Por Silvana – Secretário da Fifa diz que projeto do Morumbi foi aprovado !!!

Fonte: ig esportes

19/0313:35

“O último projeto cumpriu todas as exigências feitas à cidade de São Paulo”, afirmou Jerome Valcke nesta sexta-feira

Paulo Tescarolo, iG São Paulo

Enfim, o São Paulo Futebol Clube e a prefeitura de São Paulo conseguiram agradar a Fifa. De acordo com o secretário geral da entidade, Jerome Valcke, o mais recente projeto do Morumbi atende a todas as exigências para que o estádio receba jogos da Copa do Mundo de 2014.

“As últimas informações, até no caso do Morumbi, que é uma saga entre a Fifa e São Paulo, são muito boas”, disse Vaclke, nesta sexta-feira, na primeira reunião do Comitê Executivo da Fifa em 2010. “O último projeto cumpriu todas as exigências feitas à cidade de São Paulo”, completou.

Um dos pontos polêmicos do projeto era a altura do campo de jogo, que atualmente prejudica a visão dos torcedores. O tamanho das instalações para a imprensa e para os convidados VIP’s da Fifa também era considerado insuficiente.

De acordo com a Fifa, o projeto anterior não impedia que o estádio recebesse jogos da Copa do Mundo, mas era insuficiente para credenciá-lo ao jogo de abertura e às semifinais. Agora, com o projeto aprovado, não haveria mais esse impedimento.

Nenhum problema no Rio
O secretário ainda falou sobre a situação do Rio de Janeiro diante do problema com os royalties do petróleo. O governador Sérgio Cabral chegou a dizer que a mudança na distribuição de renda do pré-sal, ao diminuir o orçamento do Rio, inviabilizaria a Copa do Mundo e a Olimpíada.

Valcke disse que não foi informado sobre qualquer tipo de problema ligado ao caso. “A última informação está alinhada com o que temos trabalhado junto ao comitê organizador local. Ricardo Teixeira jamais levantou a possibilidade de problema com as garantias feitas pelo governo”.

Por Cézar Alvarenga – Ronaldo o homem decisivo !

Fonte: Lancenet.com.br

Decisivo! Precisou de Ronaldo é só chamar

Em 2009, atacante foi o grande destaque. Neste ano, caminha para o mesmo sucesso

Ronaldo comemora gol no triunfo diante do Cerro Porteño (Foto: Reuters)

Ronaldo comemora gol no triunfo diante do Cerro Porteño (Foto: Reuters)

Desde a estreia dele pelo Corinthians, em 4 de março do ano passado, contra o Itumbiara (GO), pela Copa do Brasil, já foram 46 partidas. Em pelo menos dez, o Fenômeno mostrou o faro de decisão.

Qual torcedor não se lembra do primeiro clássico do astro, contra o Palmeiras, dos gols nos momentos decisivos do Paulistão, diante de São Paulo e Santos, da marca do artilheiro na final da Copa do Brasil, da primeira vez em que ele marcou três vezes em uma partida, contra o Fluminense? E por aí vai…

Tudo isso mostra que ele ainda pode ser decisivo, assim como ocorreu diante do Cerro Porteño (PAR), na última quarta-feira, quando marcou o gol que garantiu mais três pontos ao Timão na Copa Libertadores.

E MAIS! Mano nega suposta insatisfação de Ronaldo

O técnico Mano Menezes não esconde a tranquilidade e a felicidade com o poder de decisão do camisa 9, que marcou duas vezes em oito partidas disputadas na temporada.

– Sabíamos que o Ronaldo iria voltar a marcar logo. Um jogador como ele não fica muito tempo sem fazer gol. Fico contente por ele. Pelo o que fez no Paulista. E pela equipe, de um modo geral. Quando todos estiverem bem, vamos melhorar cada vez mais – avaliou o treinador.

Apesar de estar longe do momento mais brilhante no Parque São Jorge, o Fenômeno mostrou nas duas últimas partidas por que Mano Menezes não pensa em colocá-lo no banco de reservas. Diante do Santo André, pelo Paulistão, foram duas assistências (para Dentinho e Roberto Carlos). Contra o Cerro Porteño, fez o gol da vitória, que manteve a equipe alvinegra na liderança do Grupo 1 do torneio sul-americano.

Após passar pelo jejum de cinco partidas, a meta de Ronaldo é criar uma boa sequência. Para chegar aos 30 gols em 2010, como quer, faltam 28. É hora de melhorar a média.

