ICFUT – GIRO PELO FUTEBOL

Por Silvana – Dunga pede desculpas a torcida e diz que quer apenas trabalhar

Antes da entrevista, Dunga no treino da Seleção Brasileira em Durban

Fonte:  Terra Esportes

O técnico Dunga pediu desculpas pelo seu comportamento na entrevista após a vitória sobre a Costa do Marfim, no último domingo, pela segunda rodada da Copa do Mundo da África do Sul. O comandante da Seleção Brasileira disse nesta quinta-feira, véspera do encontro com Portugal, que só quer liberdade para poder fazer seu trabalho tranquilo.

Na ocasião, Dunga interrompeu a entrevista pós-jogo para discutir com o jornalista Alex Escobar, da Rede Globo. Visivelmente nervoso, chegou a murmurar palavrões na sala de entrevistas do Estádio Soccer City. No mesmo dia, a emissora de televisão retrucou no programa Fantástico, dizendo que a postura não era apropriada para o cargo que Dunga ocupa.

Na véspera do jogo contra Portugal, com fala mansa, o treinador da Seleção disse: “vou falar uma única vez sobre esse assunto. Quero pedir desculpas ao torcedor brasileiro pela indevida forma como eu me comportei. Porque o torcedor que sempre tem me apoiado na Seleção Brasileira não tem nada a ver com os meus problemas pessoais. Ou com uma ou outra situação. E eu como brasileiro, como todo torcedor, só quero trabalhar. Só quero que me deixem trabalhar. Então eu peço desculpas ao torcedor brasileiro que não tem que saber de algumas coisas ou ouvir algum desabafo meu. Só tem que torcer pela Seleção Brasileira, ser feliz com o que a Seleção Brasileira faz. Só quero fazer o meu trabalho”.

Ao final da entrevista, Dunga ainda falou em tom de desabafo quando perguntado sobre o seu sentimento diante do atual estado de saúde de seu pai, que sofre do Mal de Alzheimer. Ficou emocionado e por pouco não chegou às lágrimas.

“Quanto ao problema do meu pai, não é a primeira vez que ele está nesta situação desde que assumi a Seleção Brasileira. Para mim é só mais uma oportunidade de poder mostrar para o meu pai tudo o que ele me ensinou. Homem para ser homem tem que ter coerência, tem que ter dignidade, tem que ter transparência… E saber pedir desculpas quando erra”, disse.

“Outra coisa é minha mãe, que talvez tenha me dado o maior exemplo. Ela me ensinou não largar nunca nada, levar até o final. Fizeram chacota de mim quando falei que ela é professora de história e a história já demonstrou que temos que ter amor ao país. E temos que ser patriotas. Por mais que não gostemos, temos que ser patriotas”, completou.

Já classificado para as oitavas de final antecipadamente depois de vencer Coreia do Norte e Costa do Marfim, a Seleção Brasileira enfrenta Portugal nesta sexta-feira, às 11h (de Brasília), em Durban.

ICFUT – Links para Holanda x Camarões e Dinamarca x Japão – Copa 2010

ICFUT – Paraguai lider e classificado !

Fonte: Gazetaesportiva.net

Paraguai confirma liderança e elimina a invicta Nova Zelândia

Polokwane – África do Sul

Na definição do grupo F, Nova Zelândia e Paraguai apanharam da bola em Polokwane

Na definição do grupo F, Nova Zelândia e Paraguai apanharam da bola em Polokwane

Paraguai e Nova Zelândia protagonizaram mais um jogo de fraco nível técnico na Copa do Mundo da África do Sul. O empate sem gols desta quinta-feira, no estádio Peter Mokaba, confirmou a liderança do grupo F ao time sul-americano. A equipe da Oceania foi eliminada sem perder um jogo sequer.

Com 5 pontos ganhos, o Paraguai enfrentará o segundo colocado do grupo E (Holanda, Japão ou Dinamarca) nas oitavas de final. A Nova Zelândia foi a terceira colocada da chave, com 3, após empatar com todos os seus adversários.

No outro confronto válido pelo grupo F, com muito mais emoção em campo, a Eslováquia derrotou a Itália por 3 a 2 e também avançou no Mundial, como segunda colocada da chave. Os atuais campeões mundiais acabaram eliminados precocemente.

