Por Rogerinho – Fluminense vence Goiás e dispara na liderança do Brasileirão

Esmeraldino conseguiu segurar o Tricolor no primeiro tempo, mas, no segundo, prevaleceu a força do líder

Fonte: Lancenet

Os tricolores que acharam que o Fluminense teria vida fácil no Serra Dourada se surpreenderam com o bom primeiro tempo do Goiás, que jogou melhor e teve mais chances. Porém, como no futebol o jogo dura 90 minutos, prevaleceu a força do líder, que se impôs na segunda etapa e conseguiu importante vitória por 3 a 0.

Flu começa melhor, Goiás equilibra e Gum perde chance incrível no final

No início do jogo, o Fluminense parecia jogar em casa. Mais ofensivo do que no clássico contra o Vasco, o Tricolor assustou logo aos quatro minutos, quando Mariano recebeu de Deco pela direita e cruzou na cabeça de Emerson. O Sheik até fezo gol, mas José Eduardo Calza levantou a bandeira e o juiz Leonardo Gaciba anulou o lance.

Na primeira boa descida do Goiás, Wendel deu passe milimétrico para Everton Santos, nas costas de Julio Cesar. O atacante protegeu bem a bola, mas pecou na hora da finalização, chutando fraco, ao lado do gol de Fernando Henrique.

O Esmeraldino começou a gostar do jogo e aos 22, Junior deu ótimo cruzamento da esquerda, acertando a bola na cabeça de Rafael Moura. O camisa 9, porém, finalizou muito mal e jogou para fora mais uma grande oportunidade do Goiás. Dois minutos depois, mais uma vez Junior. O lateral-esquerdo recebeu boa enfiada de bola, em velocidade e bateu fortemente para o meio da área. O goleiro Fernando Henrique foi bem no lance e afastou a chance dos goianos.

O Esmeraldino dominava e um lance polêmico gerou muitas reclamações do técnico Leão e da torcida. Bernardo foi derrubado por Leandro Euzébio dentro da área, mas Gaciba mandou seguir.

Pouco depois, foi a vez de o Goiás ter um gol anulado. Rafael Moura cruzou da direita, Fernando Henrique ficou indeciso e Bernardo marcou, mas Marcelo Bertanha levantou a bandeira e anulou o gol.

O Flu voltou a assustar no fim da primeira etapa. Após cobrança de escanteio de Conca, Diogo cabeceou à queima-roupa. O goleiro Harley fez valer seu título de ídolo da torcida e salvou o Goiás.

Mas a melhor chance do primeiro tempo aconteceu no último lance. Washington cobrou falta, a bola encontrou Conca no meio do caminho. Frente a frente com Harley, o argentino cruzou para o meio, tirando o goleiro da jogada e deixando Gum livre para empurrar para o gol. O zagueiro, porém, atrapalhou-se com a bola e quando finalizou foi abafado por Rafael Tolói.

Fim de primeira etapa, placar zerado e as equipes foram para os vestiários buscando uma forma de chegar à vitória no segundo tempo.

Fluminense faz valer a liderança e estufa a rede três vezes

As duas equipes voltaram do intervalo sem modificações. E o panorama do primeiro tempo também não mudou muito nos quinze minutos iniciais.

Porém, o Fluminense, querendo manter a liderança do campeonato, passou a buscar mais a vitória. Tanto que aos 19, Conca e Deco fizeram bela tabela, o camisa 20 cruzou na medida para Washington e o Coração Valente não perdoou, completando para o gol. 1 a 0 para o Flu.

O gol deixou o Esmeraldino perdido e sem um rumo para buscar a reação. Para piorar, quando o relógio marcava 26, Mariano puxou contra-ataque, tocou para Deco, que devolveu. O lateral-direito levantou a cabeça e, da entrada da área, encontrou Emerson sozinho. O Sheik teve apenas trabalho de tirar Harley da jogada e estufar a rede para consumar a vitória dos cariocas.

O Fluminense continuou dominando e ainda deu tempo de Marquinho, que entrou no lugar de Emerson Sheik, deixar sua marca aos 46 do segundo tempo, após grande passe do volante Fernando Bob.

Com a vitória, o Tricolor chegou aos 36 pontos, manteve-se líder isolado e abriu boa vantagem em relação aos concorrentes. O Goiás, ainda em crise, continua com 13. Os cariocas enfrentam o São Paulo, em casa, na próxima rodada. O Esmeraldino tem missão difícil, contra o Santos, na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA:
GOIÁS 0 X 3 FLUMINENSE

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 25/8/2010 – 19h30 (de Brasília)
Renda/público: R$ 182.460/10.460 pagantes
Árbitro: Leonardo Gaciba (FIFA-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Eduardo Calza (RS)

Cartões Amarelos: Wendel, Jonílson (GOI); Gum (FLU)

GOLS: Washington, 19’/2ºT (0-1); Emerson, 28’/2ºT (0-2), Marquinho, 46’/2ºT)

GOIÁS: Harlei; Wendel, Rafael Tolói, Ernando e Júnior; Amaral, Jonílson, Wellington Monteiro e Bernardo (Pedrão, 26’/2ºT); Everton Santos (Otacílio Neto, 37’/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Émerson Leão.

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar; Diogo, Fernando Bob, Deco e Conca; Emerson (Marquinho, 38’/2ºT) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s