Em tempo: em 19 de março de 2009, exatamente há um ano, o Fenômeno também tinha feito dois gols: contra Palmeiras e São Caetano.

Por José Reis – Adriano e Love não foram intinados ainda !

Fonte: lancenet.com.br

Adriano e Love ainda não foram intimados para depor

Jogadores terão que se explicar por suposto envolvimento com traficantes

A justiça está de olho na dupla do Império do Amor (Crédito: Pedro Kirilos)

A justiça está de olho na dupla do Império do Amor

LANCEPRESS!

Cada um com sua devida polêmica, mas tanto Vagner Love quanto Adriano não foram intimados a depor. Diante da repercussão do caso, a percepção do grupo jurídico que toma conta do caso é a de que muito provavelmente ambos deverão se explicar sobre que faziam. No caso de Love, o porquê de andar na Favela da Rocinha com traficantes armados; no de Adriano, ele teria de esclarecer se teria registrado uma moto em nome da mãe de um traficante.

Em caso de comprovação dessa associação de Adriano com o traficante, o atacante poderia se complicar e ser investigado. Mas, a amigos, Adriano afirmou que está tranquilo e que, caso seja necessário, terá como comprovar que a moto foi comprada e registrada em seu nome.

As motos, aliás, já deram dor de cabeça ao Imperador. Em 2006, quando passava um período no Brasil, ele foi flagrado por um site na garupa de uma moto, sem capacete. O caso teve repercussão internacional e chegou à Itália, onde Adriano ainda defendia a Internazionale de Milão.

Vagner Love, por sua vez, aparenta estar tranquilo quanto ao caso dos traficantes armados na Rocinha. O jogador já afirmou que frequenta a região, onde tem projetos sociais, e que o fato de existirem traficantes armados numa favela é algo normal e corriqueiro na cidade do Rio de Janeiro. Como as notícias sobre ambos os casos apareceram esta semana, é possível que ainda leve algum tempo para que ambos sejam intimados oficialmente a se explicar.

Por Silvana – SÃO PAULO VENCE NACIONAL DO PARAGUAI !!!!

POR SILVANA EQUIPE ICFUT  – Ótimo resultado conquistado pelo TRICOLOR na noite de ontem, no Morumbi ,  houve uma melhora visível  em todos os sentidos, será que foi a bronca do Juvenal ?    O São Paulo poderia ter vencido por um placar muito mais ampliado, pois, podemos dizer que mal teve um adversário. O Nacional não apresentou perigo ao Tricolor, que por sua vez, também, demorou pra  engrenar, com gol de Dagoberto aos 29 min  e em seguida, aos 32 min também do primeiro tempo gol de Léo Lima e pra fechar a noite  aos 9 min do segundo tempo, ele o Coração Valente marca o terceiro. O São Paulo precisa agora acelerar seu ritmo ,  estamos vendo que o Corinthians esta na empolgação. Vamos continuar a contar com a EXPERIÊNCIA  DO TRICOLOR e torce para que o São Paulo defina seu padrão de jogo, e assim as vitórias continuem, já são quatro consecutivas, sua melhor seqüência no campeonato. Conquistamos, também, a 50ª vitória do Tricolor pela  Libertadores, no Morumbi. Espero que possamos continuar assim. Temos um Time maravilhoso cheio de conquista e recordes vamos aproveitar, vamos embalar e conquistar mais tudo que pudermos este ano.

AVANTE TRICOLOR !!!!!