O jogo – A situação confortável no grupo F fez com que o Paraguai se arriscasse pouco diante de um adversário sem tradição. A equipe comandada por Gerardo Martino preferiu valorizar a posse de bola, à espera de espaços para atacar a Nova Zelândia.

O lateral direito Caniza era o único paraguaio que não parecia conformado com o empate sem gols no primeiro tempo. Desde o início da partida, o jogador arriscou chutes de longa distância. Até conseguiu acertar as redes, mas pelo lado de fora.

A postura da Nova Zelândia favorecia o Paraguai. Fraco tecnicamente, o time da Oceania cometia muitas faltas para brecar os sul-americanos e tinha um meio-campo pouco criativo. A estratégia era alçar bolas na área e contar com a sorte para abrir o placar.

Sem ser ameaçado, o Paraguai ficou com mais de 56% de posse de bola no primeiro tempo. Mas também não chegou a empolgar ofensivamente. A maior emoção que os torcedores presentes no Peter Mokhaba tiveram foi o anúncio do primeiro gol da Eslováquia sobre a Itália, em Johanesburgo.

O resultado parcial do outro jogo da chave não tirava o Paraguai da liderança, mas confirmava a eliminação da Nova Zelândia. Nem isso foi capaz de mudar o panorama da partida no segundo tempo. As equipes voltaram para o jogo com as mesmas formações, ambas sem inspiração.

Na tentativa de dar mais movimentação ao ataque paraguaio, Gerardo Martino trocou Valdez e Óscar Cardozo por Benítez e Lucas Barrios. Já Ricki Herbert colocou Chris Wood no lugar de Fallon na Nova Zelândia, que ainda não havia chutado uma vez sequer na direção do gol até então.

As alterações não deram velocidade ao duelo. Nos minutos finais, a Nova Zelândia tentou pressionar o Paraguai de qualquer modo, já que vivia os seus últimos momentos na Copa. Mas, mesmo preocupado em administrar o resultado, o Paraguai chegou mais perto da meta.

Por Silvana – No São Paulo, com dois gols de Washington, reservas vencem titulares

Marlos fez o único gol dos titulares, que perderam por 3 a 1

Fonte:  Lancenet

Depois de uma semana de trabalho após a folga de dez dias, Ricardo Gomes comandou o primeiro coletivo no CT da Barra Funda. Em uma hora de atividade, os jogadores foram divididos entre titulares e reservas. Para surpresa do treinador, os suplentes venceram por 3 a 1. Fernaninho e Washington (duas vezes) e Marlos balançaram as redes.

Os titulares entraram em campo com: Rogério Ceni, Cicinho, Alex Silva, Miranda e Junior Cesar; Jean, Richarlyson, Hernanes e Marlos; Dagoberto e Fernandão.

Nos reservas: Bosco, Adrián González, Xandão, Samuel e Diogo; Carlinhos, Cleber Santana, Jorge Wagner e Marcelinho; Fernandinho e Washington.

Após 30 minutos, Gomes fez algumas modificações, mas o placar não foi alterado. Xandão, Cleber Santana e Fernandinho entraram nos lugares de Miranda, Hernanes e Dagoberto. Nos reservas, Renato Silva, Sérgio Mota e Henrique assumiram o posto de quem saiu. O zagueiro, recuperado de um estiramento na coxa esquerda, foi liberado pelo departamento médico. Rodrigo Souto, com dores na panturrilha direita, correu em volta do gramado.

O elenco tricolor voltará a trabalhar na parte da tarde, já que todos continuam concentrados. Depois, na sexta-feira, trabalho apenas pela manhã. Sábado e domingo todos estão de folga.


Por Vander – Kleber pode sair do Verdão.

Fonte: Lancenet.com.br

Dívida do Cruzeiro pode melar futuro de Kleber no Palmeiras

Decisão da justiça proíbe clube mineiro de realizar transferências. Problema pode afetar o Verdão

Kleber já está treinando com o elenco do Palmeiras (Crédito: Tom Dib)

Kleber já está treinando com o elenco do Palmeiras

Bruno Uliana
Bruno Uliana SÃO PAULO (SP)
Fabrício Crepaldi
Fabrício Crepaldi SÃO PAULO (SP)

Uma dívida do Cruzeiro com o Goytacaz, clube do Rio de Janeiro, pode adiar a reestreia de Kleber com a camisa do Palmeiras ou até mesmo, se as consequências forem extremas, melar a negociação e impedir que ele atue pelo Verdão.

