Por Rogerinho – Ganso passará por cirurgia e ficará fora por cerca de seis meses

Meia rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo

FONTE – GLOBOESPORTE.COM

Paulo Henrique Ganso, cadeira de rodas em São Paulo
Ganso desembarcou numa cadeira de rodas em SP

Péssima notícia para a torcida do Santos (e também para a Seleção Brasileira). O meia Paulo Henrique Ganso rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo e será operado neste sábado. Ele ficará seis meses afastado e só voltará a jogar em 2011. Ganso torceu o joelho quando pisou de mau jeito ao tentar dominar a bola em lance durante jogo contra o Grêmio, quarta-feira passada, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.

O processo cirúrgico será realizado pelo médico ortopedista, José Ricardo Pécora (chefe do Setor de Cirurgia de Joelhos do Hospital da Clínicas de São Paulo), com acompanhamento dos médicos Rodrigo Zogaib e Maurício Zenaide, do Santos. Pécora também foi responsável pelo pelo procedimento cirúrgico realizado em Ganso no joelho direito, durante a Copa do Mundo.

Ganso desembarcou nesta quinta-feira, em São Paulo, numa cadeira de rodas, e segui direto para uma clínica para ser submetido a um exame de ressonância magnética, que constatou o rompimento do ligamento.

– A recuperação é de cerca de seis meses. Na segunda-feira, ele já inicia fisioterapia no CEPRAF (Centro de Excelência em Prevenção e Recuperação de Atletas de Futebol), no CT Rei Pelé – afirmou Zenaide, que acompanhou o jogador no exame.

Por Cezar Alvarenga – Realizado o sorteio dos grupos da Liga do Campeões da Europa

Foi realizado nesta tarde, em Mônaco, o sorteio dos grupos da Liga dos Campeões temporada 2010/2011. Nesta temporada um confronto irá repetir-se, Milan e Real Madrid cairam no mesmo grupo G, junto com Ajax, da Holanda e Auxerre, da França. Com certeza, será o grupo mais equilibrado, pois a chave ostenta 20 títulos da Liga, sendo assim considerado o grupo da “morte”. Em contrapartida, o Barcelona deu sorte no sorteio e caiu no grupo mais fácil do torneio. Veja como ficaram os grupos:

GRUPO A
Internazionale (ITA)
Werder Bremen (ALE)
Tottenham (ING)
Twente (HOL)

GRUPO B
Lyon (FRA)
Benfica (POR)
Schalke 04 (ALE)
Hapoel Tel-Aviv (ISR)

GRUPO C
Manchester United (ING)
Valencia (ESP)
Rangers (ESC)
Bursaspor (TUR)

GRUPO D
Barcelona (ESP)
Panathinaikos (GRE)
Copenhagen (DIN)
Rubin Kazan (RUS)

GRUPO E
Bayern de Munique (ALE)
Roma (ITA)
Basel (SUI)
Cluj (ROM)

GRUPO F
Chelsea (ING)
Olympique de Marselha (FRA)
Spartak Moscou (RUS)
Zilina (SVK)

GRUPO G
Milan (ITA)
Real Madrid (ESP)
Ajax (HOL)
Auxerre (FRA)

GRUPO H
Arsenal (ING)
Shakhtar Donetsk (UCR)
Braga (POR)
Partizan (SER)

ICFUT – Jogadores entram em greve .

Fonte: Futebolinterior.com.br

Com salários atrasados, jogadores do CRB fazem greve

A diretoria da equipe promete o acerto até a próxima sexta-feira

Maceio, AL, 25 (AFI) – A reapresentação do CRB depois da vitória sobre o Campinense, no último domingo, pegou fogo. Os jogadores chegaram para treinar e ficaram de braços cruzados em sinal de protesto pelo atraso de 20 dias no pagamento do salário referente ao mês de Agosto e o mês de Julho.