ICFUT – Giro pelo futebol 19/03/2010

Fonte: Futebolinterior.com.br

Tricolor vence pela Libertadores

» MA: JV Lideral atropela e dispara na liderança da Copa União
» Libertadores: Empate ajuda e Corinthians se mantém na ponta
» SC: Avaí está perto de anunciar ex-atacante do Grêmio
» DF: Diretor do Gama pede demissão e técnico sai em solidariedade
» Liga Europa: Duelos das quartas estão definidos. Confira!
» Vida boa! Desempregado, Muricy curte dias livres com a família
» Liga dos Campeões: Uefa sorteia confrontos das quartas. Só jogão!
» Novo matador do Verdão quer fazer a festa no Palestra Itália
» Recorde! Brazuca vai fazer história na Copa do Mundo 2010
» Só faltava… Em tom de protesto, Neymar faz a “dança da estátua”
» SE: River Plate tropeça e termina rodada na vice-liderança
» MT: Goleada histórica, novo líder e rebaixados fecha a rodada
» Veja TODOS OS RESULTADOS desta quinta-feira pelo Brasil e mundo
» CE: Em jogo isolado, lanternas empatam e se complicam na tebela
» São Paulo 3 x 0 Nacional-PAR – Líder, com gosto de “quero mais”!
» Remo 0 x 4 Santos – Peixe volta jogar bem e mata jogo de volta
» PB: Zebras atrapalham os favoritos no Campeonato Estadual
» RO: No fechamento da rodada, Ariquemes vence e cola nos líderes
» ES: Rio Branco faz cinco e dispara na liderança
» BOMBA! Time pernambucano pode ser punido com perda de pontos
» A2: Votoraty volta os olhos para o São Bento
» Braga segue indefinido para o jogo contra o Ramalhão
» A2: Diretoria de São Bento e Votoraty fazem acordo com ingressos
» Cerro-URU 0 x 0 Internacional – De bom tamanho, Colorado!
» A2: Só a vitória interessa ao Atlético Sorocaba
» Fase boa! Sequência de vitórias dá confiança para Grêmio
» Palmeiras dará placa a Diego Souza pelo golaço de 2009
» Sub-15 do São Bernardo segue bem na Copa Ouro
» TO: Dois times mudam de técnico para tentar reabilitação
» AM: Nacional vence e embola briga por vaga na final
» SC: Ex-volante do Palmeiras pode estrear pelo Avaí no clássico
» SE: Olímpico bobeia e deixa a liderança escapar no Estadual
» SC: Ex-atacante do Grêmio pode ser anunciado no Avaí
» BOMBA! Ex-técnico do Corinthians assume Vitória
» Liga Europa: Favorito, Liverpool passeia e avança às quartas
» Alemão: Trio briga pela liderança em disputa emocionante
» Inglês: Rapper americano pode comprar tradicional time inglês
» AM: Ex-técnico da Série A2 assume clube desesperado
» A2: Volante é dúvida no União Barbarense para duelo decisivo
» RJ: Patrícia Amorim sai em defesa de Vágner Love e Adriano
» A2: Noroeste pode ter ataque reserva contra o São Bernardo
» Portuguesa já está concentrada após empate pela Copa do Brasil
» RJ: Com torção no tornozelo, lateral vira dúvida no Flamengo
» RJ: Ressonância magnética de Fred aponta lesão incomum na coxa
» Copa BR: Técnico da Chapecoense ganha elogio de rival
» GO: Segundo imagens, polícia atirou a bomba que atingiu Marcelo
» Inter de Limeira oficializa parceria nas categorias de base
» Baixaria! Cartola do Bahia bate boca com deputado via Twitter
» Espanhol: Zagueiro projeta Real Madrid invicto em seu estádio
» Que fase! Uefa bane juiz ucraniano por manipulação de resultados

Por Vander – Inter empata no Uruguai !

Fonte: Zerohora.com.br


Jornal uruguaio diz que Cerro controlou o “poderoso Inter”

Para o Ovación, time respeitou a estirpe copeira das equipes do país

O empate sem gols do Cerro-URU com o Inter não foi lamentado no Uruguai, mesmo que a equipe de Montevidéu tenha sido, teoricamente, a mandante da partida realizada nesta quinta em Rivera. O jornal esportivo local Ovación comemora em reportagem publicada nesta sexta a boa atuação da equipe, afirmando que ela controlou o “poderoso” Inter.

“Poderia ter ganhado? Sim, porque Abbondanzieri defendeu um cabeceio de Mello aos 84min (39min do segundo tempo), mas este empate não tira os méritos do Cerro. Pelo contrário, seus torcedores devem estar orgulhosos porque olham para a tabela e o mega favorito Inter está dois pontos atrás. Quem te viu e quem te vê, heroico Cerro!”, diz a reportagem.

O Cerro lidera o Grupo 5 da Copa Libertadores com sete pontos, enquanto o Colorado aparece em segundo, com cinco.

Segundo o jornal, o time uruguaio mostrou que é possível controlar uma partida sem deter a posse de bola. A matéria ainda lembra que, apesar de o Cerro ter tido o mando de campo, a torcida do Inter foi dominante nas arquibancadas do Atilio Paiva.

“Este time do Cerro foi respeitoso à estirpe copeira das equipes uruguaias”, diz o Ovación.

O site de notícias De Rivera também exaltou o ponto conquistado pelos uruguaios, em reportagem intitulada “Cerro freia a loucura ‘colorada'”. A revista digital aborda a presença maciça da torcida colorada e diz que o resultado deixou o time uruguaio “feliz” e o gaúcho “preocupado”.