O LANCENET! teve acesso ao documento com a decisão judicial que proíbe o clube mineiro de realizar qualquer transferência até que pague a quantia de R$ 6.453.989,14, referente à chegada do atacante Jussiê, em 2001.

O Gladiador ainda tem contrato com o Cruzeiro. Com a proibição, a Raposa não pode realizar a rescisão, impedindo que ele seja negociado de vez com o Palmeiras.

Entre os dois clubes ficou acertado que, assim que o Verdão depositar a última parte do pagamento, os mineiros quitarão a dívida com o Goytacaz e liberarão o Gladiador. A primeira parcela foi paga nesta quarta-feira.

Porém, o Cruzeiro afirma que irá recorrer da ordem judicial para evitar o pagamento da dívida, o que deve prolongar a decisão e, caso tudo não seja resolvido até 15 de julho, pode impedir que o Gladiador esteja em campo no clássico contra o Santos.

– O Cruzeiro não reconhece a dívida e vai usar de todos os meios legais para inverter as decisões – disse Fabiano Costa, advogado da Raposa.

Já o Palmeiras se mantém tranquilo e afirma que não se preocupa com o desfecho da transferência.

– O Cruzeiro não reteria o dinheiro e o jogador, e não teria o porquê de fazerem isso. Está acertado no contrato. Estamos tranquilos com relação a estreia do Kleber – declarou André Sica, advogado do Verdão.

*Colaborou Raphael Freitas

Confira um bate-bola com André Sica, advogado do Palmeiras:

LANCENET!: Como o Palmeiras fez para se prevenir caso o Cruzeiro não possa realizar transferências?

ANDRÉ SICA: O contrato da contratação do Kleber, com o Cruzeiro, determina que eles paguem essa dívida após o recebimento da última parcela do Palmeiras. Assim, a transferência dele ficaria liberada.

LNET!:Mas o Cruzeiro alega que não reconhece a dívida. Se não pagarem, ele não pode ser regularizado.

AS: Aí entraria em um descumprimento de contrato assinado. O Palmeiras, a princípio, não está preocupado. Até a transferência se concretizar, o jogador sempre está nas mãos do clube que tem os direitos.

LNET!: Trabalham com a chance de o Cruzeiro não pagar?

AS: Na remota hipótese de o Cruzeiro não pagar a dívida, temos de trabalhar com a dinâmica do mercado. Eles têm de ter dinheiro em caixa. Assim, eles não podem nem comprar e nem vender ninguém.

Confira abaixo análise do caso feita por João Chimazzo, especialista em direito desportivo:

Enquanto essa decisão judicial não for revogada ou o Cruzeiro pagar a quantia que deve ao Goytacaz, o clube não poderá fazer transferências e o Kleber não poderá assinar definitivamente com o Palmeiras.

A ordem é judicial e o Cruzeiro tem de cumpri-la. Eles entraram com recurso, aguardam uma decisão, mas enquanto ela não for modificada ou revogada, o clube não pode realizar transferências.

Dificilmente o clube mineiro vai fugir de pagar o que deve, porque os valores que vai receber pelo Kleber e o que tem de quitar a dívida são muito parecidos. Se a quantia fosse menor do que deve, poderia usar como justificativa. Além disso, eles precisam depositar esse dinheiro para fazer outras transferências.

A decisão da Justiça obriga o Cruzeiro a pagar aquilo que deve, e enquanto não fizer, está proibido de realizar transferências. Isso pode atrapalhar a chegada do Kleber ao Palmeiras se não for resolvido.

Por Cleber Aguiar – Santos confirma interesse em Keirrisson.