Teve jogador que levou o protesto ainda mais a sério e pediu desligamento do clube regatino. O volante André Silva preferiu abandonar a equipe do que permancer sem receber salário. A folha salarial do time alagoano gira em torno de R$ 150 mil mensais e agora a diretoria corre contra o tempo para acertar os vencimentos. A promessa da diretoria é que na próxima sexta-feira parte dos salários serão pagos aos jogadores.

“Fomos pegos de surpresa e não gostamos disto. Estamos correndo atrás para podermos acertar o pagamento até a próxima sexta-feira. Não vejo motivo por alguns dias de atraso possam justificar a greve. Eles poderiam ter vindo falar conosco antes desta decisão. Nós reconhecemos que nossa obrigação é de pagar os salários, mas não aceitamos este tipo de comportamento”, afirmou o vice-presidente de futebol, Jobson Cabral.

ICFUT – TABELA DE CLASSIFICAÇÃO – Serie A

Campeonato Brasileiro Série A

Clubes PG J V E D GP GC SG
1FluminenseFluminense 36 16 11 3 2 28 11 17
2CorinthiansCorinthians 31 16 9 4 3 27 17 10
3BotafogoBotafogo 27 16 7 6 3 27 17 10
4SantosSantos 24 15 7 3 5 25 21 4
5InternacionalInternacional 24 15 7 3 5 21 19 2
6CruzeiroCruzeiro 24 16 6 6 4 17 14 3
7CearáCeará 24 16 6 6 4 12 9 3
8AvaíAvaí 22 16 6 4 6 25 24 1
9VascoVasco 22 16 5 7 4 16 17 -1
10Atlético-PRAtlético-PR 20 16 6 2 8 19 26 -7
11FlamengoFlamengo 20 15 5 5 5 13 12 1
12VitóriaVitória 20 15 5 5 5 19 19 0
13PalmeirasPalmeiras 20 15 4 8 3 16 14 2
14GuaraniGuarani 19 15 4 7 4 17 20 -3
15São PauloSão Paulo 18 16 4 6 6 18 20 -2
16Grêmio PrudenteGrêmio Prudente 15 16 4 6 6 17 20 -3
17GrêmioGrêmio 15 16 3 6 7 19 23 -4
18Atlético-MGAtlético-MG 13 15 4 1 10 17 28 -11
19GoiásGoiás 13 16 3 4 9 14 27 -13
20Atlético-GOAtlético-GO 10 15 2 4 9 12 21 -9
  • Libertadores
  • Sul-Americana
  • Rebaixamento

PG = Pontos Ganhos J = Jogos V = Vitórias E = Empates D = Derrotas GP = Gols Pró GC = Gols Contra SG = Saldo de Gols

Fonte: Lancenet

Por Rogerinho – Fluminense vence Goiás e dispara na liderança do Brasileirão

Esmeraldino conseguiu segurar o Tricolor no primeiro tempo, mas, no segundo, prevaleceu a força do líder

Fonte: Lancenet

Os tricolores que acharam que o Fluminense teria vida fácil no Serra Dourada se surpreenderam com o bom primeiro tempo do Goiás, que jogou melhor e teve mais chances. Porém, como no futebol o jogo dura 90 minutos, prevaleceu a força do líder, que se impôs na segunda etapa e conseguiu importante vitória por 3 a 0.

Flu começa melhor, Goiás equilibra e Gum perde chance incrível no final

No início do jogo, o Fluminense parecia jogar em casa. Mais ofensivo do que no clássico contra o Vasco, o Tricolor assustou logo aos quatro minutos, quando Mariano recebeu de Deco pela direita e cruzou na cabeça de Emerson. O Sheik até fezo gol, mas José Eduardo Calza levantou a bandeira e o juiz Leonardo Gaciba anulou o lance.

Na primeira boa descida do Goiás, Wendel deu passe milimétrico para Everton Santos, nas costas de Julio Cesar. O atacante protegeu bem a bola, mas pecou na hora da finalização, chutando fraco, ao lado do gol de Fernando Henrique.