Já o site da Conmebol , em sua chamada, diz que o Inter “resgatou” um ponto fora de casa. A reportagem, no entanto, lembra que o Colorado era favorito e que o resultado frente ao campeão mundial de 2006 agradou aos uruguaios.

CERRO-URU INTER
Rolero;
Asconeguy, Pablo Melo, Ibañez e Leites; Caballero, Pellejero, Suárez e
Dadomo; Alvaro Mello (Molina) e Rodrigo Mora (Lombardi).
Abbondanzieri;
Bruno Silva (Nei), Índio, Sorondo e Kleber; Sandro, Guiñazu, Giuliano
(Taison), DAlessandro (Andrezinho) e Edu; Alecsandro.
Técnico: Pablo Repetto. Técnico: Jorge Fossati.

ICFUT – Vitor pode deixar o Grêmio !

Fonte: Zerohora.com.br


Victor pode deixar o tricolor depois da Copa

Encontro com o empresário Bernardo Silva teria sido intermediado por Fábio Mello, empresário do goleiro

Depois da Copa na África, o goleiro Victor dará adeus ao Olímpico, negociado com o futebol da Itália. O nome do clube não foi divulgado. Para o seu lugar, Douglas, do Guarani, de Campinas, é o preferido. Quem procurou o jogador foi o próprio técnico Silas. O diretor de futebol do Grêmio, Luiz Onofre Meira, diz que o assunto não passa de boato. Porém, foi no hotel em Sorocaba, onde o Grêmio concentrou-se para o jogo contra o Votoraty, que a venda do goleiro começou a ser encaminhada. Em duas reuniões com a direção, o empresário Bernardo Silva apresentou a proposta.

– Não recebemos empresários em dias de jogos – desconversou Meira.

Quem intermediou o encontro foi Fábio Mello, empresário do goleiro. A conversa evoluiu rapidamente. Isto porque os gremistas aceitaram o valor de 5 milhões de euros (R$ 12,1 milhões) e os italianos concordaram em contar com Victor após a Copa, na reabertura da janela de transferência

Por Cleber Aguiar – Santos já está em Nova York

Fonte: Site Oficial do Clube


Nos EUA, Peixe começa preparação para enfrentar o Red Bulls NY

Hugo Genaro – colaborador – de New Jersey

Mesmo após deixar São Paulo na noite de quarta-feira (17) e enfrentar nove horas de viagem até Nova York, os jogadores do Santos Futebol Clube fizeram o primeiro treinamento em solo norte-americano  na tarde desta quinta-feira (18).  A equipe se prepara para o amistoso contra o Red Bull NY, que marcará a inauguração do principal estádio de futebol nos Estados Unidos, a Red Bull Arena, neste sábado (21), em Harrinson, cidade da Região Metropolitana de Nova York.


No treinamento desta quinta-feira, realizado na Universidade de Montclair, os jogadores santistas executaram atividade em campo reduzido, para aprimoar a marcação e toque rápido de bola. Os destaques foram o goleiro Fábio Costa, que deve voltar à equipe após oito meses de recuperação de uma lesão no pé direito, e o atacante Marcel, que pode fazer sua estréia com a camisa alvinegra no amistoso internacional.
O treinamento foi comandado pelo auxiliar técnico Marcelo Martelotte. Isso porque, o técnico Dorival Júnior está com outra parte do elenco em Belém-PA, para a partida contra o Remo, nesta quinta-feira (18), pela Copa do Brasil. Martellotte explicou que procurou realizar um treino moderado, devido à exaustiva viagem de São Paulo a Nova York.
“Como os atletas tiveram pouco tempo para descansar, optamos por um treinamento mais leve. Amanhã, faremos nova atividade pela manhã, para começar a definir a equipe que enfrenta o Red Bull”, disse o auxiliar técnico, que treina o Peixe até a chegada de Dorival Júnior aos Estados Unidos,  prevista para a noite desta sexta-feira (18).

Por Cleber Aguiar – Santos dá um passei no Remo !

Fonte: O Estado de São Paulo

Santos passa pelo Remo e garante a vaga na Copa do Brasil

Neymar comanda o show no Mangueirão com dancinha, gols e dribles; próximo rival será Fortaleza ou Guarani

André Rigue – estadao.com.br

Neymar (7) comanda a dança do Santos na vitória sobre o Remo

SÃO PAULO – Habilidade, dancinha, alegria e gols. O Santos se recuperou da derrota no clássico para o Palmeiras e bateu o Remo por 4 a 0, nesta quinta-feira, no Mangueirão, no Pará. Com o resultado, o clube garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil sem precisar disputar o jogo de volta.

