Lincoln alçou bola na área e Dinei não alcançou. Fim de jogo na Arena Barueri, e o empate ficou de bom tamanho para o Verdão.

Na próxima rodada, o Palmeiras faz clássico contra o Corinthians no Pacaembu. O Ceará, por sua vez, recebe o São Paulo no Castelão.

FICHA TÉCNICA:
PALMEIRAS 1 X 1 CEARÁ

Estádio: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data/hora: 17/10/2010 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Auxiliares: Márcia Lopes Caetano (Fifa-RO) e Luiz Muniz de Oliveira (RJ)
Renda/público: 8.257 pagantes/ R$ 186.628,00
Cartões amarelos: Michel e Heleno (CEA); Gabriel Silva, Dinei e Márcio Araújo (PAL)

GOLS: Marcos Assunção, 45’/1ºT (1-0); Geraldo, 37’/2ºT (1-1)

CEARÁ: Michel Alves; Boiadeiro, Anderson, Fabrício e Vicente; Michel, Heleno (Vandinho, 29’/2ºT), João Marcos e Geraldo; Jean Carlos (Reina, Intervalo) e Magno Alves (Diego Sacoman, 41’/2ºT). Técnico: Dimas Filgueiras.

PALMEIRAS: Deola; Márcio Araújo, Maurício Ramos (Fabrício, Intervalo), Danilo e Gabriel Silva; Edinho , Marcos Assunção (Pierre, 18’/2ºT), Tinga, Rivaldo (Tadeu, 39’/2ºT); Lincoln e Dinei. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Fonte: Lancenet.com