O Esmeraldino começou a gostar do jogo e aos 22, Junior deu ótimo cruzamento da esquerda, acertando a bola na cabeça de Rafael Moura. O camisa 9, porém, finalizou muito mal e jogou para fora mais uma grande oportunidade do Goiás. Dois minutos depois, mais uma vez Junior. O lateral-esquerdo recebeu boa enfiada de bola, em velocidade e bateu fortemente para o meio da área. O goleiro Fernando Henrique foi bem no lance e afastou a chance dos goianos.

O Esmeraldino dominava e um lance polêmico gerou muitas reclamações do técnico Leão e da torcida. Bernardo foi derrubado por Leandro Euzébio dentro da área, mas Gaciba mandou seguir.

Pouco depois, foi a vez de o Goiás ter um gol anulado. Rafael Moura cruzou da direita, Fernando Henrique ficou indeciso e Bernardo marcou, mas Marcelo Bertanha levantou a bandeira e anulou o gol.

O Flu voltou a assustar no fim da primeira etapa. Após cobrança de escanteio de Conca, Diogo cabeceou à queima-roupa. O goleiro Harley fez valer seu título de ídolo da torcida e salvou o Goiás.

Mas a melhor chance do primeiro tempo aconteceu no último lance. Washington cobrou falta, a bola encontrou Conca no meio do caminho. Frente a frente com Harley, o argentino cruzou para o meio, tirando o goleiro da jogada e deixando Gum livre para empurrar para o gol. O zagueiro, porém, atrapalhou-se com a bola e quando finalizou foi abafado por Rafael Tolói.

Fim de primeira etapa, placar zerado e as equipes foram para os vestiários buscando uma forma de chegar à vitória no segundo tempo.

Fluminense faz valer a liderança e estufa a rede três vezes

As duas equipes voltaram do intervalo sem modificações. E o panorama do primeiro tempo também não mudou muito nos quinze minutos iniciais.

Porém, o Fluminense, querendo manter a liderança do campeonato, passou a buscar mais a vitória. Tanto que aos 19, Conca e Deco fizeram bela tabela, o camisa 20 cruzou na medida para Washington e o Coração Valente não perdoou, completando para o gol. 1 a 0 para o Flu.

O gol deixou o Esmeraldino perdido e sem um rumo para buscar a reação. Para piorar, quando o relógio marcava 26, Mariano puxou contra-ataque, tocou para Deco, que devolveu. O lateral-direito levantou a cabeça e, da entrada da área, encontrou Emerson sozinho. O Sheik teve apenas trabalho de tirar Harley da jogada e estufar a rede para consumar a vitória dos cariocas.

O Fluminense continuou dominando e ainda deu tempo de Marquinho, que entrou no lugar de Emerson Sheik, deixar sua marca aos 46 do segundo tempo, após grande passe do volante Fernando Bob.

Com a vitória, o Tricolor chegou aos 36 pontos, manteve-se líder isolado e abriu boa vantagem em relação aos concorrentes. O Goiás, ainda em crise, continua com 13. Os cariocas enfrentam o São Paulo, em casa, na próxima rodada. O Esmeraldino tem missão difícil, contra o Santos, na Vila Belmiro.

FICHA TÉCNICA:
GOIÁS 0 X 3 FLUMINENSE

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 25/8/2010 – 19h30 (de Brasília)
Renda/público: R$ 182.460/10.460 pagantes
Árbitro: Leonardo Gaciba (FIFA-RS)
Auxiliares: Marcelo Bertanha Barison (RS) e José Eduardo Calza (RS)

Cartões Amarelos: Wendel, Jonílson (GOI); Gum (FLU)

GOLS: Washington, 19’/2ºT (0-1); Emerson, 28’/2ºT (0-2), Marquinho, 46’/2ºT)

GOIÁS: Harlei; Wendel, Rafael Tolói, Ernando e Júnior; Amaral, Jonílson, Wellington Monteiro e Bernardo (Pedrão, 26’/2ºT); Everton Santos (Otacílio Neto, 37’/2ºT) e Rafael Moura. Técnico: Émerson Leão.