Apenas Santos e Fluminense conseguiram a classificação no primeiro jogo. O time da Vila Belmiro, que não contou com Robinho, terá como próximo rival na Copa do Brasil o vencedor do duelo entre Fortaleza e Guarani. Na primeira partida, disputada no Castelão, o time cearense fez 2 a 0.

O Santos chegou atrasado ao Mangueirão devido ao trânsito nos arredores do estádio. Com isso, o clube entrou em campo com pouco tempo de aquecimento e levou uma pressão nos primeiros minutos.

Mas depois de esquentar os músculos, os santistas sobraram no gramado e construíram a vitória com tranquilidade.

O primeiro gol foi marcado aos 21 minutos do primeiro tempo. Em contra-ataque rápido, Ganso tabelou com Marquinhos, que deu passe preciso para Neymar. O jovem jogador entrou na área e bateu no canto esquerdo do goleiro Adriano – o camisa 7 comemorou com muita dancinha ao lado dos companheiros.

O Santos chegou ao segundo gol ainda no primeiro tempo. Aos 42 minutos, Neymar fez jogada espetacular ao passar por Raúl e driblar Adriano. O camisa 7 tinha o gol livre para marcar, mas preferiu rolar para André mandar para as redes. “Vou pedir 10% do salário dele pelo passe para o gol”, disse Neymar ao descer para o intervalo.

0

Na etapa final, o Santos marcou outro logo aos 3 minutos. Em noite inspirada, Neymar recebeu passe de Arouca e tocou para André dentro da área. O atacante dominou, tirou de Adriano e mandou no canto direito para fazer 3 a 0.

O Remo teve uma boa chance para diminuir aos 8 minutos, após Edu Dracena cometer pênalti em Gian. Mas Marciano cobrou mal, pegou embaixo da bola e mandou no travessão de Felipe. A perda da penalidade acabou com a empolgação da torcida e com qualquer chance de reação.

O Santos aproveitou para marcar o quarto, aos 36 minutos. Raul cometeu pênalti em Maikon Leite. Neymar foi para a cobrança. Com paradinha, ele tirou o goleiro da jogada e mandou no fundo das redes – foi o gol número 11.500 da história do Santos.

“A gente fica feliz por ter conseguido eliminar o jogo de volta”, afirmou André. “Não vamos ter de atuar na Vila, e assim o grupo vai poder descansar, pois estamos numa maratona muito forte.”

FICHA TÉCNICA
REMO 0 x 4 SANTOS

Local: Estádio Olímpico do Pará (Mangueirão), em Belém (PA)
Data:
18 de março de 2010, quinta-feira
Horário:
21h (de Brasília)
Público:
19.445 pagantes
Renda:
R$ 549.945,00
Árbitro:
Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Sousa Santiago (Fifa-MG) e Francisco Pereira de Lima Júnior (PI)
Cartões amarelos: Marquinhos, Durval e Rodrigo Mancha (Santos); Pedro Paulo e Gian (Remo)

Gols: SANTOS: Neymar, aos 21 minutos do primeiro tempo e aos 36 do segundo, de pênalti; André, aos 42 do primeiro e aos 3 minutos do segundo tempo

REMO no geral nota 3: Adriano; Índio, Pedro Paulo, Raul e Paulinho; Danilo Mendes, Ramon, Fabrício Carvalho (Otacílio) e Samir; Marciano e Heliton (Gian)
Técnico: Sinomar Naves

SANTOS notas : Felipe(5); Wesley(7), Edu Dracena(6), Durval(6) e Pará(7); Rodrigo Mancha(6), Arouca(7), Marquinhos(6) (Rodriguinho-6) e Paulo Henrique(9) (Maikon Leite)-6; Neymar(10) e André(9) (Madson-7)
Técnico: Dorival Júnior(8)

POR CLEBER AGUIAR EQUIPE ICFUT – O Santos sobrou em Belém ontem em nenhum momento o Remo trouxe dificuldades para ao Peixe, o o penalty mal marcado para eles , bateu no travessão com justiça divina…kkkk vou falar ninguém vai segurar essa molecada não se cuida TRIO-DE-LATA da capital Neymar e cia em busca do Paulistão e Copa do Brasil !

Agora vamos aproveitar nossa fama Mundial e inaugurar mais um estádio agora nos Estados Unidos da Equipe do RED BULL Americana , mais dinheiro e claro e prestígio para esse clube que encata o mundo !

Um abraço vai pra cima deles SANTOSSSS !!!!