Fonte: Gazetaesportiva.net

Dorival Júnior confirma interesse santista em Keirrison

Do correspondente Rodrigo Martins – Santos (SP)

Depois de negar por diversas vezes o interesse na contratação do atacante Keirrison, através dos seus diretores, o Santos finalmente admitiu que negocia o empréstimo do jogador com o Barcelona, dono dos direitos econômicos. A informação foi confirmada pelo técnico Dorival Júnior, em entrevista coletiva concedida na manhã desta quinta-feira, no CT Rei Pelé.

“Como a informação vazou, posso confirmar. É verdade. Trata-se de um atleta que eu conheço bem desde o Coritiba (trabalharam juntos em 2008) e seria importante a sua chegada para nós”, disse Dorival, evitando detalhar a negociação.

O Alvinegro Praiano mantém contato com a diretoria do Barcelona, porém, como o time catalão mudará a sua diretoria – Sandro Rosell assumirá a presidência do clube no dia 1º de julho, em substituição a Joan Laporta -, a transação ainda não pôde ser concluída.

“Todas as negociações estão sendo conduzidas pela diretoria. Não tenho informações detalhadas, mas posso garantir que outros nomes também estão sendo trabalhados”, comentou o treinador santista.

Dorival Júnior reconheceu até que já conversou com Keirrison sobre uma possível volta ao futebol brasileiro. Com passagens frustradas por Benfica (Portugal) e Fiorentina (Itália), ambas por empréstimo, o K-9 espera recuperar o bom futebol sob o comando do santista.

“O Keirrison saiu cedo do país e não teve a sequência de jogos que todo o atleta precisa. Infelizmente, esse tipo de situação acontece com a maioria dos jogadores que sai precocemente do país. Por isso, a vontade dele é de voltar. Espero que ele possa retornar e fazer parte do grupo, pois é um atacante de muita qualidade”, encerrou Dorival.

ICFUT – Gols de Alemanha 1×0 Gana e Austrália 2×1 Sérvia Copa 2010

Ficha Técnica: Gana 0 X 1 Alemanha

Johanesburgo – África do Sul

FICHA TÉCNICA

GANA 0 x 1 ALEMANHA

Local: Estádio Soccer City, em Johanesburgo (África do Sul)
Data: 23 de junho de 2010 (quarta-feira)
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Brasil)
Assistentes: Altemir Haussman e Roberto Braatz (Ambos do Brasil)
Cartões amarelos: Andre Ayew (Gana), Thomas Muller (Alemanha)

GOLS: ALEMANHA: Ozil, aos 15 minutos do segundo tempo

GANA: Kingson; Paintsil, Mensah, Jonathan Mensah, Sarpei; Annan, Boateng, Asamoah; Tagoe (Muntari), Andre Ayew (Adiyiah) e Gyan (Amoah).
Técnico: Milovan Rajevac

ALEMANHA: Neuer; Lahm, Friedrich, Mertesacker e Jerome Boateng (Jansen); Schweinsteiger (Kroos), Khedira, Ozil e Muller (Trochowski); Podolski e Cacau
Técnico: Joachim Low

Ficha técnica: Austrália 2 x 1 Sérvia

Nelspruit – África do Sul

FICHA TÉCNICA
AUSTRÁLIA 2×1 SÉRVIA

Local: Estádio Mbombela, em Nelspruit (África do Sul)
Data: 23 de junho de 2010, quarta-feira
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)
Auxiliares: Pablo Fandino e Mauricio Espinosa (ambos do Uruguai)
Cartões amarelos: Wilkshire, Beauchamp e Emerton (Austrália); Lukovic e Ninkovic (Sérvia)

Gols: AUSTRÁLIA: Cahill, aos 23 minutos, e Holman, aos 29 minutos do segundo tempo; SÉRVIA: Pantelic, aos 39 minutos do segundo tempo.

AUSTRÁLIA: Schwarzer; Wilshire (García), Neil, Beauchamp e Carney; Culina, Valeri (Holman), Emerton, Cahill e Bresciano (Chipperfield); Kennedy
Técnico: Pim Veerbeek

SÉRVIA: Stojkovic; Ivanovic, Vidic, Lukovic e Obradovic; Kusmanovic (Lazovic), Ninkovic, Stankovic, Krasic (Tosic) e Jovakovic; Zigic (Pantelic)
Técnico: Radomir Antic