FLUMINENSE: Fernando Henrique; Mariano, Gum, Leandro Euzébio e Julio Cesar; Diogo, Fernando Bob, Deco e Conca; Emerson (Marquinho, 38’/2ºT) e Washington. Técnico: Muricy Ramalho.

Por Éder – Corinthians perde do Cruzeiro e Flu dispara

Raposa passa o jogo inteiro recuada, Bruno César perde pênalti e Timão vê o Flu se afastar na tabela

Fonte: Lancenet

A disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro e pelo Troféu Osmar Santos, dado pelo LANCENET! ao campeão do primeiro turno, ficou mais difícil para o Corinthians. Nesta quarta-feira, o Timão voltou a perder fora de casa, desta vez para o Cruzeiro, por 1 a 0, em Uberlândia e viu o Fluminense ficar cinco pontos à frente na tabela da competição.

O único gol do jogo foi marcado por Montillo, logo no começo do primeiro tempo. Bruno César ainda perdeu um pênalti na etapa inicial, defendido por Fábio. O Timão soma 31 pontos, enquanto o Tricolor Carioca tem 36 pontos ganhos.

Jogando às 19h30, o Fluminense venceu o Goiás por 3 a 0 e manteve a sequência de vitórias no Brasileirão, que afastou ainda mais o Timão do rival. Agora, na próxima rodada, o Corinthians recebe o Vitória, domingo, no Pacaembu, enquanto o Cruzeiro visita o Vasco, sábado, em São Januário, no Rio de Janeiro. Já o Flu, recebe o São Paulo, também domingo, no Maracanã.

O jogo

O jogo foi em Uberlândia, mas pareceu que era no Pacaembu durante o primeiro tempo. Nos dez primeiros minutos o jogo ferveu. Primeiro com um gol perdido na cara de Julio Cesar por Wellington Paulista, que escorregou na hora da conclusão. No lance seguinte, cruzamento na área corintiana e a bola sobrou para Montillo, que chutou cruzado da esquerda e o goleiro do Timão aceitou. 1 a 0 Raposa.

Atrás do placar, o Corinthians partiu para cima. Aos 7 minutos, Jucilei tentou cruzar, mas a bola bateu no braço de Everton. Penalidade máxima! O meia Bruno César, oito gols no Brasileirão e grande destaque do time foi para bola e… defesa de Fábio.

A chance desperdiçada não desanimou o Timão. Dos dez minutos até o intervalo, o que se viu foi o Corinthians com a bola e o Cruzeiro tentando se defender. A diferença foi tanta, que em determinado momento o Alvinegro chegou a ter 80% da posse de bola. No entanto, esse domínio não resultou em gols. Roberto Carlos errou feio uma cobrança de falta, Iarley perdeu todas as bolas que lhe tocaram e Paulo André ainda meteu uma bola na trave, aos 38.

– Nunca vi o Cruzeiro jogar tão atrás assim… – reclamou Roberto Carlos, no intervalo.

E para incômodo do lateral-esquerdo do Timão, os mineiros continuaram atrás na etapa final. Aos 4 minutos, Bruno César foi derrubado dentro da área e o árbitro não marcou pênalti. A retranca do Cruzeiro foi tanta, que em determinados momentos os meias do Corinthians puderam parar a bola no meio e esperar alguém se aproximar, para então tocar.

Preocupado, o técnico Adilson Batista tirou o péssimo Iarley e o apagado Bruno César de campo para colocar Souza e o garoto William Morais. Mas não adiantou. O Cruzeiro continou atrás e o Timão cansou, mesmo tentando empatar até o último minuto. Foi a quarta derrota fora de casa do Corinthians no Brasileirão, que empatou cinco vezes e só conseguiu ganhar uma vez, do Grêmio, no Olímpico, na segunda rodada.