ICFUT – Estrevista com Muricy Ramalho do Jornal Estadão !

Fonte: O Estado de São Paulo


O futebol pode esperar

Muricy saiu do Palmeiras em 18 de fevereiro e agora curte a rotina de ir ao mercado, passear com os cachorros e ficar em casa. Sem pressa de voltar ao trabalho. ‘Bola, só pela tevê’

Quando era adolescente, Muricy Ramalho madrugava para ajudar nas tarefas do pai, que tinha um espaço no Mercado Municipal de Pinheiros. Na época, o programa insólito o aborrecia. Com o tempo, passou a fazer parte de seus hábitos. Ir às compras se transformou em lazer e terapia ? e hoje mais do que nunca virou frequentador de supermercado. Com tempo livre ? “sou desempregado” ? desde a demissão no Palmeiras, se encarregou de tarefas domésticas, como abastecer a despensa ou aventurar-se na cozinha. “Sou curioso no fogão”, adverte. “Às vezes ajudo a lavar a louça.”

A rotina de Muricy mudou em 18 de fevereiro, menos de 24 horas depois de o Palmeiras levar surra de 4 a 1 do São Caetano, pelo Campeonato Paulista. A sova fechou seu curto ciclo no Palestra Itália, interrompido aos sete meses, período no qual acumulou 13 vitórias, 11 empates e 10 derrotas. A saída inglória o incomoda, tanto que faz poucas referências ao clube. Mas lhe devolveu a chance de ficar um tempo a mais em casa, seu passatempo favorito.

O que é um martírio para muitos treinadores, para Muricy é motivo de descontração. “Ainda não senti falta do dia a dia do futebol”, admite. “Curto este momento. Vejo técnicos que saem de um clube para o outro e entendo, pois não têm muita paciência de ficar em casa. Mas adoro minha casa. Saio só para acompanhar minha mulher”, conta,entre uma ou outra xícara de café, durante a entrevista exclusiva ao Estado em uma padaria da região do Morumbi, bem perto de sua casa.

Aliás, é por ali, nas alamedas próximas ao estádio onde passou os melhores momentos de sua carreira como técnico tricampeão brasileiro pelo São Paulo, que Muricy aproveita o tempo livre. Entre as atividades diárias que mais o entretêm estão os passeios com suas cadelas, a yorkshire July e a maltês Tuti. Toda manhã, tarde e início de noite Muricy é visto na principal praça do bairro em companhia das duas. “Estão mais famosas do que eu”, diverte-se.

Bola rolando. Muricy está sem clube, não tem pressa de voltar, mas não esquece da bola. A televisão é companheira fiel e alimenta o vício pelo futebol. Não são raros os dias em que o dono de casa assiste a três, quatro jogos. “Fico ligado em tudo mesmo, Série A, Terceira Divisão, Europa. Além de ser meu trabalho, gosto muito de futebol, ao contrário de muitas pessoas que estão por aí”, afirmou, sem esquecer das famosas cutucadas. “Além disso, o telefone da gente não para. Toda hora tem alguém ligando para trocar informações (o celular de Muricy é programado para receber resultados dos jogos. A cada gol, uma mensagem é recebida).”

Lar, doce lar. O convívio mais próximo com a mulher Roseli e com os filhos Fabíola, 27, Muricy Júnior, 20, e Fábio, 15, tem feito bem para a saúde de Muricy. “Estou casado há 30 anos e muito bem!”, avisa. Mais magro, bronzeado, também aproveita a pausa para cuidar da saúde. Os exercícios físicos voltaram a fazer parte de sua programação diária. “A gente tem de se cuidar. O futebol tem muita pressão, é muito estressante, difícil mesmo”, pondera. “Lembro de um período do seu Telê, quando ele ficou meio abandonado. Agora a gente vê o Ricardo Gomes levando um susto. Não dá para brincar com isso.”

Depois de passar nove anos fora do Brasil, Muricy voltou quatro anos atrás, tempo que ainda não considera suficiente para compensar o período de ausência. “Minha mulher, que é a chefe de tudo por aqui, já disse que minha presença fez diferença para os filhos. Eles ficaram felizes. A gente tem de considerar essas coisas quando toma decisões tão importante”, explica. Para manter o contato mais próximo com os familiares, o treinador já decidiu que não irá para fora em 2010.

