Por Vander – Felipão continua sem vitória no Palmeiras.

Fonte: O Estado de São Paulo

Felipão não consegue dar jeito no Palmeiras

Time volta a jogar mal e perde de 2 a 0 do Vitória. Técnico faz sua 6.ª partida na equipe e segue sem vencer


Daniel Akstein Batista – O Estado de S.Paulo

Os dias passam e Luiz Felipe Scolari só ganha motivos para confirmar aquilo que disse pouco depois de chegar ao Palmeiras: as coisas estão mais difíceis do que imaginava. Não bastasse seguir sem conquistar um triunfo, ele ainda viu seu time sem inspiração na estreia da Copa Sul-Americana, na noite de ontem, em Salvador. A derrota por 2 a 0 para o Vitória deixou o treinador furioso e o obriga a mudar a equipe para as próximas partidas.

Felipão anda sem muitas alternativas. Ele bem que tenta dar uma identidade ao time, mas é impedido pela falta de opções. No Barradão, ficaram claros os maiores problemas: a ausência de um bom meia e a falta de qualidade no banco de reservas para fazer modificações.

Ontem, Kleber e Lincoln não atuaram. E o Palmeiras perdeu muito. Na frente, Felipão optou por Tadeu – e logo no primeiro tempo se irritou com a pouca produção do atleta. A situação do meio de campo foi pior – o estreante Rivaldo, que é volante, foi a alternativa encontrada pelo técnico para a vaga de Lincoln. Não deu certo e, como antes do intervalo o técnico preferiu tirar o lateral Armero para colocar outro atacante (Luan) em busca da qualidade que faltava, Rivaldo acabou deslocado para a lateral.

Nenhuma das alternativas de Felipão surtiu efeito. Não que o Vitória tenha dominado a partida, pois faltou inspiração dos dois lados. Mas o Palmeiras mostrou ontem que precisa melhorar muito para conseguir sonhar com algo melhor na temporada.

Mal no Brasileiro, a Copa Sul-Americana tinha se transformado no principal torneio do ano. A vaga na Libertadores, afinal, está em jogo. Felipão já havia avisado que a competição seria a prioridade – e começar ontem vencendo era quase uma obrigação para quem tem planos tão ousados.

Para esquecer. O primeiro tempo palmeirense é para ser esquecido. Aliás, as duas equipes pareciam brigar para ver quem errava mais. Lances perigosos? Só três. Uma cabeçada de Danilo e duas cobranças de falta de Ramon – os goleiros Lee e Deola fizeram bem o trabalho.

No início da etapa final, o goleiro alviverde e o meia do Vitória estiveram frente a frente novamente. Mas, desta vez, aos 2 minutos, Deola nada pôde fazer na perfeita cobrança de Ramon.

Foi só levar o gol para o Palmeiras tentar reagir na base do desespero. Ficou apenas na tentativa, já que o time ia desordenadamente ao ataque e sem qualidade. O grandalhão Max ainda entrou para ajudar em busca do empate, mas só conseguiu atrapalhar. Aos 43, Neto Coruja desviou de cabeça e a bola ainda bateu no atacante palmeirense antes de entrar.

Daqui a sete dias, os times voltar a se enfrentar, no Pacaembu. E o Palmeiras será obrigado a vencer. Antes, sábado, recebe o Atlético-PR pelo Brasileiro. Felipão tentará a sua 1ª vitória após o retorno ao clube- até agora, foram duas derrotas e quatro empates.

Palestra Itália abre para receber Valdívia

O Palestra Itália, que já não recebe mais jogos do Palmeiras por causa das obras da Arena, será o palco na manhã de hoje da apresentação de um ídolo: Valdivia.
O chileno terá uma recepção especial no estádio, algo que raramente ocorre. O último a ser apresentado no Palestra foi o atacante Keirrison, no início de 2009 – na ocasião, no entanto, o Palmeiras também deu boas-vindas a seu patrocinador.
Uma outra festa para o Mago – contratado por R$ 13 milhões, com um vínculo de cinco anos – está marcada para sábado. Cerca de uma hora antes de o Palmeiras encarar o Atlético-PR no Pacaembu (o jogo começa às 18h300, ele entrará no gramado para saudar a torcida – sócios-torcedores do programa Avanti vão pagar R$ 5 pelo ingresso.
Valdivia ainda não está pronto para atuar – a comissão técnica diz que ele precisa de mais uns 10 dias de treino – e ficará nas tribunas do Pacaembu no sábado. O Palmeiras também não vai poder contar com o lateral-esquerdo Armero e o atacante Kleber, suspensos.
O goleiro Marcos e o meia Lincoln seguem machucados, vão desfalcar o time em mais uma rodada e ainda não têm data para retornar.
Bronca. Ontem, o Palmeiras reclamou do abusivo preço cobrado para a torcida palmeirense no Barradão. Enquanto os torcedores do Vitória pagavam R$ 40 para assistir ao jogo, o valor cobrado para o local destinado ao visitante saía por R$ 160.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s