Domingo o torcedor corintiano reecontra o time no Pacaembu. Chance para voltar a vencer, voltar a ficar perto do líder Fluminense e, principalmente, voltar a ver Ronaldo em campo.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 1 X 0 CORINTHIANS

Estádio: João Havelange, Uberlândia (MG)
Data/hora: 25/8/2010 – 22h
Árbitro: Sandro Meira Ricci (DF)
Auxiliares: Ênio Ferreira de Carvalho (DF) e César Augusto de Oliveira (DF)
Renda/público: Não disponíveis
Cartões amarelos: Edcarlos, Everton, Wellington Paulista, Cláudio Caçapa, Henrique e Gil (Cruzeiro); Chicão, William Morasi e Jorge Henrique (Corinthians)
Cartões vermelhos:
GOL: Montillo 2’/1°T

CRUZEIRO: Fábio; Cláudio Caçapa, Edcarlos, Gil; Jonathan, Henrique, Marquinhos Paraná, Montillo (Roger 43’/2°T), Everton (Pablo 27’/2°T); Wellington Paulista e Robert (Wallyson 33’/°) Técnico: Cuca

CORINTHIANS: Julio Cesar, Alessandro, Chicão, Paulo André e Roberto Carlos (Paulinho 32’/2°T); Ralf, Jucilei, Elias e Bruno César (William Morais 23’/2°T); Jorge Henrique e Iarley (Souza 16’/2°T). Técnico: Adilson Batista

Por Cleber Aguiar – Neymar brilha e Santos vira contra o Grêmio

Joia santista é fundamental mais uma vez e Peixe faz 2 a 1 no Tricolor, no Olímpico; Sonho continua!

Fonte: Lancenet

Há pouco menos de uma semana o presidente do Santos anunciou para alegria dos torcedores que Neymar ficaria no clube apesar de o assédio do Chelsea. No domingo, a Joia santista brilhou na vitória sobre o Atlético-MG (2 a 0). Nesta quarta-feira, o camisa 11 foi fundamental mais uma vez: fez um gol e a jogada da virada do Peixe, por 2 a 1, sobre o Grêmio, no Olímpico. E ainda deve ter agradado ao técnico da Seleção Brasileira, Mano Menezes, que acompanhou o jogo no estádio…

Triunfo que mantém mais do que vivo o sonho da Tríplice Coroa. Sonho que poderia ter ficado mais longe por “culpa” do próprio Neymar, que perdeu um pênalti aos 40 do segundo tempo. Mas que acabou em festa oito minutos depois com um gol de Rodriguinho, quando o Peixe já tinha um jogador a menos. Derrota que afunda ainda mais o Tricolor gaúcho.

As duas equipes começaram com um esquema muito parecido. Com dois armadores mais clássicos – Souza e Douglas, pelo Grêmio, e Marquinhos e Ganso, pelo Santos. Os ataques também tinham um desenho tático parecido.

A diferença ficou na velocidade dos times. Enquanto o Santos apostou em um jogo mais cadenciado, o Grêmio buscou os contra-ataques. E quando conseguiu acelerar, principalmente com Douglas, levou perigo.

E foi rapidamente que o Tricolor conseguiu abrir o placar: logo aos cinco minutos Borges aproveitou bom cruzamento de Fabio Santos e tocou de cabeça para a rede. Jonas teve, pelo menos, duas grandes chances e desperdiçou.

Na volta para a etapa final, o técnico Dorival Junior resolveu “copiar” o ataque do Grêmio. Tirou Marcel e colocou Zé Eduardo, apostando em uma maior mobilidade do setor.

Deu certo: Zé Eduardo perdeu logo de cara duas chances claras de marcar. A primeira tentou finalizar rebote do goleiro Victor, mas a bola pegou no camisa 1 do Grêmio e ainda bateu na trave. Na segunda, enrolou-se em uma cabeçada.

Mas o atacante reserva finalmente conseguiu ser produtivo ao Santos aos 22 minutos, quando sofreu pênalti, duvidoso, assinalado pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique. Na cobrança, Neymar bateu fortemente e empatou a partida.

A comemoração do Peixe, porém, acabou sendo menor, porque o time perdeu Ganso, lesionado no lance. Aos 28, foi a vez de Douglas, do Grêmio, deixar o gramado. Com isso, os dois melhores jogadores do primeiro tempo acabaram não completando o jogo.