O sossego e a privacidade não são interrompidos nem por propostas de trabalho. Muricy garante que não atende o telefone quando a chamada é de número não identificado. “O que posso dizer é que vou trabalhar no Brasil nesta temporada. Mas não tenho pressa. Pode ser agora, depois da Copa do Mundo, tudo bem”, diz. “O que apareceu para mim até agora foram ofertas menores. A questão principal da proposta não é dinheiro. Vou trabalhar em um clube que me ofereça estrutura de trabalho e de elenco que possibilitem disputar títulos. Sobrevivo de resultados. Nada mais!”

‘Jogador bom é jogador com fome’

Antero Greco, Wagner Vilaron – O Estadao de S.Paulo

Muricy Ramalho não tem meias palavras. Dono de personalidade forte, o tricampeão brasileiro se posiciona com clareza sobre os mais diversos assuntos, polêmicos ou não. Por exemplo, concentração no futebol, para ele, está com os dias contados (ele mesmo admite contribuir para mudar essa cultura). Muricy também entende que Ronaldinho Gaúcho deve ser convocado para a Copa do Mundo e que Zico, quem diria, foi mais jogador do que Maradona.

Claro, para não perder o costume, Muricy deixa evidente sua irritação com alguns assuntos. Um deles é o excesso de badalação a paparicação sobre os jogadores da base. “Eles contam com muitas facilidades”, observa. “Mas jogador bom é jogador com fome.”

A torcida do Palmeiras ainda se pergunta o que houve com o time no final do Brasileiro do ano passado…

Tivemos alguns problemas que são conhecidos. Houve aquela briga em Porto Alegre que nos custou as saídas do Maurício e do Obina. Por várias rodadas não tivemos o Cleiton Xavier e o Pierre. Aí você junta tudo isso e fica difícil.

Houve distanciamento entre os jogadores e você?

Isso é uma bobagem. A gente tem de ver jogador reclamando que não havia conversa e não pode falar nada para não prejudicar as pessoas. Sempre conversei bastante, sobretudo quando percebo que o atleta passa por algum problema. Aí o sujeito chega, não rende, sai para tudo quanto é lado e ainda reclama. É fogo!

Era complicado segurar o ímpeto do Marcos ao falar?

O Marcos é um baita cara. Ele é espontâneo, um torcedor em campo. E é difícil você fazer uma análise do time sem citar algum companheiro. Mas ele é uma pessoa tão querida que os outros entendem o desabafo. O Marcos jamais será entendido como um desagregador. Muito pelo contrário. Ele fala e logo depois se arrepende.

Qual o melhor time do mundo hoje?

Nossa, é difícil dizer. Mas pelo estilo de jogo e pelo grupo que tem, acho que o Barcelona

Entre os times que você ainda não dirigiu, quais gostaria de comandar dentro e fora do Brasil?

Bom, são vários. Mas, como já disse, tenho uma admiração especial pelo Barcelona. No Brasil, creio que o Flamengo, pela torcida que tem.

Telê foi o melhor técnico com quem você já trabalhou?

Não, o Telê sem dúvida foi um grande técnico, mas o melhor que conheci foi o Minelli (Rubens Minelli), outro tricampeão (brasileiro), mas não seguido. Aliás, não acredito que o que aconteceu comigo vá se repetir no futebol brasileiro. Acho difícil outro treinador vencer três Campeonatos Brasileiros seguidos. Essa nossa cultura de trocar treinadores, não dar tempo para o trabalho torna isso muito difícil.

E o melhor jogador?

Tirando o Pelé, acho que nunca vi ninguém melhor que o Zico.

Nem o Maradona?

Olha, nem ele!

Isso é polêmico…

O Maradona foi um craque, todo mundo sabe, mas acho que o Zico foi melhor do que o Maradona porque tinha a mesma técnica, mas tinha melhores fundamentos, como o cabeceio e o fato de chutar bem com as duas pernas.

Você gosta de futebol ou acompanha só por profissionalismo?

Eu gosto muito de futebol. Passo o tempo todo conversando sobre futebol, mesmo quando não estou trabalhando. Só que, hoje em dia, com tanto dinheiro envolvido, muita gente que está no meio não gosta de futebol. Está envolvida apenas pelo dinheiro. Isso vale para técnicos, dirigentes e jogadores.

Às vezes o dinheiro atrapalha?

Pode atrapalhar sim. O dinheiro é bom quando serve para dar mais conforto aos profissionais e estrutura aos clubes. Mas tem o lado ruim também, quando atraiu gente que só quer se aproveitar do futebol.

E como sobreviver nesse meio cada vez mais marcado por interesses nem sempre nobres?

