ICFUT – Kassab fala sobre Arena Pirituba.

Fonte: O Estado de São Paulo

‘A Arena de Pirituba teria de crescer para a Copa’

Gilberto Kassab Prefeito de São Paulo. Em busca do plano B

Bruno Ribeiro – O Estado de S.Paulo

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) falou sobre a exclusão do Morumbi da Copa de 2014, ontem, em entrevista coletiva. Disse que ficará feliz se a abertura do Mundial for em São Paulo, mas reiterou que não vai usar verba pública. Reconheceu, porém, ter projeto para uma arena em Pirituba, a princípio para 45 mil pessoas, mas que pode ser ampliada para 65 mil, o que garantiria o jogo de abertura do evento.

Como a prefeitura está lidando com o veto ao Morumbi?
É preocupante. Nós nos esforçamos e tudo o que estava ao nosso alcance fizemos. Infelizmente, se as coisas não aconteceram como o planejado, temos que lamentar muito.

Pode-se falar na construção de uma nova arena?
Não existe a hipótese de colocarmos recursos públicos numa solução que viabilize um estádio para abrir o Mundial. Em primeiro lugar porque a Prefeitura não tem esses
recursos. Mesmo se tivesse, nós direcionaríamos para outras prioridades. Se São Paulo,
através do Morumbi, estiver
inviabilizado para ser a abertura, continuaremos torcendo, nos esforçando, para eventualmente encontrar alternativa.

Como foram seus encontros com Ricardo Teixeira?
Em todas as conversas que
tivemos sobre o Mundial, sempre, a pauta foi como a gente poderia ajudar a viabilizar o Morumbi para que ele fosse a abertura. E estarei com ele outras vezes se for convidado e julgar necessário.

Há a possibilidade de o estádio do Palmeiras estar na Copa?
O Palestra pode ser utilizado, mas não na abertura. A Prefeitura ajudou nesse projeto, que é importante para a região, mas ele não preenche os requisitos para a abertura.

E em relação a Pirituba?
Antes de o Brasil ser definido como sede da Copa, o Goldman ainda era secretário de desenvolvimento e juntos, governo do Estado e Prefeitura, escolhemos essa área, onde será executado um grande projeto no contexto de convenções e feiras. O projeto requer investimentos na ordem de R$ 5 bilhões. É uma área que tem infraestrutura, os trens da CPTM passam lá dentro, o metrô que vai chegar até a Freguesia do Ó, a Rodovia dos Bandeirantes está a 50 metros, o Rodoanel, a 1,5 km. Quer dizer, é uma área pronta, mas não para a Copa. Lá haverá arena multiuso com capacidade para 45 mil pessoas. É evidente que se o investidor que tiver vencido a concessão quiser transformá-lo e tiver tempo hábil, o que eu não acredito, em uma opção para a Copa, a cidade vai aplaudir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s