Se perdeu em qualidade, a partida ganhou em emoção. Aos 36, Alex Sandro recebeu o segundo amarelo e acabou expulso. O Grêmio tentou a pressão, mas foi o Peixe quem perdeu a melhor chance, com Neymar, que perdeu um pênalti, sofrido por ele mesmo.

Mas a Joia santista tem mesmo estrela. Aos 48 minutos fez boa jogada e bateu para o gol, o goleiro Victor conseguiu a defesa parcial, mas a bola sobrou para Rodriguinho marcar o segundo. Festa para o Peixe, agora o quarto colocado do Brasileirão, com 24 pontos. Já o Grêmio tem muito a lamentar: continua na zona do rebaixamento, com 15 pontos.

O Peixe voltará a jogar no próximo sábado contra o Goiás, no Pacaembu. Um dia depois o Grêmio pegará o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA:
GRÊMIO 1 X 2 SANTOS

Local: Olímpico, Porto Alegre (RS)
Data e Hora: 25/8/2010 – 22h
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Ricardo de Almeida (RJ)

Renda e público: não disponíveis
Cartões amarelos: Rochemback (GRE); Edu Dracena, Neymar e Marcel (SAN)
Cartão vermelho: 36’/2ºT – Alex Sandro (SAN)
GOLS: 5’/1ºT – Borges (1-0); 23’/2ºT – Neymar (1-1); 48’/2ºT – Rodriguinho (1-2)

GRÊMIO: Victor; Edilson, Vilson, Rafael Marques e Fabio Santos, Fabio Rochemback, William Magrão (10’/1ºT – Fernando) (37’/2ºT – Malyson), Souza e Douglas (28’/2ºT – Leandro); Jonas e Borges. Técnico: Renato Gaúcho.

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca, Rodriguinho, Marquinhos (37’/2ºT – Danilo) e Paulo Henrique Ganso (23’/2ºT – Zezinho); Neymar e Marcel. Técnico: Dorival Júnior

Por Silvana – Em jogo sem emoção, São Paulo e Vasco ficam no empate

Em jogo sem emoção, São Paulo e Vasco ficam no empate

Fonte: Lancenet

Com focos diferentes, São Paulo e Vasco se enfrentaram na noite desta quarta-feira, no Morumbi. As equipes mostraram futebol completamente opostos – São Paulo pressionou e Vasco nem chutou a gol -, mas não sairam da igualdade no placar com o empate sem gols.

Sem emoções

O primeiro tempo foi sem muitas emoções. O São Paulo, com mais posse de bola, tomou a iniciativa e levou mais perigo à defesa adversária, mas esbarrava na falta de pontaria e nas boas defesas de Fernando Prass. Já o Vasco, acuado, apostava nos contra-ataques, porém, com um Allan pouco inspirado, sentiu a falta de um homem de criação no meio de campo.

CONFIRA UM SHOW DE IMAGENS DO EMPATE NO MORUMBI

A tônica da etapa inicial foi o excesso de passes errados, o que atrapalhou as duas equipes. O Tricolor paulista tinha como principal arma as investidas de Fernandinho, que deu trabalho à dupla Dedé/Fernando. Porém, o mais perto que os comandados de Baresi chegaram de abrir o placar foi apenas aos 43 minutos, quando Jean cobrou falta de longe e acertou o travessão.

Por outro lado, o Vasco parece ter sentido, e muito, a falta de Carlos Alberto e pouco criou. Os voltantes se mostravam nervosos e não conseguiam sair jogando com a mesma qualidade de partidas anteriores. Allan, perdido em campo, quase não encostou na bola. Éder Luís e Zé Roberto até voltaram para buscar jogo, mas pouco adiantou e o time terminou sem um chute ao gol de Rogério Ceni.

Sem criatividade e sem gols

Os 45 minutos finais não foram muito diferentes do que o panorama da partida mostrava: um São Paulo com mais gana atrás do gol e um Vasco, com medo de ir ao ataque, continuou sem chutar a gol.