Comigo não tem esse negocinho de acerto, de esquema. Eu só sobrevivo por causa de resultados. Eu não aceito jantar com esse, ir na casa daquele, eu não tenho jogo de cintura. Claro que isso faz muita gente não gostar de mim. Por isso preciso de resultados. Do contrário fica difícil, ficarei com o mercado mais restrito. Não é sempre que você encontra pessoas corretas como Juvenal Juvêncio (presidente do São Paulo) e Fernando Carvalho (ex-presidente do Internacional).

Esses problemas afetam também a formação de atletas?

Claro. A mentalidade hoje nas divisões não é mais formar jogadores. Os caras querem o troféu, querem vencer. Uma vez, quando estava no São Paulo, fui até Cotia (CT das divisões de base) e fiquei indignado. Os times jogavam no 3-5-2 e depois as pessoas reclamam que não formamos mais meias criativos. Fiquei tanto tempo no São Paulo precisando de um meia, de laterais. Mas não, formam apenas alas. Além disso, parece mesmo que as pessoas não gostam de futebol.

Como assim?

Pode até parecer incoerente, pois eu disse que o dinheiro é bom quando reverte para melhorar a estrutura dos clubes. Porém, você chega nesses lugares e os jogadores da base já têm cada um seu carro, tem tudo do bom e do melhor, empresário. É o seguinte: jogador bom é jogador com fome. Por isso fico irritado com alguns caras aí que vêm falar em motivação. Quando você está em um clube pequeno, sem estrutura e com salários atrasados, aí sim você precisa motivar os jogadores. Agora, pega a estrutura do São Paulo, do Inter, onde os caras têm hotel cinco estrelas, um monte de opção para tomar café da manhã, recebem em dia, muitas vezes até antecipado. Esses caras não têm de ser motivados, esses caras têm de ser cobrados.

É por isso que ainda existe a concentração?

Olha, eu acho que a concentração do jeito que é hoje vai acabar. É a coisa mais chata do mundo. Ninguém aguenta.

E por que não mudam?

Acho que é porque está na nossa cultura. É costume. Jogador hoje é mais responsável. A questão é alguém com força começar o processo de mudança. E acho que sou um desses que podem fazer isso.

Temos visto grandes jogadores retornarem para o Brasil. Você teve Adriano no São Paulo, depois o Corinthians trouxe Ronaldo e Roberto Carlos, o Santos está com Robinho. Como tratar esses atletas internamente? Os “diferentes” devem ter tratamento diferenciado?

Tem de tratar tudo igual. Essa história de que os outros jogadores aceitam bem os privilégios não existe.

Falando de seleção, você acha que há espaço para o Ronaldinho Gaúcho?

Acompanhei as últimas partidas do Ronaldinho e ele está muito bem. Fica difícil não imaginá-lo na seleção. Ainda por cima quando o Kaká, que é nosso principal jogador, não está bem.

E o Neymar, tem espaço na Copa?

Acho que seria precipitado. O Neymar é um ótimo jogador, fora de série. Mas ainda está em formação, não tem a experiência, o que é absolutamente natural pela idade dele. Uma situação como essa, de pressão gigantesca como é uma seleção brasileira em Copa do Mundo poderia queimá-lo. Tenho certeza que em 2014 ele vai arrebentar. É só cuidarem para que nada aconteça nesse meio tempo que o prejudique.

Pela característica, o Paulo Henrique Ganso não seria um bom substituto para o Kaká e, por isso, até estivesse mais próximo da seleção nesse momento do que o Neymar?

Olha, pensando por esse lado, concordo com você. De fato seria uma boa opção mesmo. Esse menino tem uma precisão de passe, uma tranquilidade que me lembram muito o Pita (ex-meia que se destacou na década de 80 no Santos e no São Paulo).

Ouve-se muito no meio do futebol que os treinadores andam supervalorizados. O mercado mudou ou é só uma fase?

Supervalorizado? Então me acompanha aqui em uma conta rápida. No tempo em que estive no São Paulo, dez jogadores foram convocados para a seleção brasileira. O Hernanes estava esquecido, olha quem é o Hernanes hoje. O Jean, quase afastado; olha o Jean hoje. Pense agora nas negociações, o Breno, um zagueiro, foi vendido (para o Bayern de Munique) por US 19 milhões (R$ 35 milhões). Quanto vale toda essa valorização? E os títulos, quanto valem? Se você colocar tudo isso na ponta do lápis, eu sou muito barato. É preciso analisar além do time, do treino, do esquema tático, É preciso analisar o retorno financeiro que o trabalho do treinador dá ao clube.