LEIA MAIS

Felipe justifica atuação discreta: ‘Voltei para jogar no meio’
PC Gusmão agradece ponto conquistado em São Paulo
Rômulo exalta luta da equipe para evitar derrota

O Tricolor paulista mantinha maior posse de bola e passou a abusar das jogadas pelas laterais. Com Fernandão em campo, as bolas aéreas, principalmente pela direita, com Jean, foram as principais saídas em busca do gol.

A equipe de São Januário, por sua vez, continuava sem criar algo perigoso aos defensores paulistas e era traída pela ansiedade de seus jogadores, que ainda erravam muitos passes e apelavam para os chutões.

Apesar de o Vasco ter jogado parte do segundo tempo com quase todos os seus jogadores no campo defensivo e o São Paulo pressionar, o placar não foi modificado e a partida terminou em em um 0 a 0 muito sem graça e que não foi bom para nenhum dos lados.

Agora, o Vasco, com 22 pontos, encara o Cruzeiro, em São Januário, no próximo sábado. O São Paulo, com 18, pega o líder Fluminense, no domingo, no Marcanã.
FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 0 X 0 VASCO

Estádio: Morumbi, São Paulo(SP)
Data/hora: 25/8/2010 – 22h (de Brasília)
Árbitros: Carlos Eugenio Simon (RS – Fifa)
Assitentes: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e Julio Cesar Rodrigues Santos (RS)
Renda/público: R$ 226.723,59 / 10.802 pagantes

Cartões amarelos: Dedé, Rômulo (VAS)

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Jean, Xandão, Miranda e Junior Cesar; Rodrigo Souto, Casemiro (Carlinhos Paraíba – Intervalo) Richarlyson e Marcelinho; Fernandinho (Dagoberto – 22’/2ºT) e Ricardo Oliveira (Fernandão – Intervalo). Técnico: Sérgio Baresi.

VASCO: Fernando Prass; Fágner, Dedé, Fernando, Felipe (Irrazábal – 34’/2ºT); Rafael Carioca, Rômulo, Nilton e Allan (Fumagalli – Intervalo); Zé Roberto (Jonathan – 14’/2ºT) e Éder Luís. Técnico: Paulo César Gusmão

ICFUT – Links para transmissão dos jogos da Série A & B

Atendendo a pedidos PROGRAMA ICFUT muda de horário!!!

Sábado da 13:00hs as 14:00hs

Videos

http://futeboleemocoes.webnode.com.br/

http://www.vertvonline.org/

http://www.rojadirecta.org/

http://www.futebolaovivo.net/tvonline.php

http://www.eugeniosvirtual.com/tevirtual/jogos_vivo.html

http://www.tvaovivogratis.net/

http://www.tvgol.org/

http://www.tvbr.rg3.net/

http://www.assistirtvgratis.net/

http://futshowtv.hd1.com.br/

via audio

Rádios de São Paulo

http://cbn.globoradio.globo.com/Player/playerAoVivoSP.htm

http://radiobandeirantes.com.br/

http://playersradios.band.com.br/?r=rb_bandnewsfm_sao

http://transanet.telium.com.br/player.php#

Rádio de Santos

http://www.radiocultura.com.br/am/ronline.htm

Rádio – Gaúcha

Rádio –  Presidente Prudente

http://www.prudente.am.br/radio_am.php

Rádio –  Goiânia

http://player.globoradio.globo.com/MusicCenter/0,,8476,00.html

Rádio –  Belo Horizonte

http://cbn.globoradio.globo.com/Player/playerAoVivoBH.htm

Rádio –  Rio de Janeiro

http://radioglobo.globoradio.globo.com/estudiorg/estudiorg.htm?praca=RJ&id=0

http://www.radios.com.br:8080/play/1_cbn860rio-br.htm

Rádio – Fortaleza

http://radioglobofortaleza.com.br/player_globoam/index.php#

Rádio – Florianopolis

http://www.radioguaruja.com.br/